13/05/2007

INTER PERDE PARA O BOTAFOGO

O Internacional perdeu por 3 a 2 para o Botafogo na tarde deste domingo, no Beira-Rio, na partida de estréia no Brasileirão 2007. Alexandre Pato e Christian marcaram para o Inter. Juninho e André Lima (2) anotaram para a equipe carioca. Na próxima rodada, a equipe colorada enfrenta o Atlético-PR, em Curitiba.

O jogo

O Inter começou com novidades. O goleiro Renan e o zagueiro Sidnei, atletas criados nas categorias de base, receberam oportunidades do técnico Alexandre Gallo, que também estreou em jogos oficiais na equipe colorada. O volante Edinho atuou como um zagueiro entre Índio e Sidnei.

Com gramado encharcado e uma temperatura gelada, o time colorado tentou abrir vantagem cedo. Aos 8min, Alexandre Pato recebeu na área, tentou dar um chapéu no zagueiro Juninho, que tirou a bola com a mão: pênalti não marcado pelo juiz Paulo César Oliveira.


Pato (D) comemora com Sidnei: atacante abriu o placar no Beira-Rio

Aos 12min15seg, Ceará cobrou escanteio e Fernandão cabeceou ao lado do gol. Aos 14min30seg, Wellington Monteiro cobrou falta para a área, a zaga carioca desviou pra trás e Alexandre Pato completou de primeira para marcar o primeiro gol do Inter no Brasileirão: 1 a 0. Foi o quarto gol do goleador colorado na temporada.

Depois de marcar o gol, o time colorado ficou mais postado na defesa, buscando os contra-ataques, enquanto o Botafogo passou a ameaçar mais. Aos 25min30seg, Ricardinho, ex-Inter, cobrou falta, a bola desviou em Fernandão e passou perto. Aos 28min10seg, Joílson cruzou da direita e André Lima, de carrinho, chutou com perigo.


Fernandão criou boas chances, mas não conseguiu marcar

Aos 30min40seg, em um contra-ataque rápido, André Lima recebeu cruzamento e concluiu de primeira por cima. Um minuto depois, o Inter respondeu com Fernandão lançando Alexandre Pato na área que, por pouco, não alcançou.

O Botafogo chegou ao empate aos 33min5seg em uma cobrança de falta de Juninho. O zagueiro acertou um chute forte e rasteiro no canto de Renan.

Depois de sofrer o gol, o Inter passou a ameaçar de novo. Aos 36min55seg, o Inter perdeu uma chance incrível. Rubens Cardoso cruzou da esquerda, a zaga afastou parcialmente e a bola sobrou para Índio chutar na trave. Fernandão, no rebote, chutou ao lado. Aos 45min40seg, Iarley tocou para Fernandão na área concluir por cima, na última chance da primeira etapa.


Chute de Índio acertou a trave no primeiro tempo

Na etapa final, a 1min30seg, Fernandão lançou Alexandre Pato na área que cruzou rasteiro, mas Júlio César saiu bem do gol. Aos 3min10seg, Alex fez falta dura em Alexandre Pato e foi expulso. Um minuto depois, Wellington Monteiro cobrou falta para Fernandão, que matou a bola no peito na área e concluiu por cima.

Aos 6min, entrou Iran no lugar de Ricardinho no Botafogo. Aos 7min30seg, em cobrança de falta pra área, André Lima cabeceou para fazer 2 a 1. Aos 9min, entrou Pinga na vaga de Sidnei no Inter. Com isso, Edinho foi fazer a função de zagueiro pelo lado esquerdo.


Iarley tenta a jogada: Inter não conseguiu superar o Botafogo

Aos 11min, Pinga arriscou de fora da área e Júlio César defendeu. Aos 12min55seg, André Lima foi lançado e tocou por cobertura para marcar o terceiro gol. Aos 18min, o técnico Alexandre Gallo retirou Rubens Cardoso para a entrada do centroavante Christian. Aos 20min10seg, Pinga cobrou escanteio e Índio cabeceou para defesa de Júlio César. Aos 20min30seg, depois de nova cobrança de escanteio, Iran salvou na pequena área.

Aos 24min, Pinga lançou para Christian (foto ao lado) que matou na área e chutou de perna esquerda para marcar um bonito gol. Foi o quarto gol do centroavante colorado na temporada. Aos 25min30seg, o time carioca colocou Asprilla no lugar de Joilson.

O Inter tentou aumentar a pressão sobre o adversário que tinha um jogador a menos. Aos 28min30seg, Christian cabeceou com perigo quase empatando. Aos 35min, Márcio Mossoró entrou no lugar de Iarley. No Botafogo, Juca substituiu André Lima. Aos 42min40seg, Mossoró fez boa jogada pela direita, entrou na área e cruzou, mas a zaga salvou.

Aos 44min20seg, Edinho foi lançado na área e foi derrubado: mais um pênalti não marcado pelo juiz Paulo César de Oliveira. Aos 46min30seg, Pinga fez boa jogada, avançou até a entrada da área e chutou ao lado do gol com perigo.

?Queríamos iniciar com a vitória, mas infelizmente não foi possível?, avaliou o lateral Ceará.

?Vacilamos algumas vezes e isso não pode acontecer mais?, disse Edinho.

"Tivemos mais oportunidades de gol que o Botafogo. Tivemos os nossos erros, mas vamos  trabalhar em cima deles", avaliou o técnico Alexandre Gallo.

Internacional (2): Renan; Ceará, Índio, Sidnei (Pinga, 9min2ºt) e Rubens Cardoso (Christian, 18min2ºt); Edinho, Wellington Monteiro, Vargas e Fernandão; Alexandre Pato e Iarley (Mossoró, 35min2ºt). Técnico: Alexandre Gallo.

Botafogo (3): Júlio César; Joílson (Asprilla), Juninho, Alex e Vagner; Túlio, Leandro Guerreiro, Diguinho e Ricardinho (Iran); André Lima (Juca) e Jorge Henrique. Técnico: Cuca.

Gols: Alexandre Pato (I), aos 14min30seg do primeiro tempo, Juninho (B), aos 33min5se do primeiro tempo, André Lima (2, B), aos 7min30seg do segundo tempo e aos 12min55seg do segundo tempo, Christian (I), aos 24min do segundo tempo. Cartões amarelos: Edinho, Sidnei, Vargas, Índio, Pinga (I), Alex, Juca (B). Expulsão: Alex (B). Renda: R$ 150.059,00. Público: 15.398 (11.853 pagantes). Arbitragem: Paulo César Oliveira (Fifa-SP), auxiliado por Edmilson Corona (Fifa-SP) e Marinaldo Silvério (SP). Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual