23/01/2020

Raio-X: tudo sobre a estreia colorada em 2020

Vai começar! O Inter inaugura oficialmente a temporada nesta quinta-feira (23/01), às 21h30, em confronto diante do Juventude, no Alfredo Jaconi. Primeiro capítulo de um novo ano que se inicia, encontra-se rodeado de expectativas por parte da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que se prepara para um calendário recheado de emoções. Em 2020, o Clube do Povo disputará, além do Gauchão, os torneios nacionais de Brasileirão e Copa do Brasil, além da Libertadores da América. Para ficar por dentro de tudo sobre a estreia do Colorado, confira abaixo o mais completo e vermelho Raio-X da web!


O Inter

Maior campeão do Rio Grande, o Inter soma, ao todo, 45 títulos gaúchos. Dono, também, da maior sequência de conquistas consecutivas no Estado - o Octa, entre 1969 e 1976 -, o Clube do Povo busca, em 2020, levantar a 46ª taça de sua história. Primeiro desafio na campanha, o confronto diante do Juventude poderá servir de estreia a muitas caras novas do Colorado. A partida, por exemplo, será a primeira de Eduardo 'Chacho' Coudet, novo comandante do Clube do Povo, na casamata alvirrubra.

Anunciado em dezembro do ano passado, o argentino chega ao Inter após vitoriosa passagem pelo Racing-ARG. Junto ao treinador, também vieram Ariel Broggi, auxiliar técnico, Octavio Manera e Guido Cretari, preparadores físicos, e Carlos Fernández, analista de desempenho. Dentro de campo, os laterais Moisés, vindo do Bahia, e Rodinei, do Flamengo, são também novidades, ao lado dos meias-atacante Thiago Galhardo, ex-Ceará, e Marcos Guilherme, que no ano passado atuou na Arábia Saudita defendendo as cores do Al-Wehda; além do meio-campista Damián Musto, contratado junto ao Huesca-ESP.


 Juventude

O Juventude chega para 2020 embalado após excelente segundo semestre na temporada passada. Eliminado para o campeão Náutico nas semifinais da Série C, o Papo conquistou o acesso à segunda divisão nacional depois de superar, nas quartas, o Imperatriz, do Maranhão. No Gauchão, o objetivo da equipe caxiense é melhorar a campanha de 2019, quando o Clube lutou, até a última rodada, contra o rebaixamento. Para tanto, o técnico Marquinhos Santos tem como escalação base: Marcelo Carné; Samuel Santos, Genílson, Edcarlos e Eltinho; João Paulo, Marciel, Pedro Ken e Renato Cajá; Bruno Alves e Jonatas Belusso.


Transmissão

Dona da mais vermelha das coberturas, sempre ao lado do Inter independente de competição, a Rádio Colorada transmitirá a estreia alvirrubra no Gauchão tanto no FM 95.5 quanto via Site e APP do Inter. A cobertura será iniciada às 20h30 com a apresentação do Portões Abertos, pré-jogo legitimamente vermelho, que será sucedido pelos 90 minutos de partida. Encerrado o duelo, a emissora oficial do Clube do Povo segue no ar por mais uma hora, trazendo toda a repercussão do duelo.

Quem segue as redes sociais do Clube do Povo (@scinternacional no Twitter, Facebook e Instagram) conta com o mais completo minuto a minuto da web, recheado de imagens e vídeos compartilhados em tempo real. Na TV, o Premiere anuncia transmissão.


Arbitragem

Anderson Daronco, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Gustavo Marin Schier. Quarto árbitro: Marcelo Cavalheiro Pereira.


Ingressos

O Juventude anuncia venda de ingressos para a torcida visitante ao valor de R$ 100,00. Estudantes e idosos, mediante apresentação de documento no momento da compra e acesso ao Alfredo Jaconi, têm assegurado o direito à meia-entrada. Crianças menores de 12 anos, acompanhadas de um responsável e identificadas por documento, não pagam entrada.

A torcida colorada pode adquirir seu ingresso ou de maneira presencial, ou online. Nesta quinta-feira (23/01), as bilheterias do Portão 5 do Alfredo Jaconi estarão operando das 9h às 12h, e das 13h30 em diante. Pela internet, basta acessar o site eleventickets clicando aqui.


Ponto de Encontro

Primeiro capítulo do Clube do Povo na temporada de 2020, a partida diante do Juventude será, certamente, prestigiada por grande parcela da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, habituada a lotar estádios em todo o território gaúcho, criando diversas sucurssais do Beira-Rio estado afora. Para os colorados que marcarem presença no Alfredo Jaconi, o especial Dia de Inter começará muito antes do horário do jogo, com a realização de Ponto de Encontro no Galpão Espaço Bar, Avenida Itália, 533, bairro São Pelegrino. Com horário de início previsto para as 17h45, a concentração estará abrilhantada pela presença da Taça do Mundial de Clubes, e se estenderá até as 20h.


Caxias é Inter!

O início de 2020 foi marcado por intenso debate nas redes sociais. Muitos se dividiram entre apontar o novo ano como o de abertura de nova década, ou o último de uma iniciada ainda em 2011. Fugindo do tema mais espinhoso, fato é que a atual temporada será a primeira dos anos 20, era para a qual a torcida colorada espera cada vez mais conquistas.

No que se refere ao principal campeonato do Rio Grande do Sul, o Inter conquistou, entre 2010 e 2019, seis títulos. Além disso, o Clube do Povo também reforçou sua soberania em terras gaúchas somando grandes números contra tradicionais equipes do estado. Os confrontos diante do Juventude comprovam. Nos anos 10, foram 17 partidas entre Inter e Papo. Ao todo, o Colorado conquistou 12 vitórias, além de duas igualdades e três reveses. Aproveitamento de 74,5%, construído através de 37 gols marcados e apenas 11 sofridos. Em Caxias, os triunfos foram quatro, e o aproveitamento, superior aos 57%.


O último confronto

Na última vez que Inter e Juventude se enfrentaram no Jaconi, a vitória foi colorada. Em partida do Gauchão de 2019, disputada no dia 10 de fevereiro, o Clube do Povo contou com os gols de Nico López, após brilhante assistência de Edenilson, e Pedro Lucas para superar os mandantes, que chegaram a descontar, nos acréscimos, com Dalberto, mas não evitaram o revés por 2 a 1.


A lambreta de Damião

A primeira vitória dos anos 10 conquistada diante do Juventude em terras caxienses veio no dia 24 de abril de 2011. Desfalcado de D'Alessandro, o Clube do Povo subiu a Serra para a disputa de confronto único das semifinais da Taça Farroupilha, segundo turno do Gauchão daquele ano. Comandado pelo ídolo tricampeão nacional Paulo Roberto Falcão, o Inter precisava triunfar para seguir vivo na busca pelo 40º título estadual. Para tanto, entrou em campo escalado com Renan no gol; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber na defesa; Bolatti, Guiñazú, Andrezinho e Oscar no meio; Rafael Sobis e Leandro Damião no ataque.

Lotado por alviverdes e também colorodos, o confronto teve início promissor para o Inter, que abriu o placar aos 19 minutos com Bolatti. O camisa 8 argentino interceptou com o peito lançamento vindo da defesa mandante e não teve dúvidas: engatilhou uma bomba, de pé direito, que soltou quase na risca da grande área, sem chance de defesa para o goleiro da casa. Festa do mar alvirrubro presente na ferradura norte do Alfredo Jaconi, interrompida oito minutos depois com o gol de empate marcado por Fred, cobrando falta. Tudo igual no placar, e assim o escore se manteve até o intervalo.

Reiniciada a partida, o Inter se mostrava disposto a decidir o páreo rapidamente. Antes dos 20, Rodrigo e Oscar carimbaram o travessão, enquanto Bolívar teve cabeceio cortado sobre a linha fatal. Tamanho domínio, contudo, foi ameaçado com duvidosa expulsão de Bolatti, que deixou o Clube do Povo com um a menos em campo. Problema? Nenhum para Damião, que vivendo temporada abençoada evitou, aos 31 minutos, saída de bola pela linha de fundo e aprontou das suas: aplicando uma lambreta, superou Fred e cruzou para Tinga, por cima do goleiro. O meio-campista bicampeão da América, que entrara na vaga de Sobis, colocou-se entre os zagueiros e, de peixinho, trombando com a defesa, marcou o segundo tento do Inter, último do jogo, da vitória. Colorado, futuro campeão gaúcho, na final!


Outras notícias
Loja Virtual