30/08/2003

VITÓRIA DERROTA O COLORADO

Equipe baiana venceu o Inter por 1 a 0. Colorado teve um gol anulado.

   O Internacional foi derrotado pelo Vitória-BA por 1 a 0, na tarde deste sábado, no Beira-Rio. Com o resultado, o Colorado permanece na quinta posição do Campeonato Brasileiro, com 47 pontos. Próxima partida pelo certame será contra o Goiás, no Serra Dourada, no dia 14 de setembro.

   O JOGO

   O Inter entrou em campo com todo o gás. Nos vinte primeiros minutos da partida, a equipe colorada criou sucessivas oportunidades de gol. Gavilán jogava com facilidade no meio-campo, levando perigo em cada subida ao ataque. Na área adversária, Nilmar e Élder Granja incomodavam os zagueiros, dificultando a saída de bola do Vitória.

   Aos três minutos, Júnior desviou de cabeça no interor da pequena área, mas o goleiro da equipe baiana interveio a tempo. Aos cinco minutos, Wilson curtiu uma de atacante e quase abriu o placar em jogada individual. Aos 18, Nilmar desviou de cabeça para fora. Dois minutos depois, o camisa nove colorado ficou cara a cara com o goleiro, mas chutou por cima.

  A partir de então, o Colorado passou a encontrar dificuldade em articular jogadas ofensivas. O jogo ficou concentrado no meio-campo, onde o incansável Claiton destacava-se pela aguerrida marcação.

   Na segunda etapa, a partida ficou ainda mais truncada. O Vitória adiantou a marcação e atrapalhou a saída de bola do Inter. Em um lance de indecisão d zagueiro Vinícius, que hesitou em afastar a bola, a equipe baiana quase marcou. Clemer espalmou para escanteio. Na cobrança, Alecsandro aproveitou o rebote e chutou para o gol vazio. 1 a 0.

   Imediatamente o técnico Muricy Ramalho lançou o Inter ao ataque. Fábio Júnior e Cleiton Xavier entram em campo nos lugares de Thiago Mattos e Júnior, respectivamente. Mais tarde, Cidimar entrou no lugar de Flávio.

   Com uma formação extremamente ofensiva, não demoraram para surgir as oportunidades de gol. Aos 23 minutos, Élder Granja chutou forte nas mãos do goleiro Juninho, e aos 29, Fábio Júnior quase marcou em um chute cruzado que se perdeu pela linha de fundo. Aos 30, Nilmar cabeceou no ângulo, mas o goleiro espalmou milagrosamente para escanteio .

   Aos 40, confusão na pequena área do Vitória: Fábio Júnior chuta no poste, Wilson obriga Juninho a fazer grande defesa, e na sobra, praticamente sob a goleira, Nilmar chuta por cima.

   Na busca quase desesperada pelo empate, o goleiro Clemer foi até a área adversária, e por pouco não marcou um gol antológico. Após uma cobrança de falta pela esquerda, o goleiro colorado aproveitou a sobra, e de carrinho, empurrou para o fundo da rede. Mas o bandeirinha sinalizou que a bola havia saído na linha de fundo antes do cruzamento, e o gol foi anulado pelo árbitro Paulo H. Bezerra (SC). E o jogo acabou com a sensação de que a bola não queria mesmo entrar na tarde deste sábado.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL: Clemer; Thiago Mattos (Fábio Júnior), Wilson, Vinícius e Edu Silv; Claiton, Flávio (Cidimar), Gavilán e Júnior (Cleiton Xavier); Elder Granja e Nilmar. Técnico: Muricy Ramalho.

VITÓRIA: Juninho; Marcelo Heleno, Marcos e Adaílton; Alex Santos (Maurício), Ramalho (Xavier), Alessandro Azevedo, Dudu Cearense e Almir; Alecsandro e Vander (Samir). Técnico: Lori Sandri.

GOL: Alecsandro, aos 8 minutos, do segundo tempo.

CARTÕES AMARELO: Gavilán e Vinícius (I); Vânder, Marcelo Heleno, Samir e Marcos (F)

ÁRBITRO: Paulo H. Bezerra (SC), PÚBLICO: 12.704 RENDA: R$ 78.946,00

  


Outras notícias
Loja Virtual