11/12/2019

Os destaques da impecável campanha das Gurias Coloradas no Gauchão de 2019

Três finais consecutivas. Duas delas encerradas com taça erguida. O Gauchão de 2019 foi palco de campanha magistral das campeãs Gurias Coloradas. Ao todo, o time feminino do Internacional somou 106 gols marcados contra apenas dois sofridos. Caminhada impecável, construída através de 11 triunfos e uma única igualdade. Iniciada ainda em agosto, de maneira simultânea à fase final do Brasileirão A1, torneio também marcado por excepcional desempenho do Clube do Povo, e encerrada no dia primeiro de dezembro.

Em números exatos, foram 113 dias de torneio. Praticamente quatro meses, que englobaram viagens de mais de 700km em ida e volta, caso de Erechim, e atestaram a qualidade das mulheres que vestem com muita raça o alvirrubro manto colorado.

Longa caminhada que, no jogo a jogo, a cada desafio superado, formou um grupo legitimamente campeão, capaz de, nas palavras de Bruna Benites, capitã na finalíssima, atuar com "coração de torcedora, mas cabeça de atleta". Uma campanha para a história, inesquecível, que teve como ponto final conquista que hoje completa 10 dias, e pode ser rememorada nas linhas que seguem, apresentando todos os destaques do título do Gauchão.


Força ofensiva

Melhor ataque da competição, as Gurias Coloradas também contaram com a artilheira do Gauchão. Com 17 gols, Shasha balançou mais redes do que qualquer outra jogadora, estando seguida de perto por suas companheiras Luana Spindler, com 13, e Fabi Simões, a mulher Gre-Nal, que de seus 11 tentos anotou cinco diante do Grêmio.

Trio de ataque que em diversas ocasiões atuou junto, não monopolizou os tentos do time feminino do Internacional. Pelo contrário, até mesmo defensoras, como as laterais Leidi, Belinha e Carol Gomes, ou zagueiras, a exemplo de Bruna Benites, Gabi Luizelli e Isa Haas, marcaram seus gols. Confira a artilharia colorada na competição:

Shasha: 17 gols
Luana Spindler: 13 gols
Fabi Simões: 11 gols
Nana e Mariana Pires: 8 gols
Belinha: 6 gols
Julia: 5 gols
Mylena, Kika e Ju: 4 gols
Bruna Benites, Gabi Luizelli, Carol Gomes e Queila: 3 gols
Moretti, Malu, Leidi: 2 gols
Isa Haas, Thessa e Jheniffer: 1 gol


Solidez defensiva

Uma boa defesa começa ainda no ataque. Clichê repetido à exaustão no meio do futebol, encontra comprovação nas Gurias Coloradas. Afinal de contas, sempre escalado com postura ofensiva e exibindo intensidade acima da média, foram raros os momentos em que o time feminino do Clube do Povo se viu pressionado dentro de campo. 

Nas ocasiões em que as primeiras linhas da equipe foram superadas, a solidez de uma defesa que teve em Bruna Benites e Sorriso suas titulares de zaga, dupla acompanhada na posição por Ari, Gabi Luizelli, Baiana e Tai, soube se impôr às atacantes rivais. Leidi, Ilana e Carol Gomes, nas laterais, também estiveram impecáveis, assim como as irrepreensíveis volantes Thessa, Kika, Isa Haas e Ju. No gol, Yasmim e Fernanda transmitiam a segurança necessária a uma guardiã, inclusive brilhando com grandes defesas quando exigidas.


União do grupo

A Gurias Coloradas e todos os que trabalham pelo futebol feminino do Inter nos últimos anos se tornaram uma grande família. Sólido e unido, o vestiário ainda conta com duas grandes lideranças: Thessa e Bruna Benites, as capitãs coloradas durante o Campeonato Gaúcho.

Thessa assumiu o posto de capitã no início de 2018 e o manteve ao longo das temporadas. Durante a parte final do campeonato gaúcho, entretanto, uma lesão no ligamento colateral medial da perna direita afastou a volante dos gramados. No time titular, a substituta foi a recém chegada Ju, muito bem recebida e que logo encontrou o seu espaço, estreando com dois gols. No vestiário, a zagueira Bruna Benites usou toda a sua experiência com a braçadeira de capitã da Seleção Brasileira para orientar e incentivar o grupo rumo à conquista do Gauchão 2019. 


Apoio da torcida

Sempre presente às centenas, a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande transformou o Campo do Sesc Campestre em um verdadeiro caldeirão, que fez a diferença para as Gurias Coloradas na campanha campeã estadual. A maior das festas aconteceu no Gre-Nal do dia 21 de setembro, integrante do primeiro turno do torneio. Diante de grande público, o time feminino do Clube do Povo esteve intenso desde o primeiro minuto, abrindo o placar ainda antes dos 15 minutos.

Também fora de casa o povo vermelho se fez presente. No Clássico de Gravataí, por exemplo, a torcida do Inter mais parecia a mandante, tomando as arquibancadas com banda e faixas que coloriram o Vermelhão em alvirrubro. Já na finalíssima, realizada em Ijuí, foram milhares os que se sentiram em casa no Estádio 19 de outubro, e à vontade cantaram, para o Rio Grande do Sul inteiro ouvir, que as Gurias Coloradas eram campeãs do estado.


Um Celeiro de Ases também para elas

As Gurias Coloradas são as donas do Rio Grande do Sul, quanto a isto não restam dúvidas. Campeãs gaúchas também nas categorias Sub-14, Sub-16 e Sub-18, não apenas coloriram todo o estado em alvirrubro, como também mostraram que, se o presente é de brilho do Inter na categoria, o futuro promete ainda mais protagonismo - e ele está mais perto do que parece.

O título adulto na temporada de 2019 já contou com o brilho de jovens joias da base colorada. Campeãs nacionais na categoria sub-18, por exemplo, as atletas Julia, Layssa, Queila, Belinha, Tai, Jheniffer, Malu e Isa Haas participaram da campanha vencedora do título estadual.

Dos pés e cabeça destas, inclusive, saíram 18 gols, marcados por Queila, três vezes, Belinha, seis, Malu, duas, Isa, uma, Julia, cinco, e Jheniffer, uma. Tento este, destaque-se, que desempatou a finalíssima, contra o Grêmio, e encaminhou o título das Gurias. A jovem ainda serviu Naná, que marcou o quarto e último do Inter na partida, escrevendo seu nome na história do Clube do Povo.


Comissão técnica

Maurício Salgado comandou as Gurias Coloradas rumo ao título do Gauchão 2019, mas contou com a força de sua comissão técnica para chegar a esse feito. Composta por Camilla Orlando, auxiliar técnica, Suellen Ramos, preparadora física, Carlos Daniel Alves (Xuxa), preparador de goleiras, Lívia Rodrigues, fisioterapeuta, e Pedro Busetti, analista de desempenho, o treinador do Clube do Povo teve respaldo para trabalhar com tranquilidade.

Próximo à final do Campeonato Gaúcho, Maurício precisou viajar à China para cumprir agenda com a Seleção Feminina Universitária, da qual também é treinador, e teve reposição à altura: Camilla Orlando assumiu a equipe nas duas últimas semanas antes da finalíssima. A brasiliense ajustou os detalhes finais, e aproveitou para treinar bolas paradas e finalizações, assim entregando para Maurício, em sua volta ao Brasil, o time que seria campeão gaúcho em plenas condições para tal. 


Campanha no Gauchão

As Gurias Coloradas estrearam na competição no dia 11 de agosto, diante do João Emílio, no campo do Sesc Campestre. Envolvido com a disputa das quartas de final do Brasileirão A1, realizadas contra o Flamengo, o time feminino do Internacional mostrou para o Estado que também faria bonito no Gauchão ao aplicar sonoros 16 a 0 no João Emílio, equipe que tem como sede o município de Canoas. A vitória foi seguida de outra também maiúscula no escore, na ocasião o 14 a 0 sobre o Atlântico.

As rodadas de número três e quatro estiveram igualadas no placar. Contra Grêmio, em casa, e Brasil de Farroupilha, fora, as Gurias saíram de campo vencedoras pelo placar de 4 a 0. O clássico, primeiro do ano, teve em Fabi Simões seu grande nome. A atleta marcou três gols, e consagrou seu retorno aos gramados após lesão que comprometeu sua participação na Copa do Mundo.

Encerrando o primeiro turno, as Gurias receberam o Oriente, e venceram por 11 a 0. Diante do mesmo adversário o time feminino do Clube do Povo abriu o returno, e, desta vez, triunfou por 4 a 0. Contra o Brasil de Farroupilha, foram dez gols marcados a mais, e nenhum sofrido. O zero, inclusive, foi imperante no marcador do segundo Gre-Nal do Campeonato, quando nenhuma das equipes conseguiu balançar as redes do Vieirão, em Gravataí. 

O segundo turno foi finalizado com vitória por 25 a 0 sobre o João Emílio. A partida foi a única disputada após o clássico, uma vez que o Atlântico de Erechim abandonou a disputa do Campeonato, sendo, portanto, derrotado por WO pelas Gurias, placar de 3 a 0.

Abrindo a fase eliminatória, as Gurias enfrentaram, nas semifinais, o Oriente. Disputado no Sesc Campestre, a partida teve o 7 a 0 como placar final, e garantiu a vaga do time feminino do Clube do Povo na decisão, vencida pelo Inter por 4 a 2, gols de Fabi Simões (2), Jheniffer e Nana.


Campanha no Gauchão:

Primeira fase:

Gurias Coloradas 16x0 João Emílio
Atlântico 0x14 Gurias Coloradas
Gurias Coloradas 4x0 Grêmio
Brasil de Farroupilha 0x4 Gurias Coloradas
Gurias Coloradas 11x0 Oriente
Oriente 0x4 Gurias Coloradas
Gurias Coloradas 14x0 Brasil de Farroupilha
Gurias Coloradas 3x0 (WO)
Grêmio 0x0 Gurias Coloradas
João Emílio 0x25 Gurias Coloradas

Semifinal:
Gurias Coloradas 7x0 Oriente

Final
Gurias Coloradas 4 x 2 Grêmio


Grupo campeão:

Goleiras:
Fernanda;
Yasmim;
May;
Camila;

Laterais:
Leidi;
Ilana;
Georgia;
Carol Gomes;
Bruninha;
Belinha;

Zagueiras:
Bruna Benites;
Ari;
Sorriso;
Gabi Luizelli;
Baiana;
Tai;
Isa Haas;
Mariana Stefani;
Flavinha;

Volantes:
Thessa;
Kika;
Ju;
Julia;
Gabi Batista;
Camila Duarte;

Meias:
Nana;
Mylena;
Mariana Pires;
Malu;

Atacantes:
Queila;
Fabi Simões;
Shasha;
Layssa;
Moretti;
Luana Spindler;
Jheniffer;

carregando galeria...


Outras notícias
Loja Virtual