21/03/2007

INTER EMPATA EM VACARIA

Alexandre Corrêa (texto)
Alexandre Lops (fotos)
Enviados Especiais/Vacaria

O Inter empatou em 0 a 0 com o Glória, na noite desta quarta-feira, em Vacaria. A partida foi válida pela quinta rodada do returno da primeira fase do Gauchão. A equipe colorada ocupa a quarta posição do Grupo 1 com 19 pontos. No próximo domingo (25/03), o Inter enfrenta o Guarany-BA, adversário direto na tabela de classificação, em Bagé.


Inter, de Ji-Paraná, empatou com o Glória

Antes da partida o ambiente para o Inter na Vacaria não poderia ter sido mais hospitaleiro e confortável. Na chegada à cidade na terca-feira, cerca de 300 torcedores saudaram o time com gritos e pedidos de autógrafos. No dia do jogo, no almoço, a direção do Glória ofereceu um churrasco aos dirigentes colorados como prova de amizade e confraternização. Durante todo o dia, dezenas de adolescentes fizeram vigília na porta do hotel colorado em busca de um aceno dos ídolos pelas janelas.


Colorados lotaram o espaço no estádio Altos da Glória

Nas arquibancadas, a presença da torcida colorada foi forte também. Cerca de 45 minutos antes do jogo começar, a parte vermelha das arquibancadas já estava lotada, o que obrigou a administração do estádio a providenciar um remanejamento de torcedores do Glória para dar mais espaço aos fãs do Inter. Ao entrar em campo, o time de Abel Braga foi recepcionado por cerca de 20 crianças coloradas.

Quando a bola rolou, porém, o time da Serra tratou de dificultar as coisas para o Inter. O time colorado começou com algumas mudanças. No gol, Renan substituiu Clemer, lesionado, enquanto o ataque foi formado por Christian e Iarley, com Alexandre Pato como opção para o decorrer do confronto. Logo a 1min45seg, o meio-campista Ricardinho do Glória deu duas entradas fortes consecutivas em Ji-Paraná e Rubens Cardoso e recebeu o cartão amarelo.

O Inter tocava a bola de um lado para outro em busca de espaços, enquanto o Glória se fechava com oito jogadores e deixava os rápidos João Paulo e Tiago Duarte para os contra-ataques. No começo, o Inter deixava acuado o time da casa que não conseguia sair do seu campo. Faltava aos campeões do mundo, porém, a conclusão. A maioria das tentativas era com os cruzamentos de Rubens Cardoso, da esquerda. Iarley procurava se movimentar bastante, deixando Christian e Fernandão mais centralizado.


Fernandão atuou mais centralizado ao lado de Christian

Aos 12min10seg, Leandro recebeu na entrada da área e concluiu ao lado do gol. Mais tarde, o atacante João Paulo driblou Wilson na área e caiu, pedindo o pênalti, e o juiz Vinícius Costa mandou o lance seguir.

Com Christian, Iarley e Fernandão bem marcados, os volantes Ji-Paraná e Vargas tentavam se somar à articulação das jogadas. Aos 21min50seg, Iarley arriscou de fora da área ao lado do gol. O Glória respondeu aos 26min25seg com cobrança de falta de Cristiano que foi na rede pelo lado de fora. Aos 29min, saiu Wilson, lesionado, e entrou Rafael Santos.

Aos 33min30seg, Renan fez boa saída do gol e tirou a bola de Tiago Duarte quando este iria concluir. Na seqüência do lance, o goleiro colorado afastou com um chutão. Aos 39min40seg, Tiago Duarte ganhou dividida de Ji-Paraná, avançou até a entrada da área e chutou rasteiro para boa defesa de Renan. Aos 43min30seg, Ceará cobrou escanteio, Fernandão jogou-se na bola e concluiu ao lado do gol com perigo na melhor chance colorada do primeiro tempo.


Vargas (E) ajudou na articulação do meio-campo colorado

Na etapa final, o Glória, que lutava por vitória pra se manter com chances de não ser rebaixado, tentou pressionar cedo, mas a defesa colorada soube conter a pressão que era forte principalmente pelo lado direito de ataque. Aos 3min30seg, Cristiano arriscou da intermediária e Renan defendeu bem no canto.

Com o ímpeto do time da Vacaria, o Inter pela primeira vez na partida teve espaço para os contra-ataques. A partida ganhou bastante em emoção. Aos 7min40seg, Ji-Paraná recebeu na intermediária, cortou o marcador e chutou de pé-direito ao lado do gol, com perigo.

Aos 9min55seg, Iarley arrancou pela esquerda, entrou na área e chutou ao lado do gol. Aos 16min, saiu Fernandão e entrou Alexandre Pato. A torcida colorada na arquibancada gritou: ?olelê, olalá, o Pato vem aí e o bicho vai pegar?. Aos 20min, Iarley tocou para Christian na área, que passou pelo goleiro, foi em direção à linha de fundo, parou e cruzou para Alexandre Pato, mas a zaga salvou na pequena área. Aos 20min30seg, saiu o volante Itaqui e entrou o atacante Monga no Glória.


Rubens Cardoso foi o substituto de Hidalgo na lateral esquerda

Aos 28min10seg, Ceará cruzou da direita, Fernandão, do Glória, tentou cortar com a barriga e quase marcou gol contra. Aos 29min45seg, em lance muito parecido, Ceará cruzou da direita e Ricardinho tentou cortar e acabou chutando para trás, mas o goleiro Douglas defendeu.

Aos 30min55seg, Cristiano cruzou da esquerda e a bola passou na pequena área, com perigo. Aos 32min30seg, duas mudanças ao mesmo tempo no Glória. Entraram Giovani e Fabinho e saíram Leandro e Tiago Duarte. Aos 35min, o técnico Abel Braga retirou Christian e colocou Adriano Gabiru.

Aos 36min10seg, Ji-Paraná deu grande lançamento para Alexandre Pato, ele matou a bola na área e tentou colocar, mas a bola saiu ao lado em grande oportunidade de gol. Aos 36min30seg, um torcedor invadiu o gramado, mas foi detido pela Brigada Militar. O jogo ficou paralisado por pouco mais de 1min15seg.

A partida seguiu trepidante até os últimos minutos. Aos 44min20seg, Adriano Gabiru deu grande toque para Alexandre Pato na entrada da área. O atacante chutou forte, mas a bola bateu na zaga. Aos 46min15seg, Vargas rolou para Ji-Paraná, de fora da área, que concluiu muito alto. Trinta segundos depois, Índio deu grande arracanda pela direita e cruzou, mas ninguém conseguiu concluir. Aos 47min15seg, Ricardinho arriscou de fora da área mas Renan defendeu. Foi o último lance de perigo do confronto.

Com o apito final, a torcida do Glória comemorou, mesmo que o resultado tenha praticamente definido o rebaixamento da equipe para a segunda divisão. Com o empate, o Inter segue na luta pela classificação à próxima fase do Gauchão. O próximo confronto é no domingo, diante do Guarany, em Bagé.

?Tentamos fazer os gols, mas não conseguimos?, afirmou Adriano Gabiru na saída do jogo.

?O campo atrapalhou as duas equipes. O Inter é o time a ser batido. O Glória empatou em casa e comemorou para caramba. Agora temos que trabalhar para o próximo jogo em Bagé?, disse o goleiro Renan.

"Foi uma partida muito difícil, a qualidade do campo também prejudicou o desempenho", analisou o meio-campista Vargas.

"Tivemos dificuldades em acertar o último passe. Isso foi determinante no resultado. Sabemos que existe qualidade dentro do grupo, por isso temos que seguir trabalhando com entusiasmo. Tenho certeza que as coisas vão melhorar em breve", afirmou o centroavante Christian.

"A equipe não encontrou soluções para fazer o gol. O campo molhado tornou mais difícil a condução da bola. O empate transfere tudo para o jogo contra o Guarany de Bagé", projetou o vice-presidente de Futebol, Giovanni Luigi.

"Os atacantes não foram municiados na frente, temos que melhorar o último passe. O Glória também fez uma partida de muita aplicação, o que dificultou a ação do Inter. Mas não vamos desanimar. Temos um planejamento e vamos continuar trabalhando com dedicação", afirmou o presidente Vitorio Piffero.

"O Glória se fechou muito bem. Nosso objetivo era vencer para melhorarmos na tabela, mas não conseguimos furar o bloqueio. A bola até a intermediária chegou bem, mas faltou a finalização. Agora temos que vencer no domingo contra o Guarany", avaliou o técnico Abel Braga.

Glória (0): Douglas; Éder, Fabrício, William e Cristiano; Fernandão, Leandro (Fabinho), Itaqui (Monga) e Ricardinho; João Paulo e Tiago Duarte (Giovani). Técnico: Gilmar Iser.

Internacional (0): Renan; Ceará, Índio, Wilson (Rafael Santos, 29min1ºt) e Rubens Cardoso; Edinho, Vargas, Ji-Paraná e Fernandão (Alexandre Pato, 16min2ºt); Iarley e Christian (Adriano Gabiru, 35min2ºt). Técnico: Abel Braga.

Cartões amarelos: Ricardinho (G), Edinho, Índio, Rafael Santos (I). Arbitragem: Vinícius Costa, auxiliado por Vili Tissot e José Eduardo Calza. Local: Estádio Altos da Glória, emm Vacaria.


Outras notícias
Loja Virtual