16/09/2019

É semana de final!

Uma década depois, decidiremos a Copa do Brasil. Buscaremos o título, que não conquistamos há 27 anos. Jogando por uma história, de mais de um século. Contando com o apoio de nossa torcida, que estará em milhares no Beira-Rio, e aos milhões por Rio Grande, Brasil e Planeta. Nesta quarta-feira (18/09), contra o Athletico Paranaense, disputaremos os últimos 90 minutos do principal torneio eliminatório do país.

Não foi simples a caminhada até aqui. Disputando a Libertadores, entramos na competição nacional a partir das oitavas. Assim, para chegar à final passamos por três fases, jogadas contra uma trinca de campeões. Primeiro, superamos o Paysandu, vencedor da Copa Verde. Depois foi a vez do Palmeiras, dono do Brasileirão. Por fim, o Cruzeiro, bicampeão da Copa do Brasil.

Nos agregados, construímos os respectivos escores de 4 a 1, 1 a 1 - vitória por 5 a 4 nos pênaltis -, e 4 a 0. Nos classificamos virando, sofrendo, goleando e, principalmente, lutando, sempre ao lado de nossa torcida, presente tanto fora de casa, criando sucurssais do Beira-Rio pelo país, quanto no Gigante, alimentando um infernal rugir no número 891 da Padre Cacique.

Seja fora de casa...


... ou no Gigante, torcida colorada tem dado show na Copa do Brasil

Agora, chegamos para o capítulo final. Contra outro adversário que exige muito respeito. Precisando superar a desvantagem de 1 a 0 no jogo de ida. A receita para levantar o troféu? Repetir tudo o que fizemos nesta campanha. Na arquibancada, lotar estádio, cantar até ficar sem voz, contagiar o companheiro de setor. No campo, brigar por cada centímetro de grama, correr até a última gota de suor, vibrar da primeira bola à que encerra o jogo. Vamos juntos? Vamo, Inter!


Outras notícias
Loja Virtual