17/03/2007

INTER VENCE CLÁSSICO CONTRA O JUVENTUDE

O Internacional venceu o Juventude por 1 a 0 na noite deste sábado no Beira-Rio. Fernandão marcou o gol da vitória aos 34min10seg do primeiro tempo. Com o resultado, a equipe colorada subiu para 18 pontos e entrou na zona de classificação à próxima fase do Gauchão.


Fernandão (D) comemora o gol da vitória contra o Juventude (foto: Marcelo Campos/VIPCOMM)

Exatos três meses depois da conquista do Mundial Fifa no Japão, o desafio do Inter era grande. A começar pelo próprio Juventude, que não tomava gol há seis partidas e vinha de bons resultados. Já o time colorado buscava a reabilitação depois de três maus resultados pelo Gauchão e Libertadores.

Para isso, o técnico Abel Braga promoveu mudanças, principalmente no meio-campo e no ataque. No meio, entraram Vargas e Ji-Paraná para reforçar a marcação ao lado de Edinho. No ataque, Alexandre Pato e Christian formaram a dupla ofensiva com Fernandão atuando na articulação.


Alexandre Pato voltou ao time contra o Juventude

O time colorado tentava se movimentar com Vargas pela direita e Ji-Paraná pela esquerda, no meio, para achar espaços diante do Juventude, que se fechava com oito jogadores atrás. A 1min20seg, Ceará chutou de fora da área rasteiro para defesa de Michel Alves. Aos 8min, o juiz Leandro Vuaden errou grosseiramente ao não marcar falta clara em Alexandre Pato na meia-lua da área.

O Inter tinha a posse de bola pela maior parte do tempo, mas não conseguia criar chances, devido à falta de espaço. Aos 17min30seg, Radamés chutou de fora da área ao lado do gol. Aos 20min, o Inter respondeu com Christian arrematando na área por cima. Aos poucos, a pressão colorada aumentava, mas não gerava conclusões a gol.

Aos 28min50seg, o atacante do time caxiense Da Silva recebeu lançamento na área, mas Clemer conseguiu deter com boa saída do gol. O time colorado passou a criar mais quando Alexandre Pato saiu de trás e foi buscar espaços no meio e pelos lados. Foi assim, por exemplo, aos 29min20seg, quando Alexandre Pato cruzou na medida para Christian cabecear livre ao lado do gol, perdendo boa chance.


Fernandão (C) marcou o gol que garantiu a importante vitória no Gauchão

Aos 34min10seg, saiu o gol do Inter. Alexandre Pato recebeu na área, matou a bola, dividiu com o zagueiro e tocou para Fernandão. O capitão girou de pé direito e chutou no ângulo, marcando um belo gol. Foi o primeiro gol do meia-atacante na temporada e o 59º com a camisa colorada.

Aos 38min30seg, Fernandão (foto abaixo) cruzou da direita e Christian concluiu dividindo com a zaga para defesa do goleiro Michel Alves. Enquanto isso, Vargas se destacava na armação, distribuição e marcação. Aos 42min, Lauro pegou rebote e chutou ao lado do gol, assustando. Foi o último lance de perigo do primeiro tempo.

No intervalo entrou o atacante Tadeu no lugar do volante Lauro. A ordem era pressionar o Inter.

Na segunda etapa, o Inter ficou mais posicionado na defesa e buscou os espaços nos contra-ataques. Vargas seguia se destacando com muita garra e marcação no meio, ganhando aplausos da torcida seguidamente.

Aos 4min15seg, Hidalgo cobrou falta e Christian cabeceou ao lado do gol. Aos 9min10seg, Ceará cruzou, Alexandre Pato matou a bola e girou para fora. Aos 12min, o técnico Ivo Wortmann retirou o zagueiro Ricardo e colocou o ala Zé Rodolpho. Em seguida, aos 12min15seg, o Inter levou um grande susto. Depois de escanteio, Wescley cabeceou forte na trave.

Aos 13min10seg, Fernandão tocou para Christian na entrada da área para defesa de Michel. Aos 14min30seg, Ji-Paraná cobrou falta rasteira e o goleiro defendeu. Aos 19min, o técnico Abel Braga colocou Iarley no lugar de Christian, bastante aplaudido pela torcida. Com isso, Alexandre Pato passou a atuar como o atacante mais adiantado.

Aos 21min10seg, Edinho lançou para Alexandre Pato que cabeceou e o goleiro defendeu.

Aos 25min10seg, saiu Alex Alves e entrou Bruno. Aos 27min30seg, depois de cobrança de falta, Edinho cortou de cabeça, Clemer saiu do gol e se chocou com Edinho e a bola sobrou livre para Bruno, na pequena área, que chutou para fora, sendo pressionado por Hidalgo. Aos 32min, saiu Alexandre Pato e entrou Adriano Gabiru.


Iarley entrou no segundo tempo e mostrou muita disposição

Aos 33min30seg, Iarley chutou de fora da área e Michel Alves salvou para escanteio. Aos 34min5seg, Ji-Paraná cruzou da esquerda e Índio cabeceou ao lado do gol. Aos 42min, depois de falta, Da Silva cabeceou ao lado do gol, com perigo. Aos 44min, saiu Ji-Paraná, de boa atuação, e entrou Maycon para reforçar a marcação no meio. Nos últimos minutos, o Juventude buscou pressionar mais, mas o time colorado se defendeu bem e garantiu a vitória.

?O mais importante foram os três pontos?, avaliou Ceará.

?Fizemos um pacto para atuar hoje com muita garra e determinação. O Inter mostrou a metade, mas ainda falta muito?, afirmou Iarley.

?Fiquei feliz por ter agüentado grande parte do jogo?, disse Ji-Paraná.

?Estava um pouco chateado pela maneira como a gente estava jogando. O mais importante hoje foi a postura tática, que melhorou muito?, afirmou o capitão Fernandão, autor do gol.

"Cada jogador fez sua função em campo com precisão. O time jogou bem posicionado e não deu chance ao adversário. Todo mundo respondeu muito bem à pressão dos últimos dias", avaliou o técnico Abel Braga.

"Quero dar os parabéns para a torcida, que incentivou o time durante os 90 minutos. O grupo se comprometeu em conquistar esta importante vitória sobre o líder do nosso grupo", elogiou o presidente Vitorio Piffero.

Internacional (1): Clemer; Ceará, Índio, Wilson e Hidalgo; Edinho, Vargas, Ji-Paraná (Maycon, 44min2ºt) e Fernandão; Alexandre Pato (Adriano Gabiru, 32min2ºt) e Christian (Iarley, 19min2ºt). Técnico: Abel Braga.

Juventude (0): Michel Alves; Fabrício, Ricardo (Zé Rodolpho) e Wescley; Michel. Júlio César, Radamés, Lauro (Tadeu) e Márcio Azevedo; Da Silva e Alex Alves (Bruno). Técnico: Ivo Wortmann.

Gol: Fernandão (I), aos 34min10seg do primeiro tempo. Cartões amarelos: Wilson, Vargas, Edinho (I), Michel, Júlio César, Wescley (J). Renda: R$ 115.635,00.  Público: 12.580. Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Luiz Roberto Guaranha e Júlio César dos Santos. Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual