05/09/2019

Pós-jogo: confira os destaques da classificação colorada

Foi uma noite especial, com show dentro e fora de campo. Primeiro, um espetáculo da torcida colorada para receber a equipe em sua casa. Depois, ainda contando com o apoio do seu povo, o time treinado por Odair Hellmann teve uma atuação de luxo, demonstrando grande superioridade e goleando o Cruzeiro por 3 a 0, na noite desta quarta-feira (04/09), no Beira-Rio. Após carimbar o passaporte para a grande final da Copa do Brasil, jogadores, comissão técnica e diretoria falaram com a imprensa e repercutiram a classificação. Confira os principais trechos e assista as entrevistas coletivas do treinador e do vice-presidente de futebol, Roberto Melo.

Odair Hellmann:

"O torcedor pode ter certeza que a equipe vai dar mais do que o máximo. É um passo importante, mas não ganhamos nada."

"O torcedor eu respeito muito. É ele quem fez e fará esse Clube ser gigante como é."

"O Inter joga como campeão em todos os jogos, desde o primeiro em que estou aqui. Jogamos com raça, determinação, conceitos bem estabelecidos."

"Chegar à final é um campeonato. À decisão, é outro."

Roberto Melo:

"Parabéns ao torcedor, que mais uma vez veio e nos apoiou do começo ao fim. Aqui, a gente é muito forte, com o torcedor é mto difícil de nos ganhar aqui. Tínhamos convicção de que a gente faria um grande jogo, o time estava muito bem preparado. O sentimento é de satisfação."

"Trabalhamos muito para o Guerrero ficar à disposição para hoje, um trabalho de todo o departamento de futebol, do presidente, Conselho de Gestão e o próprio atleta. Foi fundamental, com dois gols, ajudando demais a equipe. E o Edenilson também foi decisivo mais uma vez. Ele tinha uma proposta irrecusável do exterior, mas conseguimos mantê-lo e tem sido muito importante."

Rodrigo Lindoso:

Paolo Guerrero:

Edenilson:

Caíco:

"Esse clube merece. Os jogadores, os torcedores, todos merecem. Precisa de muito trabalho e dedicação para chegar até aqui, e é o que estamos fazendo."

"Tem muita semelhança (com o time de 1992), o Inter é grande. Esses atletas merecem todo respeito, e a semelhança é entrar dentro de campo e lutar muito. Eles vêm fazendo isso muito bem."

Nonato:

"Odair é um cara sem palavras, ajuda todos os atletas. Desde que subi, vem me ajudando muito, dando confiança, passando experiÊncia. Só tenho a agradecer a ele"


Outras notícias
Loja Virtual