07/03/2007

INTER PERDE PARA A ULBRA

O Internacional foi derrotado pela Ulbra por 2 a 0 na noite desta quarta-feira no Beira-Rio em partida válida pela segunda rodada do returno do Grupo 1 do Gauchão. Os gols foram de Carlinhos e Jaques. Agora, o Inter tenta a recuperação diante do Santa Cruz, no próximo sábado, no Beira-Rio. A equipe colorada está a um ponto da zona de classificação.

O Inter entrou em campo precisando da vitória pra entrar na zona de classificação do Grupo 1 do Gauchão (os três primeiros avançam). Em quarto lugar antes da rodada, três pontos levariam o time a ultrapassar a própria Ulbra que tinha um ponto a mais.

Para vencer, o time contou com uma estréia bastante aguardada pelo torcedor: o centroavante Christian. Depois de ser liberado pela Fifa, o atacante pôde finalmente começar a jogar pelo Inter. O técnico Abel Braga definiu o time também com Rubens Cardoso na vaga de Hidalgo.

A torcida estava empolgada com a estréia de Christian e cantava ?Olelê, Olalá, o Christian vem aí e o bicho vai pegar?. Apesar do otimismo, o primeiro tempo foi complicadíssimo para o time colorado. A Ulbra veio com um esquema 4-5-1, com apenas Jaques no ataque, mas bem fechada atrás e com muita velocidade no contra-ataque principalmente com o lateral Barão e os meias Ricardinho, Alessandro e Flavinho que se soltavam da marcação e criavam problemas.

O Inter, por sua vez, tinha muita dificuldade para superar a defesa adversária. Tanto que o primeiro chute colorado só foi surgir aos 14min40seg em uma cobrança de falta de Ceará (foto ao lado), que Rafael defendeu. Antes disso, a Ulbra já havia feito um gol e criado outra boa chance.

A 1min45seg, Barão cruzou da direita e Alessandro cabeceou livre para boa defesa de Clemer. Aos 8min25seg, depois de cobrança de escanteio, o zagueiro Carlinhos cabeceou forte no alto para marcar o primeiro gol do time de Canoas.

Sem conseguir entrar na área, o Inter arriscava os chutes de média distância. Aos 15min15seg, Alex driblou e concluiu de fora da área para defesa de Rafael. Mas a Ulbra seguia perigosa no contra-ataque. Aos 19min25seg, Flavinho foi à linha de fundo, pela esquerda, e cruzou para Jaques chutar, de voleio. A bola bateu no travessão, nas costas de Clemer e entrou: 2 a 0.

Apesar do resultado bem adverso, o Inter tentou a reação. Aos 23min35seg, Alex concluiu de fora da área e Rafael defendeu. O centroavante Christian buscou as jogadas na entrada da área, fazendo a parede até receber faltas, que não foram aproveitadas nas cobranças para o gol.


Christian tenta o gol de bicicleta: atacante fez sua reestréia no Inter

Aos 30min, saiu Alex, sentindo a coxa, e entrou Adriano Gabiru. Três minutos depois, Adriano recebeu livre na área, avançou e concluiu para grande defesa de Rafael, mas o juiz anulou o lance por impedimento. Aos 36min15seg, Barão recebeu na entrada da área e chutou ao lado do gol. Trinta segundos depois, o Inter quase marcou um golaço: Rubens Cardoso cruzou da esquerda, Christian matou no peito e deu uma bicicleta. A bola subiu de mais, porém.


Rafael Santos salta para cabecear contra o gol da Ulbra

Aos 41min10seg, Ceará cobrou falta e Rafael Santos cabeceou forte para boa defesa de Rafael. No rebote, a zaga da Ulbra conseguiu afastar com um chutão. Aos 43min10seg, Índio tabelou com Fernandão e concluiu para nova defesa de Rafael. Foi o último lance de perigo da primeira etapa.  

No intervalo, o técnico Abel Braga retirou Iarley e colocou Jean, para atacar pela esquerda.

O segundo tempo foi um samba de uma nota só: o Inter atacando, insistindo, enquanto a Ulbra ficava com todos os jogadores da intermediária para trás em uma grande retranca.


Atacante Jean entrou no segundo tempo

A 1min45seg, Jean arrancou pela esquerda, driblou para o meio e concluiu rasteiro para defesa do goleiro Rafael. Em seguida, Ricardinho foi expulso por falta dura em Fernandão. A partir daí, a Ulbra ficou atrás de vez.

Aos 9min50seg, Adriano Gabiru recebeu cruzamento na área e foi derrubado por Carlinhos, mas o juiz Fabrício Corrêa não marcou a penalidade clara. Aos 10min10seg, Adriano Gabiru concluiu de fora da área por cima. Aos 13min30seg, o técnico Leandro Machado retirou o único atacante do time, Jaques, para a entrada do meio-campista Carlos Alberto: reforço para a retranca.

Aos 14min, saiu Ceará, com dores no tornozelo, e entrou Élder Granja. Aos 15min20seg, Adriano Gabiru recebeu cruzamento e cabeceou no travessão. No rebote, Careca salvou na pequena área.

O Inter pressionava, mas não conseguia furar o bloqueio. Aos 23min35seg, Índio chutou forte de fora da área e Rafael defendeu. Aos 25min, saiu Alessandro e entrou Tarciano na Ulbra. Aos 30min20seg, Índio recebeu na área e cruzou, mas Carlinhos salvou com o braço, mas o juiz, de novo, não marcou o pênalti. Dois minutos depois, Índio recebeu na área, driblou o zagueiro e chutou no corpo do zagueiro.

Aos 36min, saiu Flavinho e entrou Branquinho na Ulbra. Aos 36min25seg, Christian recebeu cruzamento e concluiu por cima, mas o juiz marcou impedimento. Aos 42min40seg, Granja avançou até a entrada da área e concluiu com força com perigo.

Nos últimos minutos, o Inter buscou pressionar, mas não foi feliz, enquanto a Ulbra se defendeu bem.

?A gente batalhou, mas infelizmente não deu nada certo?, avaliou o zagueiro Índio.

?Não foi bom em termos de resultado. A Ulbra jogou bem e mereceu a vitória?, afirmou o centroavante Christian.

?A gente sabe que errou bastante, mas o torcedor está com a gente. Vamos em busca da classificação?, disse Edinho.

"Não tivemos uma noite feliz. Mesmo com jogadores de boa estatura, não conseguimos levar vantagem na bola aérea. Mas não perco a confiança sobre meus jogadores. Desde o começo do ano falei que encontraríamos equipes dispostas a nos desbancar. É o preço que se paga por ser o melhor time do mundo", afirmou Abel Braga na entrevista coletiva após a partida.

Internacional (0): Clemer; Ceará (Élder Granja), Índio, Rafael Santos e Rubens Cardoso; Edinho, Wellington Monteiro, Alex (Adriano) e Fernandão; Iarley (Jean) e Christian. Técnico: Abel Braga.

Ulbra (2): Rafael; Barão, Marcão, Carlinhos e Émerson Ávila; Careca, Kel, Alessandro (Tarciano), Flavinho (Branquinho) e Ricardinho; Jaques (Carlos Alberto). Técnico: Leandro Machado.

Gols: Carlinhos (U), aos 8min25seg do primeiro tempo, Jaques (U), aos 19min25seg do primeiro tempo. Cartões amarelos: Ricardinho, Émerson Ávila, Marcão (U), Edinho, Rafael Santos (I). Expulsão: Ricardinho (U). Público: 19.388. Renda: R$ 112.012,00. Arbitragem: Fabrício Corrêa, auxiliado por José Franco Filho e Alexandre Kleiniche. Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual