19/06/2019

Em café da manhã com jornalistas, gestão apresenta números dos últimos anos


Evento realizado na Univeridade Colorada contou com transmissão ao vivo no Canal do Inter no YouTube

Na manhã desta quarta-feira (19/06), a gestão do Sport Club Internacional ofereceu um café da manhã para profissionais de imprensa, com o objetivo de apresentar os novos procedimentos que têm sido implantados no Clube, bem como expor os resultados financeiros obtidos nas recentes temporadas. O evento, que contou com transmissão ao vivo da TV Inter, foi pautado pela transparência, característica que serviu de norte para a diretoria nestes últimos dois anos e meio.

Minutos antes da abertura do evento, ocorrido na Universidade Colorada, o presidente Marcelo Medeiros concedeu entrevista exclusiva para a TV Inter, na qual destacou a satisfação em receber, pela segunda vez em sua gestão, jornalistas para a apresentação dos números do Clube. Ressaltou ainda a diferença entre o quadro denotado em janeiro de 2017, e o atual, que mostra um Inter fortalecido dentro e fora de campo, reflexo da coragem daqueles que têm capitaneado o Clube do Povo nos últimos anos.

Foi também o presidente quem fez a primeira fala junto aos convidados, lembrando que os números que estavam para ser anunciados foram os mesmos apresentados para o Conselho Deliberativo na última segunda-feira (17/06), em sessão que contou com transmissão exclusiva para sócios e sócias no site do Inter. Marcelo Medeiros fez questão de ressaltar que os bons resultados que vêm sendo alcançados dentro de campo, com o Inter fechando primeiro semestre da atual temporada entre os quatro primeiros no Brasileirão, classificado às quartas de final da Copa do Brasil, e garantido nas oitavas da Libertadores, competição na qual o Colorado é terceiro na classificação geral; são reflexo do trabalho realizado internamente em todas as áreas do Clube do Povo.


Presidente Marcelo Medeiros na abertura do evento

Na sequência, o vice-presidente de administração e finanças, Alessandro Barcellos, definiu o processo de reorganização financeira pelo qual o Inter vem passando como uma caminhada longa, que já ofereceu sinais positivos nos mais diversos setores. Assim, cedeu a palavra a Giovane Zanardo, diretor executivo de finanças, que ressaltou como um setor financeiro, em um clube de futebol, precisa caminhar em cosonância com os resultados alcançados dentro das quatro linhas, uma vez que, ao mesmo tempo que se faz necessário manter as contas em dia, uma economia consistente não é o bastante se a instituição não atingir os objetivos traçados. Neste sentido, o grande objetivo do Inter pode ser entendido como a busca pelo equilíbrio financeiro operacional.


Vice-presidente de administração e finanças, Alessandro Barcellos

Giovane relatou que, mesmo com um início de gestão marcado pelo cenário negativo de disputa da Série B, a arrecadação de 2017 já apresentava o potencial de um clube capaz de se reestruturar financeiramente, através, especialmente, da força de sua apaixonada torcida e seus milhares de associados. Foi neste contexto que o ano passado, apesar de não contar com arrecadação de luvas televisivas nem com valores expressivos fruto de negociação de atletas, teve como receita bruta os mesmos R$ 293 milhões de 2016.

Foi apresentado comparativo financeiros das últimas três temporadas

No âmbito dos resultados finais, o ano de 2017 foi finalizado com um esperado déficit, consequência das comprometidas finanças e escassos recursos. A temporada seguinte, em contrapartida, apresentou números mais significativos, com a redução do déficit de R$ 62 milhões para a casa dos R$ 9 milhões. Valor ainda distante do ideal, diga-se, mas que atesta uma transição bem conduzida, atendendo a um planejamento traçado para o médio e longo prazo.

Dando continuidade a esta crescente, o primeiro quadrimestre de 2019 é encerrado com o maior quadro social da história do Internacional, e a menor inadimplência já registrada pelo Clube, o que se reflete em mais dinheiro no caixa e um apoio cada vez maior nas arquibancadas do Gigante. Como resultado, as receitas foram incrementadas, inclusive superando o que fora planejado no início do ano, graças, também, a arrecadação com os jogos e a participação do Inter em competições de prestígio desde os primeiros meses da temporada.

Concluindo sua participação, Giovane resumiu o cenário financeiro do Sport Club Internacional. "A situação nos impõe vários desafios, que continuamos enfrentando no dia a dia, e por isso estamos melhorando. Sabíamos, desde 2017, que não seria uma tarefa fácil, que precisaria ser melhorada no médio e longo prazo. Precisaríamos de um tempo de transição, e continuamos acreditando nisso. É verdade que os números são bons, mas de forma alguma nos permitem descansar. Ao contrário, nos instigam a melhorar ainda mais o que já atingimos."

Giovane Zanardo, diretor executivo de finanças

Encerrada a apresentação do setor de finanças, Luciano Elias, diretor executivo de administração, deu início a sua fala. O diretor colorado fez questão de destacar os avanços obtidos nos últimos anos, consequência da implementação tanto de práticas já consagradas no mercado, quanto inovações de vanguarda, inéditas no futebol brasileiro, e que comprovam a vocação pioneira do Clube do Povo.

Luciano apresentou as melhorias vivenciadas nos mais diversos setores do clube, todas pautadas pela busca de uma maior economia e atendendo às melhores práticas possíveis, incluindo a busca por máxima sustentabilidade. Com esta visão, foram conduzidas mudanças na área do estacionamento, nas eleições coloradas, no trato dispensado aos profissionais autônomos, no setor de compras, e na própria gerência do Beira-Rio em datas com eventos, além de estarem previstos avanços nos serviços disponibilizados para a torcida via site e app.

O diretor executivo de administração colorado salientou, no fechamento de sua participação, a importância das melhorias colocadas em prática, mesmo que, muitas vezes, estas não cheguem ao conhecimento do grande público. "Estes avanços são coisas que muitas vezes não são percebidas, mas que servirão de esteio e alicerce para que o clube possa avançar na construção de inovações que possam ter impacto visível e sirvam de pontes para avanços futuros."

Luciano Elias, diretor executivo de administração

Encerrando a apresentação, o 1º vice-presidente do Clube, João Patrício Hermann, evidenciou a importância dos resultados obtidos nestes últimos dois anos e meio. Nas palavras do vice-presidente, "um futebol vencedor passa por uma gestão vencedora. Os triunfos na quatro linhas exigem uma estrutura capacitada no interior do clube. Seguiremos buscando resultados tanto dentro, quanto fora de campo". Terminada sua fala, o microfone foi aberto para as perguntas dos jornalistas presentes.


João Patrício Hermann (D), 1º vice-presidente do Clube

carregando galeria...


Outras notícias
Loja Virtual