28/02/2007

LIBERTADORES: ALEXANDRE PATO BRILHA E INTER GOLEIA

O Internacional goleou o Emelec por 3 a 0 na noite desta quarta-feira (28/02) no Beira-Rio em partida válida pela segunda rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores da América. Os gols foram marcados por Perdigão, Índio e Alexandre Pato, que marcou um golaço e ainda deu um passe para outro gol. Com o resultado, o time colorado subiu para a terceira colocação com três pontos, ficando um ponto atrás dos líderes Nacional e Vélez.


Pato foi brilhante na sua estréia no Beira-Rio

O time colorado foi a campo com a necessidade de vitória depois da estréia com derrota para o Nacional. Para isso, o técnico Abel Braga escalou um time com características mais ofensivas. No lugar de Wellington Monteiro, que cumpriu suspensão automática, entrou Perdigão, um volante com bom passe para furar o forte esquema de marcação dos equatorianos. O treinador do Emelec, Carlos Torres, definiu a equipe com três zagueiros, seis jogadores no meio-campo e apenas o atacante Moralez na frente.

O Inter apresentava uma novidade muito esperada pelo torcedor: a estréia do atacante Alexandre Pato no Beira-Rio. O jogador atuou na função mais avançada do ataque, bem centralizado, para receber os lançamentos e cruzamentos e arrematar para o gol. E Pato foi bem acionado. Teve pelo menos cinco oportunidades de concluir, mas a bola não entrou no primeiro tempo.


Alexandre Pato atuou pela quinta vez no time principal e marcou seu quarto gol

Apesar do esquema defensivo, o Emelec deu um grande susto bem cedo. Logo aos 50 segundos, Morales entrou livre na área, tentou encobrir Clemer, mas índio salvou na pequena área. O Inter respondeu aos 3min20seg quando Perdigão fez bom lançamento para Pato, em velocidade, mas o goleiro Elizaga salvou com os pés. Na seqüência do lance, a bola foi cruzada para a área e Alexandre concluiu de primeira por cima.

O Inter tentava se aproveitar da linha de impedimento que a zaga adversária tentava fazer. Foi o que ocorreu aos 12min10seg, quando Iarley arrancou pela esquerda livre, entrou na área e cruzou para Alexandre chutar de primeira por cima. O volante Perdigão buscava os lançamentos e passes aproveitando a linha de impedimento dos equatorianos.

Aos 15min25seg, depois de cobrança de falta ensaidada, a bola foi chutada por Carlos Caicedo para o gol e Perdigão salvou em cima da linha. Na seqüência do lance, a bola sobrou para Caicedo cabecear e Clemer fazer grande defesa. O time colorado quase marcou aos 20min50seg com Hidalgo cruzando da esquerda, Elizaga soltando a bola na direção de Fernandão, que por pouco não alcançou.


Perdigão está chutando para abrir o placar contra o Emelec

Aos 22min40seg, Alexandre Pato foi lançado e concluiu de primeira para fora. Aos 26min, o gol colorado. Hidalgo cruzou da esquerda, Carlos Quiñonez afastou de cabeça, mas a bola sobrou para Perdigão na meia-lua chutar de primeira, com estilo, no canto: 1 a 0. Depois de 83 jogos, foi o primeiro gol de Perdigão com a camisa do Inter.

Com o gol, o time colorado passou a dominar mais a partida. Aos 28min15seg, Iarley cruzou da direita e Fernandão cabeceou por cima. Aos 36min20seg, Hidalgo cobrou escanteio e Alexandre Pato arrematou para defesa de Elizaga. Aos 39min40seg, o Inter perdeu grande chance: Perdigão deu ótimo lançamento para Alex, que entrou na área e tocou na saída de Elizaga. A bola passou a centímetros do gol. Foi o último lance de perigo do primeiro tempo.


Grupo comemora gol marcado por Perdigão, o primeiro do volante pelo Inter

No intervalo, saiu Geovanni Caicedo e entrou o atacante Rodriguez para deixar o time mais ofensivo.

Se no segundo tempo Alexandre Pato não havia tido muita sorte nas conclusões, no segundo, brilhou. E muito. Deu um passe perfeito para um gol e marcou um golaço antológico. 

A 1min30seg, Alexandre Pato foi lançado, ganhou em velocidade e chutou no canto. O goleiro Elizaga fez grande defesa e a bola saiu por muito pouco. O juiz, porém, marcou impedimento inexistente do atacante colorado.


Índio (C) está subindo para marcar o segundo gol do Inter

Aos 10min20seg, Índio roubou a bola na raça na entrada da área equatoriana e tocou para Alexandre Pato, que entrou na área, driblou o goleiro em direção à linha de fundo, parou, olhou e cruzou na medida na cabeça de Índio na pequena área: 2 a 0. Aos 15min, Morales entrou na área e chutou cruzado para defesa de Clemer. 30 segundo depois, Marco Quiñonez concluiu por cima.

Aos 19min, Alexandre Pato recebeu lançamento em velocidade e iria entrar na área, quando o juiz anulou por impedimento errado novamente. Dois minutos depois, Alexandre Pato fez lance de gênio. Driblou um zagueiro na intermediária, pelo lado esquerdo, ganhou em velocidade, parou, driblou o zagueiro de novo, carregou a bola até a entrada da área e concluiu de pé direito com categoria no cantinho do goleiro. Um golaço!!! No mesmo lance, Alexandre Pato mostrou habilidade, velocidade e precisão.

Logo em seu primeiro jogo no Beira-Rio, Alexandre Pato marcou o seu primeiro gol. Em cinco jogos como profissional, quatro gols. Números fenomenais! Se o técnico do Emelec, Carlos Torres, não conhecia Alexandre Pato como afirmou antes do jogo, passou a ficar conhecendo.


Alex foi substituído por Maycon no segundo tempo

Aos 23min, começaram as modificações nos dois times. Primeiro saiu Alex para a entrada de Maycon. Dois minutos depois, entrou Arroyo no lugar de Hernandez. Ao mesmo tempo, Alexandre Pato deixou o campo para a entrada de Adriano. O jovem atacante colorado foi aplaudido pelo estádio inteiro e recebeu um abraço forte do técnico Abel Braga. Aos 31min, Índio foi substituído por Wilson, que assim estreou em Copa Libertadores. Um minutos depois, Ladines substituiu Morales na última tentativa do Emelec.

A partir daí, o jogo perdeu um pouco de ritmo, sem grandes chances para ambos os lados. Aos 36min45seg, Maycon chutou de fora da área na rede pelo lado de fora.

Depois disso, o time colorado tocou bem a bola, defendeu-se bem e garantiu a vitória. Com o resultado, o Inter subiu para a terceira colocação no grupo 4 com três pontos, ficando a um ponto de Vélez e Nacional, que lideram.

"Tive a felicidade de fazer o gol para essa torcida maravilhosa que merece?, festejou Alexandre Pato na saída do campo.

?Foi um início maravilhoso em casa. O time está de parabéns pela determinação e por ter feito tudo o que o técnico combinou com a gente?, afirmou o zagueiro Índio, que já marcou nove gols com a camisa colorada.

?A equipe foi guerreira, mas não foi brilhante. No início tivemos dificuldades, mas depois as qualidades individuais prevaleceram. O que voltou foi o espírito de Libertadores. Já estamos a um ponto dos líderes", analisou o técnico Abel Braga.

"Hoje mostramos o espírito de Libertadores. A torcida também jogou junto com o time. Estão todos de parabéns", elogiou o presidente Vitorio Piffero.

Internacional (3): Clemer; Ceará, Índio (Wilson, 31min 2ºt), Rafael Santos e Hidalgo; Edinho, Perdigão, Alex (Maycon, 23min 2ºt) e Fernandão; Alexandre Pato (Adriano, 25min 2ºt) e Iarley. Técnico: Abel Braga.

Emelec (0): Elizaga; Geovanni Caicedo (Rodriguez), Dorozo, Marco Quiñonez; Carlos Quiñonez, Jaime Caicedo, Rivera, Hernandez (Arroyo), José Quiñonez e Estácio; Morales (Ladines). Técnico: Carlos Torres.

Gols: Perdigão (I), aos 26min do primeiro tempo, Índio (I), aos 10min20seg do segundo tempo, Alexandre Pato (I), aos 21min do segundo tempo. Cartões amarelos: Jaime Caicedo, José Quiñonez, Morales, Corozo (E). Arbitragem: Rubén Selman (Chile), auxiliado por Manuel Rodriguez (Chile) e Sérgio Román (Chile). Público Total: 34.327. Renda: R$ 782.341,00. Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Alexandre Lops


Outras notícias
Loja Virtual