12/01/2018

Do Celeiro de Ases para o grupo principal: Ronald, Marcinho e Fernandinho valorizam oportunidade na Pré-Temporada


Oriundos do Celeiro de Ases, Ronald (E), Marcinho (C) e Fernandinho (D) estão ganhando chance no time profissional

A entrevista coletiva após o treino da manhã desta sexta-feira (12/01) foi concedida por atletas que vieram diretamente do Celeiro de Ases, a base do futebol colorado. O meia Fernandinho e os atacantes Marcinho e Ronald responderam às perguntas da imprensa na sala de coletivas do estádio Beira-Rio. Os atletas falaram sobre o sonho de jogar no Inter e ter a oportunidade de deixar seu nome eternizado no Gigante. Além disso, elogiaram a atenção e o apoio que têm recebido dos jogadores mais experientes, como é o caso do capitão D’Alessandro. Por fim, trataram da importância do trabalho feito na base colorada. Confira alguns trechos da entrevista: 

Ronald, atacante do Inter

“Estou acostumado a jogar nas duas pontas. Ano passado também joguei como meia no Campeonato Brasileiro Sub-20, então não tenho dificuldade nestas posições. Qualquer uma que me colocarem eu estou disposto”. 

"Cheguei muito novo no Inter, em 2010, então estou vivendo um sonho. Também estou aprendendo com cada um dos johadores mais experientes.  Espero ajudar e me afirmar no grupo. Só tenho a agradecer a todos pela confiança e por poder mostrar meu trabalho no dia a dia".

“Minha cabeça está focada aqui no Inter, então primeiro eu quero fazer história neste clube maravilhoso que sempre me apoiou. Daqui um ano quero estar aqui de novo fazendo a pré-temporada.”

"Na base sempre falam para ter a cabeça no lugar. Querem formar não só o atleta, mas também um homem, então isso dá mais tranquilidade para a gente chegar aqui com a cabeça no lugar, procurar trabalhar a cada dia mais para evoluir". 

Fernandinho, meia do Inter

“Tenho facilidade nas duas posições, tanto no meio, como falso centroavante, e também na ponta. Acho que foi uma boa experiência ter jogado nesTas posições lá na base. Agora é trabalhar, focar e pensar no objetivo final”.

"Também estou vivendo um sonho. Ano passado também tive o privilégio de subir (para o time profissional), estar com o grupo, treinar e ir para jogo. Foi uma experiência muita boa. Hoje estou aqui, estou feliz, estou tendo o privilégio de jogar, de participar da pré-temporada. Espero ter um bom ano, focar e ajudar a todos da equipe e ter uma experiência boa com eles".

“Ajuda muito contar com a experiência dos companheiros. Até porque viveram momentos bons, momentos ruins, então isso eles nos mostram e eu acho isso muito gratificante. Poder ter espelhos como o Roger, D’Alessandro e Damião. O que eles passam para a gente é super importante e a gente procura sempre estar fazendo o melhor, estar sempre focando, sempre escutando, para levar para frente”. 

“Primeiro eu agradeço por estar aqui. Quero poder conquistar muita coisa aqui, fazer história, trabalhar muito. O futuro só pertence a Deus. Daqui um ano eu não sei onde eu vou estar, mas esse ano eu quero focar, quero ajudar o Inter e ajudar essa torcida que merece tanto”.  

Marcinho, atacante do Inter

"Estou muito feliz de retornar ao Inter. A cada dia procuro me enturmar, pegar experiência e vou estar sempre disponível para quando precisar de mim estar preparado". 

“Estou feliz aqui no Inter. Espero fazer uma boa temporada e espero entrar para a história do Clube, dando o meu melhor sempre".

“Todo mundo está nos ajudando, todos os jogadores: Roger, Damião, D’Alessandro procuram estar sempre conversando com a gente. Vamos buscando informações sobre o que a gente precisa para alcançar o melhor desempenho. Temos que nos espelhar nos mais velhos, nos que têm mais experiência, mais anos de clube. Está sendo uma boa pré-temporada e eu acho que esse ano de 2018 vai ser maravilhoso para o Inter”. 

"Na base a gente trabalhava muito porque sabia que acaba chegando a nossa hora, o nosso momento. Estamos nos sentindo em casa, porque a gente já é da base do Inter".


Outras notícias
Loja Virtual