21/11/2006

INTER NO RITMO DO JAPÃO

O Internacional já está vivendo o clima do Mundial do Japão. Na tarde desta terça-feira, os jogadores tiveram a oportunidade de treinar com a bola oficial da competição que será disputada no continente asiático a partir do próximo dia 10 de dezembro. Além disso, o grupo colorado assistiu a uma palestra com dicas sobre a conduta a ser adotada no Japão.


Adriano (E) treina com a bola oficial do Mundial

O grupo colorado vive intensamente a expectativa pela estréia na maior competição interclubes do futebol mundial, marcada para o dia 13 de dezembro, contra o vencedor do confronto entre Al-Ahly, do Egito, e Auckland, da Nova Zelândia, em Tóquio. Apesar de ainda restarem dois jogos no Brasileirão (contra Palmeiras e Goiás), o foco do Inter está totalmente voltado para a disputa no Oriente. "Ainda temos compromissos pelo Brasileirão, mas é inegável que estamos em franca preparação para o Mundial", afirnou Abel.
 
Atenta a todos os detalhes, a comissão técnica colorada tem fornecido diversos esclarecimentos aos jogadores sobre a jornada no Oriente. Uma palestra com o ex-jogador e auxiliar técnico do Paulista de Jundiaí, Wagner Lopes (foto ao aldo), realizada antes do treino desta terça-feira, serviu para orientar o grupo colorado sobre alguns procedimentos básicos que devem ser adotados durante a estadia no Japão. Lopes tinha 17 anos quando foi jogar futebol no país asiático. O sucesso do centroavante foi tanto que ele acabou naturalizando-se japonês. Em 1998, Lopes defendeu o Japão na Copa do Mundo da França. "Vivi muita coisa no Japão e aprendi muito sobre as tradições e a cultura local. Tentei passar um pouco disso aos jogadores do Inter, pois será útil durante o Mundial", afirmou o palestrante.
 
Lopes alertou para a importância do Inter estabelecer uma boa relação com a mídia local. Dessa maneira, o clube colorado poderá despertar a simpatia dos japoneses, tradicionais amantes do futebol. Segundo o palestrante, a semelhança das cores do Japão com as do Inter também é um ponto positivo que pode ser explorado na captação de torcedores durante a disputa do Mundial. "Os japoneses poderão se identificar com o Inter, pois o vermelho e branco é cativante para eles", analisa o ex-jogador, que será comentarista de uma televisão japonesa durante o Mundial.
 
Jogadores conhecem a bola do Mundial


Ceará (E) treina coma bola oficial do Mundial

O treino coletivo orientado pelo técnico Abel Braga na tarde desta terça-feira no gramado suplementar do Beira-Rio teve um atrativo especial. Pela primeira vez os jogadores treinaram com a bola que será utilizada no Mundial do Japão. "O contato ainda foi pequeno, mas deu para perceber que é uma bola muito veloz. Ela não pega tanto efeito e flutua mais do que as outras", analisou o lateral Ceará. O goleiro Renan compartilhou da opinião: "É uma bola bem mais rápida, que demora mais para cair. Mas como qualquer bola, tem vantagens e desvantagens. É uma questão de adaptação", resumiu. Abel também fez sua análise: "Não chutei a bola, mas pelo que vi, não dá para colocá-la muito à frente na hora do passe. O passe tem que ser no pé do companheiro, pois ela é muito veloz", avaliou.


Inter já dispõe da bola oficial do Mundial Fifa

Adaptação ao Japão
 
Abel antecipou algumas medidas que serão adotadas a partir da próxima semana para ajudar os jogadores na adaptação ao fuso horário do Japão, que é de doze horas a mais em relação ao horário de Brasília. Os treinos da tarde iniciarão mais tarde no Beira-Rio, a partir das 16h30min, de modo que os jogadores possam dormir depois do almoço. "Dessa maneira poderemos simular o horário de sono lá no Japão. Vamos instruir os jogadores para eles irem entrando neste novo sistema", afirmou Abel. 

Titulares contra o Palmeiras


Elder Granja deve ser a novidade contra o Palmeiras

Ao final do treino desta terça-feira, Abel antecipou que utilizará o time titular contra o Palmeiras - no próximo domingo, em São Paulo, pela penúltima rodada do Brasileirão. O lateral Elder Granja, recuperado de lesão, deve ocupar o lugar de Ceará, que foi expulso contra o Paraná. "Não vou presevar nenhum jogador. Vou colocar em campo o que tiver de melhor", afirmou Abel. O Inter treinará em dois turnos nesta quarta-feira.
 
Alex em plena recuperação
 
O meia Alex segue se recuperando das entorses sofridas na partida contra o Fortaleza, no dia 11 de novembro. O jogador permanece realizando fisioterapia, mas deve voltar aos treinos físicos já nos próximos dias. Com isso, o jogador tem plenas chances de atuar no Mundial, em dezembro. O meia Pinga, por sua vez, sentiu uma lesão muscular e foi vetado pelo departamento médico para a disputa no Japão. O jogador precisa de, pelo menos, 20 dias de tratamento, o que dificultaria seu aproveitamento no Mundial.

Fotos: Daniel Boucinha


Outras notícias
Loja Virtual