19/07/2003

INTER REENCONTRA A VITÓRIA

Colorado venceu fácil o Figueirense por 3 a 0, na noite deste sábado, no estádio Beira-Rio.

   O Internacional jogou um bom futebol e venceu o Figueirense por 3 a 0, na noite deste sábado, no Beira-Rio. Com a vitória, o Colorado passou a ocupar, pelo menos até o final da rodada, a quarta posição na tabela do Brasileirão, com 34 pontos.

   Foi uma partida para trazer de volta a confiança no time colorado. O Inter jogou um futebol objetivo e não encontrou dificuldades para derrotar o Figueirense. A vitória foi construída na primeira etapa, onde a equipe colorada teve um ótimo desempenho.

   Logo aos 15 minutos, Cleiton Xavier abriu o placar, depois de uma bela tabela entre Sangaletti e Daniel Carvalho. O Inter manteve a pegada atrás do segundo gol. Aos 23, Diego sofreu pênalti, mas Daniel Carvalho desperdiçou.

    Momentos depois de cobrar a penalidade, o meia colorado sentiu uma lesão muscular (leia matéria no site) e deixou o campo para a entrada de Jéfferson Feijão. As 35, o próprio Feijão recebeu uma bola do estreante Bolívar e chutou forte para ampliar. 2 a 0.

   Aos 40, Feijão invadiu a grande área, e ao tentar passar por quatro marcadores, foi derrubado. Novamente pênalti, que Gavilán converteu com seu estilo: uma bomba no canto direito, indefensável.

   No segundo tempo, o Inter diminuiu o ritmo e passou a administrar a goleada. As duas equipes pouco criaram, e o jogo acabou mesmo no 3 a 0. O desmpenho do time agradou ao técnico Muricy Ramalho, que fez questão de ressaltar a garra dos jogadores em campo: "Corremos muito para conseguri este placar. A marcação foi muito forte sobre o Figueirense, este foi o nosso maior mérito", afirmou.

   Muricy também elogiou a atuação do ala-direito Bolívar, que estreou com muita qualidade no time colorado. "Ele jogou com personalidade. Teve tranqüilidade e se posicionou bem em campo", observou o técnico. Na próxima quinta-feira, o Colorado enfrenta o Flamengo, no Maracanã.

INCENTIVO

   A torcida colorada presente no estádio Beira-Rio deu um show de incentivo ao time colorado. Nos instantes finais da partida, um inflamado coro surgiu das arquibancadas, quando a maioria dos torcedores começaram a exaltar o nome do goleiro Clemer. A manifestação foi uma espontânea forma de apoiar o jogador, que foi severamente criticado por sua atuação na partida contra o Atlético-MG. Clemer, que praticamente não foi exigido no jogo de hoje, ficou emocionado com a atitude da torcida: "Foi muito emocionante para mim. Vou me doar mais ainda pelo Inter", prometeu o capitão colorado.

INTER: Clemer, Sangaletti, Fernado Cardozo (Júnior Paulista) e Vinícius; Bolívar, Gavilán, Geninho, Cleiton Xavier e Ismael; Daniel Carvalho (Jéfferson Feijão) e Diego (Luciano Valente). Técnico: Muricy Ramalho.

FIGUEIRENSE: Édson Bastos, Pedro, Márcio Goiano e Cléber, Triguinho, Carlos Alberto, Bilu, William e Luís Fernando (Luciano Sorriso); Edmilson (Felipe Oliveira) e Léo Macaé (Danilo). Técnico: Artur Neto.

PÚBLICO: 13.768 RENDA R$ 91.036,00 ÁRBITRO: Rodrigo Martins Cintra (SP)


Outras notícias
Loja Virtual