27/01/2017

Nos pênaltis, Inter vence o Palmeiras e vai à final da Copa Santiago

Após 0 a 0 no tempo normal, Sub-17 venceu o Palmeiras nos pênaltis (Fotos: Ieda Beltrão)

A luta pelo 14º título da Copa Santiago continua para o Celeiro de Ases. Em um duelo recheado de emoção, o Inter bateu o Palmeiras nos pênaltis por 5 a 4, após empate em 0 a 0 no tempo normal, na noite desta sexta-feira e garantiu uma vaga na final da competição. O jogo foi disputado no Estádio Alceu Carvalho. O Sub-17 chega a decisão com uma campanha de 4 vitórias, dois empates, dez gols marcados e seis sofridos. Na final, que será disputada neste sábado (28/01), às 19h, o Internacional encara o Grêmio, que eliminou o Tubarão na outra semifinal. 

O técnico Fabio Matias mandou a campo os seguintes jogadores: Emerson Júnior, Bruno Fuchs, Volnei e Francisco (Cassio depois Felippe Vargas); Leandro Cordova, Juliano, William (Da Silva), Brenner, Richard e Leocovick; Jonathan (Lucas Henrique).

O jogo

Inter lutará pelo 14º título no torneio

A equipe alvi-verde tomou a iniciativa na primeira etapa. Com uma marcação alta e bastante pressão saída de jogo, o Palmeiras dificultava as ações do Inter. Aos 9 minutos, Fernando escapou em velocidade e finalizou com perigo à direita de Emerson. Aos poucos, o Colorado começou a equilibrar o duelo e chegar ao ataque. Aos 19, Brenner aproveitou uma falha da defesa, invadiu a área e bateu cruzado, mas goleiro fez boa defesa.

Na segunda metade do primeiro tempo, o jogo emparelhou de vez e ambos os times tiveram oportunidade de abrir o placar. Os paulistas chegaram aos 22 minutos, quando Airton dominou na grande área, arrematou e Emerson espalmou para escanteio. Aos 26, Patrick cobrou falta frontal e Emerson segurou firme. Um minuto depois, foi a vez do Inter assustar em um chute de longa distância de Cassio, que parou em Mateus. Aos 30, Juliano experimentou de fora e goleiro Mateus salvou o Palmeiras. Quando a primeira etapa se encaminhava para o final, os paulistas tiveram um jogador expluso por uma agressão em Juliano.

Com um jogador a mais, o Inter saiu mais para o ataque no segundo tempo, enquanto o Palmeiras se fechou e apostava nos contra-ataques em velocidades para chegar ao gol. Aos 2 minutos, Jonathan recebeu na área e mandou na rede pelo lado de fora. Aos 17, Leandro Cordova escapou da marcação, bateu e carimbou a trave. Apesar da superioridade numérica e do maior volume de jogo, o Colorado não conseguiu furar o bloqueio dos palmeirenses e a decisão foi para os pênaltis.

Nas penalidades, Juliano, Volnei, Richard e Da Silva anotaram para o Inter, enquanto Brenner parou no goleiro Mateus. O Palmeiras também converteu quatro cobranças e viu Emerson defender o chute de Lacerda. Nas alternadas, Felippe Vargas marcou para o Colorado e Emerson defendeu o arremate de Geovane, carimbando o passaporte do Sub-17 para a decisão.


Outras notícias
Loja Virtual