20/01/2017

Daniel Pavan: 'Uma satisfação de ver reconhecido o nosso trabalho'

A escola de goleiros do Inter se destaca no cenário nacional desde os anos 70 com a convocação de Manga para a Seleção Brasileira. Desde lá, outros arqueiros colorados são reconhecidos, mas atualmente, o destaque é ainda maior com quem veste a camisa 1 do Internacional. Após Alisson assumir a titularidade do Brasil, agora é a vez de Danilo Fernandes vestir a amarelinha, os dois sob o comando do preparador de goleiros Daniel Pavan.


Daniel Pavan e Danilo Fernandes comemoram a convocação para a Seleção (Foto: Ricardo Duarte)

Oriundo da base colorada, Daniel Pavan, desde janeiro de 2015 é o principal treinador de goleiros do Clube. Com a convocação do goleiro Danilo Fernandes para a disputa do amistoso contra a Colômbia, na próxima quarta-feira (25/01), ele se mostrou orgulhoso. “Uma satisfação de ver reconhecido o nosso trabalho. Sabemos que o Brasil está muito bem servido de goleiros na posição, concorrência muito grande. Isso nos deixa mais feliz ainda em saber que nosso trabalho está sendo reconhecido e dando frutos”, disse o preparador.

Com grandes resultados em tão pouco tempo, Pavan mantém o que levou Alisson ao topo e que agora fez o novo camisa 1 colorado chegar à Seleção Brasileira. “Vimos dando continuidade nesse trabalho que deu certo com o Alisson. O Danilo já vinha apresentando uma ótima performance lá no Sport e manteve o nível aqui no Inter, aprimorando algumas coisas que achávamos que ele poderia crescer. Isso nos dá a certeza, cada vez mais, que estamos no caminho certo”, afirmou.


Pavan foi um dos responsáveis pela vinda do goleiro paulista (Foto: Ricardo Duarte)

A convocação de Danilo Fernandes atinge também os outros goleiros do grupo colorado, servindo de motivação para Marcelo Lomba, Keiller e Daniel seguir os passos do atual titular da meta vermelha e branca. “Sempre cito o Danilo e Lomba como os goleiros mais experientes, eles puxam o trabalho para cima e são exemplos para os mais novos. Além de ótimos goleiros, são grandes profissionais e a ida do Danilo para a Seleção abre espaço para quem está aqui atuar e mostrar o seu trabalho”, comenta.

O jogo entre Brasil e Colômbia será disputado por atletas que jogam em seus respectivos países, assim, num primeiro momento, Alisson e Danilo não se encontrarão defendendo a Seleção. Mas Pavan já projeta uma grande disputa com os dois goleiros que passaram pelos seus treinamentos. “Mais orgulho ainda em saber que goleiros que trabalharam com a gente estão lá tendo essa disputa. Todos que estão lá terão a chance de se manter e mostrar trabalho na Seleção. Espero que na próxima convocação possam estar Alisson e Danilo juntos e será um orgulho e uma satisfação muito grande para nós”, concluiu o preparador, que desde 1995 faz parte do Clube atuando nas escolinhas.


Outras notícias
Loja Virtual