05/11/2016

Inter B é campeão da Copa José Luiz Barreto

Inter B conquistou o título da Copa José Luiz Barreto (Fotos: Leonardo Fister)

É Campeão! Jogando no CT de Alvorada, o Inter B venceu o Bagé por 1 a 0 na manhã deste sábado e conquistou o título da Copa José Luiz Barreto. Como já havia vencido o jogo de ida por 3 a 1, o Colorado podia empatar ou até mesmo perder por 2 a 0, que ainda assim ficava com o caneco. O gol do título foi marcado por André aos 38 minutos do segundo tempo. Com o resutado, o Internacional encerra a competição com sete vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. Em 12 jogos foram 26 gols marcados e apenas seis sofridos.

A equipe treinada por Ricardo Cobalchini foi a campo com a seguinte escalação: Jacsson, Junio, Fabio Alemão, Rak e Iago; Lucas Marques, Charles (Juan), Jair (André), Mossoró (Bruno José) e Kaike (Léo Coca); Brenner (Mila).

O jogo:

Com uma boa vantagem no placar agregado, o Inter procurou não se expor na primeira. Enquanto o Bagé buscava sair mais para o jogo, o Colorado valorizava a posse de bola e administrava o score. A primeira oportunidade de gol surgiu somente aos 18 minutos, quando Mossoró chutou colocado de fora da área e acertou a trave. No rebote, Charles completou para o gol, mas o árbitro assinalou impedimento. O Bagé respondeu aos 22 com Wesley que bateu de média distância e Jacsson defendeu em dois tempos. No lance seguinte, foi a vez de Rak arrematar de fora e Guilherme segurar. Aos 30 o adversário assustou com Wesley mais uma vez. O zagueiro cobrou falta e mandou na trave.

Nos 15 minutos finais, o Internacional cresceu no jogo e criou boas chances para abrir o placar. Aos 32 Jair foi derrubado próximo da área. Junio cobrou a falta e Guilherme espalmou para escanteio. Aos 40, Kaike avançou pela esquerda, bateu cruzado e Guilherme fez boa defesa. Aos 45, Brenner teve a chance de abrir o marcador, porém Guilherme salvou os bageenses.

Colorado encerrou a competição com sete vitórias, quatro empates e apenas uma derrota

O panorama da partida não sofreu grandes alterações no início da segunda etapa. A equipe B seguia controlando o jogo, valorizando a posse de bola e não dando espaços para o Bagé atacar. Aos 13 minutos, Junio cobrou falta, Fabio Alemão se esticou, mas não conseguiu a finalização. Aos 19, Iago cruzou da esquerda, Fábio Alemão desviou para o gol e Wesley tirou em cima da linha. Aos 22, Juan recebeu na área, bateu e Guilherme fez boa intervenção. Um minuto depois, André escapou da marcação, arrematou e Guilherme salvou o Bagé.

Nos 15 minutos finais, o Colorado seguiu criando oportunidades e assustando os visitantes. Aos 32, Mila aproveitou um rebote do goleiro e finalizou sobre a meta. Aos 37, Léo Coca recebeu na entrada da área e chutou com perigo pela linha de fundo. Após muita insistência, o gol finalmente saiu aos 38. Junio cruzou da direita e André cabeceou para balançar a rede e fazer o gol do título. Com o apito final do árbitro foi só comemorar e soltar o grito de campeão.

Em 12 jogos, foram 26 gols marcados e apenas seis sofridos



Outras notícias
Loja Virtual