26/10/2016

Inter cria diversas chances, mas larga em desvantagem na semifinal

Um resultado injusto. Assim pode ser definida a derrota de 2 a 1 para o Atlético-MG, na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. O Inter jogou melhor e criou diversas chances de gol, mas não conseguiu efetivá-las.

O Galo abriu o placar logo aos 3min, mas o Colorado foi para cima e esteve perto de marcar em várias oportunidades até conseguir, em uma cobrança de pênalti de William, empatar o confronto. Depois, seguiu pressionando e quase virou o placar. Porém, no apagar das luzes, Pratto anotou para os mineiros, obrigando o Inter a vencer a partida de volta, na próxima semana, em Belo Horizonte. 

Pelo Brasileirão, o próximo jogo é decisivo, neste sábado, às 18h30, diante do Santa Cruz-PE, no Gigante. Sócios têm acesso livre mediante Check In! Vamos lotar a nossa casa! Clique aqui para mais informações.

carregando galeria...

Time misto

Se dividindo entre o Brasileirão e a Copa do Brasil, o Inter optou por preservar alguns jogadores, uma vez que no sábado haverá um confronto decisivo pelo campeonato nacional. Assim, o técnico Celso Roth escalou uma equipe mista - dos atletas que iniciaram o Gre-Nal, apenas Danilo, Paulão, Rodrigo Dourado e William saíram jogando na partida contra o Galo. 

Inter sofre gol cedo

O começo do jogo foi complicado para o Inter. Logo aos 3min, Pratto brigou pela bola no interior da área e cruzou para Otero abrir o placar.

Empate esteve próximo

O Inter sentiu um pouco o gol prematuro, mas, assim que colocou a cabeça no lugar, criou chances reais de gol. Aos 11min, William cruzou da esquerda, na medida, e Aylon cabeceou à direita do gol mineiro. A bola tirou tinta da trave, enquanto Victor, sem reação, apenas olhava. Aos 28min, outra boa chance, novamente pelo lado esquerdo: Anderson cruzou rasteiro e Aylon encheu o pé para chutar rente à trave esquerda. Aos 37min, foi a vez de William quase igualar, em novo cabeceio que saiu pelo lado esquerdo.

O Galo, por sua vez, se fechou bem quando foi atacado e tentou escapar no contra-golpe. Foi sempre perigoso quando chegou na frente, principalmente em função da boa movimentação de Robinho e Lucas Pratto.

Em cima do Galo

A pressão colorada se manteve na arrancada do segundo tempo. Aos 5min, a bola sobrou na pequena área e Eduardo Henrique chutou mascado com o zagueiro. Aos 7min, Aylon desviou de cabeça e Victor espalmou providencialmente. No rebote, Paulão concluiu para fora. Aos 8min, William foi lançado e ficou cara a cara com Victor, mas finalizou pela linha de fundo.

Danilo salva de um lado, Victor de outro

Aos 12min, o Atlético-MG ameaçou, em chute de longe de Donizete que raspou a trave. Logo depois, Danilo fez duas grandes defesas - evitou que o forte chute de Otero entrasse e, depois de a bola bater na zaga colorada, deu um tapinha salvador.

Aos 18min, Paulão deu um chutão do campo defensivo e quase surpreendeu Victor, que teve que se esticar todo para defender para escanteio. No lance seguinte, William chutou cruzado para boa defesa do goleiro atleticano. Aos 22min, William, de novo, arriscou de longe e colocou a bola à esquerda do gol mineiro.

De pênalti, William iguala

Aos 22min, Anderson dominou a bola na área e foi derrubado. Pênalti! William cobrou e igualou o marcador. Bola para um lado, goleiro para o outro. Foi o primeiro gol do lateral com a camisa colorada!


William comemora o seu primeiro gol com a camisa do Inter

Injustiça no placar

Aos 31min, Gabriel cabeceou e Danilo fez outra grande defesa. Aos 41min, Viitnho, que havia entrado no lugar de Anderson, escapou em velocidade e chutou para nova defesa salvadora de Victor. Em seguida, Aylon cabeceou ao lado do gol, em mais uma grande chance.

Aos 44min, um duro e injusto golpe: o Galo aproveitou rápido contra-ataque que acabou com Pratto tocando na saída de Danilo. 2 a 1. O resultado obriga o Inter a vencer o jogo de volta, por 2 a 0 ou até por um gol de diferença, desde que a partir do escore 3 a 2. Novo 2 a 1 levaria decisão da vaga para os pênaltis.

Ficha técnica:

Internacional (1): Danilo Fernandes; Fabinho (Valdívia, aos 17min do 2º tempo), Paulão, Alan e Geferson; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique, William, Anderson (Vitinho, aos 33min do 2º tempo) e Alex (Sasha, aos 14min do 2º tempo); Aylon. Técnico: Celso Roth.

Atlético-MG (2): Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca (Lucas), L. Donizete, Júnior Urso e Otero (Luan); Robinho (Cazares) e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo de Oliveira.

Gols: Otero (A), aos 3min do primeiro tempo, William (I), de pênalti, aos 24min do segundo tempo, Lucas Pratto (A), aos 44min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Donizete, Rafael Carioca (A). Paulão (I).

Pagantes: 27.233
Menores: 1.171.
Não pagantes: 1.714
Total: 30.118.
Renda: R$ 394.340,00.

Arbitragem: Marcelo Henrique (PE), auxiliado por Rodrigo F Henrique Correa (RJ) e Bruno Boschilia (PR).

Local: Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual