25/05/2006

INTER VENCE CORINTHIANS E SOBE PARA TERCEIRO LUGAR


Tinga marcou o gol da vitória no Morumbi: 1 a 0 (foto: Divulgação/VIPCOMM)

O Internacional venceu o Corinthians por 1 a 0 na noite desta quinta-feira no Morumbi em partida válida pela sétima rodada do Brasileirão. Com o resultado, o time colorado subiu para a terceira colocação com 16 pontos, mesma pontuação dos líderes Cruzeiro e Fluminense, mas com saldo inferior. O gol colorado foi marcado por Tinga, aos 12min50seg, em grande jogada de Fernandão.

A partida marcou a volta de Tinga depois de aproximadamente 40 dias afastado devido a uma lesão. Com isso, Tinga formou o meio-campo ao lado de Edinho, Fabinho e Alex, enquanto Fernandão voltou ao ataque com Iarley.

O time colorado começou bem. A marcação pressão feita no campo do time paulista e o bom toque de bola garantiram o domínio colorado no primeiro tempo. Aos 2min30seg, Jorge Wagner cobrou falta da esquerda e Bolívar cabeceou no canto, marcando o gol. O juiz, porém, anulou o lance por impedimento. Aos 8min40seg, Iarley pegou o rebote de escanteio e chutou por cima.


Tinga voltou ao time e deixou sua marca contra o Corinthians

O Inter seguiu em cima. Aos 11min50seg, Ceará matou no peito na área e concluiu no canto para boa defesa de Sílvio Luiz. Um minuto depois, gol do Inter. Fernandão fez grande jogada pela esquerda, ganhando em velocidade da zaga, chegando à linha de fundo e cruzando rasteiro na medida para Tinga. O volante teve tempo de matar a bola e escolher o canto, chutando de pé direito: 1 a 0. Foi o segundo gol de Tinga na temporada e o primeiro no Brasileirão.

Aos 14min15seg, Renato entrou na área e chutou para grande defesa de Clemer na primeira chegada forte corintiana. O Inter respondeu aos 15min10seg quando Jorge Wagner cruzou da esquerda, Iarley cabeceou para a pequena área e a zaga afastou com um chutão.

Depois disso, o time colorado passou a se posicionar mais atrás para reforçar a defesa e buscar os contra-ataques. O Corinthians se lançou ao ataque e levou perigo em alguns lances. Aos 27min50seg, Marcelinho Carioca tabelou com Édson e arrematou de fora da área com muito perigo. A bola passou perto do gol.


Ceará protege a bola: Inter teve personalidade no Morumbi

Aos 29min10seg, Jorge Wagner avançou pelo meio e chutou de fora da área para ótima defesa de Sílvio Luiz para escanteio. Aos 36min46seg, Marcelinho recebeu grande passe de Renato, entrou na área e chutou forte para defesa salvadora de Clemer. Foi o último lance de perigo da primeira etapa.

No intervalo, o técnico do Corinthians, Geninho, retirou Édson e colocou o lateral-direito Eduardo Ratinho. 

O panorama da etapa final não se modificou muito em relação aos últimos minutos do primeiro tempo. O Inter se postou bem na defesa, não dando espaço aos corintianos, que ficavam sem opções de ataque. Para se ter idéia, o primeiro chute paulista com relativo perigo só saiu aos 23min35seg com Roger.


 Fernandão salta para cabecear: meia-atacante fez o passe para o gol

Aos 8min15seg, Alex chutou forte de fora da área e Sílvio Luiz fez ótima defesa para escanteio. Aos 14min30seg, Marcus Vinícius fez falta violenta em Alex e o juiz preferiu só dar o cartão amarelo. Aos 16min, saiu Bruno Octávio e entrou Betão. Dois minutos depois, o técnico Abel Braga colocou Rentería no lugar de de Iarley.

Aos 23min35seg, Roger arriscou de fora da área por cima. Aos 25min, saiu Fabinho e entrou Wellington Monteiro. Aos 28min30seg, Tinga deixou o campo para a entrada de Chiquinho.

Nos últimos 15 minutos, o Corinthians passou a levar um pouco mais de perigo. Aos 30min10seg, Marcus Vinícius recebeu na área e arrematou desequilibrado. A bola passou perto da trave, dando um susto em Clemer.

Aos 31min, Igor entrou na vaga de Rosinei no Corinthians. Um minuto depois, Renato avançou pelo meio e concluiu com perigo por cima. Aos 37min15seg, Gustavo Nery recebeu de Marcelinho Carioca na área e chutou rasteiro para defesa de Clemer. 

Aos 38min40seg, Chiquinho avançou pela meia-esquerda e concluiu rasteiro ao lado do gol. Aos 41min55seg, Eduardo Ratinho roubou a bola de Fabiano Eller, avançou e arrematou rasteiro para grande defesa de Clemer para escanteio, garantindo a vitória e os três pontos.


Jogadores comemoram o gol de Tinga: foi a quinta vitória no Brasileirão

"O mais importante era eu voltar a jogar. Escolhi um bom momento para retornar e marquei o gol. Estou muito feliz", comemorou Tinga.

?É bom estar na liderança junto ao pessoal?, festejou Alex, na saída do campo.

?O resultado é importante. Foram três pontos fora de casa para recuperar os três pontos que perdemos em casa?, afirmou Fabinho.

?A vitória foi da maior importância porque nos manteve a liderança por pontos. Foi um jogo muito corrido e merecemos a vitória?, analisou o vice-presidente de futebol, Vitório Piffero.

?Fizemos um jogo inteligente. A movimentação do Corinthians foi muito grande, mas estivemos muito bem posicionados. A vitória foi justa?, analisou o técnico Abel Braga.

No vestiário, o treinador já projetou o confronto com o Cruzeiro, que pode valer a liderança do campeonato já que os dois times estão empatados nos primeiros lugares com 16 pontos: ?O Cruzeiro terá um dia mais de descanso até domingo, mas vamos jogar em casa e esperamos fazer uma boa apresentação.?

?O Internacional foi compacto, e o Corinthians teve poucas chances. E nas chances que teve, Clemer foi excelente. Viemos para figurar entre os líderes do campeonato, como estivemos até o momento figurando e conseguimos. Agora, vamos juntar todas as forças coloradas para vencer e conseguir a liderança no domingo?, convocou o presidente Fernando Carvalho.

Corinthians (0): Sílvio Luiz; Marcus Vinícius, Marcelo Mattos e Sebá; Edson (Eduardo Ratinho), Bruno Octávio (Betão), Rosinei (Igor), Roger e Gustavo Nery; Marcelinho Carioca e Renato. Técnico: Geninho.

Internacional (1): Clemer; Ceará, Bolívar, Fabiano Eller e Jorge Wagner; Edinho, Fabinho (Wellington Monteiro), Tinga (Chiquinho) e Alex; Fernandão e Iarley (Rentería). Técnico: Abel Braga.

Gol: Tinga (I), aos 12min50seg do primeiro tempo. Cartões amarelos: Edinho (I), Marcelinho Carioca, Eduardo Ratinho, Marcus Vinícius, Marcelo Mattos, Roger (C). Público: 7.082 (7.067 pagantes). Arbitragem: Wagner Tardelli (Fifa-RJ), auxiliado por Hilton Rodrigues (Fifa-RJ) e Marcos Tadeu Nunes (RJ). Local: Estádio Morumbi, em São Paulo.

Fotos: Divulgação/VIPCOMM


Outras notícias
Loja Virtual