01/11/2015

Resultado injusto no Serra Dourada

carregando galeria...

Apesar de um ótimo primeiro tempo, o Internacional acabou sendo derrotado na noite deste domingo, em Goiânia. Valdívia colocou o Inter em vantagem, mas gols de Zé Love e Bruno Henrique selaram a virada e o placar final de 2-1 para o Goiás. O Inter termina a 33ª rodada na sexta colocação, ainda na luta pelo G4, com três pontos a menos que o Santos, quarto colocado. Faltando cinco rodadas para o término do Brasileirão, o Clube do Povo ainda tem muita possibilidade de garantir vaga na Libertadores, mandando três partidas no Beira-Rio, a primeira delas já no sábado (07/11) contra a Ponte Preta.

Domínio e golaço

A escalação vermelha que começou o jogo foi bem parecida com a que venceu o Joinville na rodada anterior. Paulão retornou de suspensão, na vaga de Juan, enquanto Lisandro López ocupa a vaga de Vitinho, que recebeu terceiro amarelo. D'Alessandro e Eduardo Sasha, ainda sem a condição física ideal após longo período parados, começaram a partida no banco de reservas.

O Inter começou atacando e mostrando maturidade. Sob rara chuva no cerrado, a equipe de Argel ocupou bem os espaços, controlando a posse da bola e esperando melhor momento de criar as oportunidades. A paciência deu fruto aos 11 minutos. Réver fez um belo lançamento para William, que alcançou a linha de fundo e cruzou para trás. Lisandro chutou rasteiro, de primeira, e Renan fez grande defesa. Com a marcação começando no campo de ataque, o Colorado dominou completamente a partida nos primeiros 15 minutos.

E foi recompensado. Aos 19 minutos, após pressão em torno da área do Goiás, a bola sobrou próxima à meia lua. Valdívia, provando mais uma vez sua qualidade em finalizar, marcou um golaço. Chute seco, potente, alto, lindo. Foi o 19º gol do Pokopika na temporada, artilheiro da equipe. O gol obrigou o time da casa a tentar sair mais para o jogo e mostrou que defensivamente o Inter está equilibrado. Alex ainda teve chance de ampliar e parou nas mãos de Renan aos 37 minutos. Paulão salvou o que seria uma grande injustiça, ao afastar bola que estava entrando, em chute de Arthur, nos acréscimos. Vitória parcial com total merecimento do time de Argel ao final da primeira etapa.

Cinco minutos de desatenção e veio a virada

O início do segundo tempo não foi bom. Logo aos dois minutos, Bruno Henrique venceu disputa no alto e achou Zé Love. O centroavante não despediçou a chance de empatar, sem chances para Alisson. Logo depois, Anderson teve duas chances de recolocar justiça no placar mas parou em Renan, de grande atuação. Mas a sorte estava ao lado esmeraldino. Em cruzamento da esquerda, Bruno Henrique aproveitou vacilo e virou o jogo aos cinco minutos.

A equipe colorada sentiu o revés e Argel substituiu aos 13 minutos. Artur entrou na vaga de Réver, que já possuia cartão amarelo. Com isso, Ernando voltou a atuar na zaga, sua posição de origem. Aos 18 minutos, foi a vez de D'Alessandro ocupar a vaga de Alex. O time reagiu e voltou a criar oportunidades mas Renan ia se consolidando como melhor em campo, salvando nova investida de Anderson aos 21 minutos. A entrada de Sasha na vaga de Nilton deixou o time mais ofensivo, mas o Goiás soube proteger a defesa e garantiu o resultado.

"Poderíamos ter matado o jogo mas precisamos ter mais cuidado. Renan fez grandes defesas", resumiu o meia Anderson ao sair do gramado.

Ficha técnica:

Goiás (2): Renan; Clayton Sales (Gimenez, aos 31min/2T), Felipe Macedo, Fred e Diogo Barbosa; Patrick, David e Arthur (Murilo, aos 28min/2T); Bruno Henrique, Zé Love (Rodrigo, aos 19min/2T) e Erik. Técnico: Danny Guissoni.

Internacional (1): Alisson; William, Paulão, Réver (Artur, aos 13min/2T) e Ernando; Rodrigo Dourado, Nilton (Eduardo Sasha, aos 28min/2T), Alex (D'Alessandro, aos 18min/2T) e Anderson; Valdívia e Lisandro López. Técnico: Argel Fucks.

Reservas: Dida, Juan, Nico Freitas, Rafael Moura, Alisson Farias, Muriel, Wellington e Zé Mário.

Gols: Valdívia (I), aos 19min do primeiro tempo. Zé Love (G), aos 2min do segundo tempo. Bruno Henrique (G) aos 5min do segundo tempo.
Cartão amarelo: Réver, Lisandro López e Artur (I). Patrick, Murilo e Renan (G).
Arbitragem: Marcelo Aparecido de Souza (SP), auxiliado por Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Anderson José de Moraes Coelho (SP).
Local: Serra Dourada, em Goiânia.


Outras notícias
Loja Virtual