05/07/2015

Domingo foi dia da Tolerância Racial no Beira-Rio

carregando galeria...

O Clube do Povo deu mais uma demonstração de engajamento social, neste domingo (5/7), e marcou um verdadeiro golaço fora de campo. Depois de promover o Jogo da Paz, com a torcida mista nos clássicos Gre-Nais; da conscientização ambiental, com distribuição de sacolas para os torcedores recolherem o próprio lixo no estádio; da acessibilidade, com a participação de mais de 700 pessoas com deficiência; e da solidariedade, com a arrecadação de cerca de 30 mil agasalhos, o Internacional agora chamou a atenção para o racismo no futebol. Com diversas ações dentro e fora de campo, o duelo diante do Atléitco-MG ficou marcado como o jogo da Tolerância Racial.

Com o slogan Somos Todos Iguais, o Internacional e o Observatório da Discriminação Racial no Futebol, com o apoio da Ajuris (Associação dos Juízes do RS), promoveram as ações com o objetivo de passar a mensagem de que não importa a cor ou a etnia, na essência, somos todos iguais.

Durante a tarde de domingo, foi realizada uma tarde dedicada à diversidade cultural, com espetáculos de dança no Sunset Beira-Rio, localizado sobre o estacionamento coberto. Apresentação de danças típicas como capoeira, dança do ventre, samba, frevo, forró, afro e gaúcha estiveram entre as atrações para o público, que teve entrada gratuita.


Atletas entraram com a bandeira do seu estado de origem na manga da camisa

Além disso, aara chamar a atenção para a questão, jogadores e torcedores colorados gravaram depoimentos falando dos diferentes lugares de onde são, porém com a semelhança de serem torcedores do Internacional. Argentina, Chile, Panamá, Mato Grosso, Recife são apenas alguns dos lugares relatados que mostram as diferentes faces da torcida do Campeão de Tudo. Na camisa de cada atelta que entrou em campo contra o Atlético-MG também foi colocado um patch com a bandeira do estado ou país de origem dele, com o slogan Somos Todos Iguais.


Outras notícias
Loja Virtual