23/05/2015

Inter assegura empate em São Januário

carregando galeria...

Às vésperas da decisão por uma vaga nas semifinais da Libertadores da América, o Internacional foi até o Rio de Janeiro, neste sábado (23/05), enfrentar o Vasco da Gama, em jogo válido pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo poupando diversas peças importantes do time e atuando com um jogador a menos em grande parte do jogo, o Colorado empatou em 1 a 1 em São Januário. Nilmar marcou para o Inter no primeiro tempo e Lucas empatou no segundo.

Com o resultado, o Colorado chegou aos 4 pontos ganhos, ficando momentâneamente na oitava posição da tabela. O próximo desafio pela competição é no domingo (31/05), diante do São Paulo, no Beira-Rio. O Check In já está aberto e os ingressos à venda. Antes disso, o Gigante vai rugir na quarta-feira, quando o Colorado encara o Santa Fé em duelo decisivo pelas quartas de final da Libertadores. Restam apenas ingressos de Área Vip. Clique aqui para comprar.

Reforços e novidades

A equipe que vem atuando neste início de Brasileirão ganhou alguns reforços e mais uma novidade oriunda do Celeiro de Ases. Além de Geferson e Nilmar, que recentemente recuperaram-se de lesões e procuram o ritmo ideal, o garoto Lucas Marques foi chamado por Diego Aguirre para iniciar uma partida oficial pela primeira vez. Pelo lado do Vasco, Rafael Silva, gripado, deu lugar a Marcinho. Recuperados de problemas musculares, o zagueiro Rodrigo e o atacante Gilberto, ambos ex-jogadores do Inter, também reforçaram o time carioca.

Equilíbrio inicial

O início da partida foi marcado pela forte marcação de parte à parte e o equilíbrio nas ações. Jogando em casa, o Vasco subiu a marcação procurando abafar a saída de bola colorada. Por outro lado, também não conseguia ser incisivo no ataque e levar perigo ao gol de Muriel. O técnico Diego Aguirre se viu obrigado a queimar a primeira substituição logo nos primeiros momentos de jogo, quando Geferson sofreu lesão no ombro. Taiberson foi chamado para ser seu substituto, recuando Alan Ruschel para a lateral-esquerda.

http://www.internacional.com.br/imagens//galeria/galeria_foto_519faa67f85978aa1cfb9a3212b463e8.jpg
Torcida colorada esteve presente em bom número e fez barulho em São Januário

A primeira boa chance do Inter surgiu aos 23 minutos, quando Nilton puxou o contra ataque, rasgando o meio de campo à frente com a bola dominada. O volante entregou a bola para Nilmar e Taiberson tabelarem na entrada da área. Na hora do chute, o garoto que acabara de entrar foi travado pelo zagueiro Rodrigo. A resposta do Vasco veio cinco minutos depois. O lateral Madson recebeu passe pela direita em contragolpe rápido. Porém, em frente à Muriel, acabou chutando sem direção pelo lado.

Persistência premiada

O time da casa tentava crescer na partida e Julio dos Santos teve grande chance aos 38 minutos. Gilberto passou para o paraguaio, que recebeu dentro da área e chutou cruzado com perigo, muito perto da trave. A resposta foi imediata. Nilton recebeu pelo lado esquerdo da área, foi à linha de fundo e fez cruzamento perfeito para Nilmar. O camisa 7 subiu entre os zagueiros adversários e cabeceou com consciência, para baixo, mas a bola foi para fora tirando tinta do poste de Martín Silva.

Persistente, o time colorado repetiu a fórmula para chegar à frente, aos 45 minutos da primeira etapa. Desta vez, de forma fulminante. Novamente, o volante Nilton foi ao ataque, conseguindo um belo giro na hora do domínio e tirando o marcador do lance. O cruzamento veio por baixo, bem posicionado, Nilmar não perdoou: 1 a 0 Inter no São Januário.

http://www.internacional.com.br/imagens//galeria/galeria_foto_d90707ab97057d4aa52d619e6c2a5e5a.jpg
Grupo colorado comemora gol marcado por Nilmar

Na comemoração, o atacante colorado parou em frente à estátua em homenagem ao ex-jogador Romário, localizada atrás de uma das goleiras, e o reverenciou. "Sempre fui fã do Romário. Jogava na mesma posição que eu e é um grande ídolo pra mim. No aquecimento, já havia avisado os companheiros que iria homanegeá-lo, caso eu marcasse um gol", comentou na ída para o vestiário.

Desvantagem numérica e empate

Com a vantagem no placar, o Inter voltou para a segunda etapa disposto a fechar a casinha e administrar o placar, aproveitando os espaços deixados para jogadas de contra ataque. O time carioca tinha dificuldades de encontrar oportunidades e Muriel se mostrava seguro quando a bola chegava.

Aos 21 min, Nilton arriscou de longe, mas a bola passou ao lado do meta vascaína.
Um minuto depois, Alan Ruschel recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva. Inevitavelmente, o Vasco foi para cima e acabou buscando o empate no abafa. Muriel ainda fez boas defesas, em lances com Cristiano e Luan, mas Lucas concluiu duas vezes, em jogada de escanteio, para igualar o placar.     

Diego Aguirre: "Planejamos o jogo pra ganhar, tanto que fizemos o gol e criamos oportunidades. Mas a expulsão dificultou e acabamos sofrendo um gol. Mesmo assim, penso que a equipe jogou bem e acabou sendo um resultado justo"

FICHA TÉCNICA

Vasco da Gama (1): Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Serginho (Lucas) e Guiñazu; Julio dos Santos, Dagoberto (Thalles) e Marcinho (Yago); Gilberto. Técnico: Doriva

Internacional (1): Muriel; Lucas Marques (Eduardo), Paulão, Réver e Geferson (Taiberson); Nicolás Freitas e Nilton; Alex, Anderson e Alan Ruschel; Nilmar (Vitinho). Tecnico: Diego Aguirre

Local: Estádio São Januário, Rio de Janeiro-RJ.

Gols: Nilmar, aos 45 minutos do primeiro tempo (I); Lucas, aos 35 minutos do segundo tempo (V).

Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE).

Cartões amarelos: Rodrigo, Guiñazu, Serginho, Yago, Dagoberto, Gilberto (V); Nilmar, Alan Rushel, Taiberson (I)

Cartão vermelho: Alan Ruschel (I)


Outras notícias
Loja Virtual