08/04/2015

Raça no Gigante: Inter busca empate, vence nos pênaltis e avança no Gauchão


Jogadores comemoram a vaga alcançada nos pênaltis

Foi na base da raça, na força do Beira-Rio! O Internacional venceu o Cruzeiro-POA por 3 a 1, nos pênaltis, na noite desta quarta-feira (8/4), no Beira-Rio, e avançou à semifinal do Gauchão. No tempo normal, houve empate em 2 a 2 - o Colorado chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas buscou o empate com dois gols de Lisandro López, que saiu do banco reservas.

Agora, o Inter enfrentará o Brasil-PEL, que eliminou o Lajeadense. O primeiro encontro será neste final de semana (data ainda será confirmada pela FGF), fora de casa. No dia 19 de abril, a decisão da vaga às finais do campeonato será no Gigante (saiba mais).

Inversão de lado

Tradicionalmente, o Internacional costuma atacar no segundo tempo dos jogos no Beira-Rio em direção à goleira situada no lado sul. Porém, como a estrutura que será utilizada no show do cantor Roberto Carlos no próximo sábado já estava erguida no local, o capitão D'Alessandro optou por inverter o lado do campo na saída de bola. Assim, o Inter atacou na etapa final para a goleira do lado do Gigantinho, onde a maioria dos torcedores colorados ficou concentrada. E esta energia acabou fazendo a diferença na decisão por pênaltis.

Inter pressiona, mas Cruzeiro larga na frente

O duelo decisivo começou equilibrado, com intensa marcação e raros espaços concedidos no campo. Aos 6min, após cobrança de escanteio, o goleiro Bruno Grassi saltou para ficar com a bola mas não conseguiu agarrá-la. Por pouco não surgiu o primeiro gol. O Cruzeiro-POA ameaçou aos 10min, em conclusão de Wagner de dentro da área que Alisson defendeu com segurança.

Porém, não demorou para o Colorado assumir o controle da partida e criar chances claras de gol. Aos 17min, o ataque colorado fez boa troca de passes até que Valdívia cruzou para o cabeceio de Eduardo Sasha para a linha de fundo. Aos 25min, Jorge Henrique curtiu uma de lateral-direito e alçou com qualidade para novo cacebeio de Sasha à direita do gol cruzeirista. Um minuto depois, Valdívia fez cruzamento rasteiro e Sasha apareceu outra vez no segundo poste para desviar de carrinho a bola que raspou a trave direita. Aos 30min, Nilmar cruzou, a zaga afastou parcialmente e Ernando apareceu livre na marca penal para chutar para a defesa espetacular de Bruno Grassi com o pé.

Em lance isolado, o Cruzeiro chegou ao primeiro gol. Aos 38min, Paraná emendou forte chute de longa distância e Alisson espalmou para escanteio. Depois da cobrança, Matheus arriscou novo chute de longe e colocou a bola no canto direito. 1 a 0. O Inter quase empatou aos 43min, em cobrança de falta de D'Alessandro que só não entrou porque Bruno Grassi fez defesa salvadora.

carregando galeria...

Recomeço ruim

O Inter começou o segundo tempo empurrando o Cruzeiro para seu campo de defesa, mas aos 4min, os visitantes conseguiram encaixar um contra-ataque letal. Matheus arrancou em alta velocidade pela esquerda e cruzou para Wesley ampliar de cabeça.

Aos 11min, D'Alessandro cruzou e André colocou a mão na bola no interior da área. Pênalti. O próprio D'Ale bateu buscando o canto esquerdo, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. Aos 15min, Rafael Moura, que recém havia entrado no lugar de Valdívia, cabeceou para nova defesa milagrosa de Bruno Grassi na partida. Aos 18min, Wagner concluiu com perigo, à esquerda do gol colorado. Aos 24min, Anderson, que havia substituído Jorge Henrique, tentou chute de efeito que Bruno Grassi defendeu. A bola ainda bateu no travessão.

Lisandro López entra e marca dois gols

Aos 31min, Lisandro López, substituto de Nilmar, chutou da meia-lua e o zagueiro André colocou novamente a mão na bola. Expulsão do jogador cruzeirista e novo pênalti! Lisandro López cobrou e converteu. 2 a 1. Aos 35min, a estrela do atacante argentino brilhou novamente. D'Alessandro cobrou escanteio, Rodrigo Dourado desviou com o pé e Lisandro apareceu na pequena área para chutar para o fundo do gol. 2 a 2!

Os minutos finais foram dramáticos. Aos 41min, Geferson cruzou e Sasha cabeceou por cima. Aos 44min, Jefferson, do Cruzeiro, bateu falta e mandou perto do travessão de Alisson. Pouco depois, Rodrigo Dourado recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Aos 47min, um lance incrível: William chutou, Bruno Grassi defendeu, Sasha pegou o rebote e finalizou em cima do goleiro e, na terceira tentativa seguida, Lisandro López chutou desviado e a bola raspou a trave direita. Aos 49min, Reinaldo cabeceou para trás e quase marcou gol contra! 

Inter busca vaga nos pênaltis

Com o empate no tempo normal, a decisão da classificação foi para as cobranças de pênalti. Coube a D'Alessandro a primeira cobrança da série, que foi realizada na goleira do Gigantinho. E desta vez o capitão acertou a bola no cantinho esquerdo. Sob muitas vaias, Laerte chutou no travessão a primeira chance do Cruzeiro. Lisandro López beijou a bola e fez seu terceiro gol na partida, deixando o Inter em vantagem nos penais: 2 a 0. Alisson defendeu a segunda cobrança cruzeirista, feita por Rodrigo. Juan chutou e a bola passou por baixo de Bruno na terceira cobrança colorada. 3 a 0! Jefferson descontou para os visitantes e Rafael Moura desperdiçou a quarta cobrança. 3 a 1. BenHur também desperdiçou na sequência, chutando no travessão, e a vaga ficou com o Inter, para a festa da torcida no Gigante!


Alisson está defendendo a segunda cobrança do Cruzeiro-POA

Ficha técnica:

Internacional (2)(3): Alisson; William, Ernando, Juan e Geferson; Rodrigo Dourado, Jorge Henrique (Anderson, aos 14min do 2º tempo), D'Alessandro e Valdívia (Rafael Moura, aos 14min do 2º tempo); Eduardo Sasha e Nilmar (Lisandro López, aos 24min do 2º tempo). Técnico: Diego Aguirre.

Cruzeiro-POA (2)(1): Bruno Grassi; Jaiminho, André, Laerte e Jefferson; BenHur, Paraná (Carlão), Reinaldo e Wágner; Matheus (Rodrigo) e Wesley (Claudinho). Técnico: Luis Antônio Zaluar.

Gols no tempo normal: Matheus (C), aos 39min do primeiro tempo, Wesley (C), aos 4min do segundo tempo, Lisandro López (I), de pênalti, aos 31min do segundo tempo, Lisandro López (I), aos 35min do segundo tempo.

Gols colorados nos pênatis: D'Alessandro, Lisandro López e Juan.

Cartões amarelos: BenHur, André, Bruno Grassi (C); William, Rodrigo Dourado, D'Alessandro (I). Expulsões: André (C), Rodrigo Dourado (I).

Público: 11.788 (9.396 pagantes). Renda: R$ 306.215,00.

Arbitragem: Diego Real, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Elio Nepomuceno Junior.

Local: Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual