07/02/2015

Inter vence o Novo Hamburgo no Beira-Rio


Alex abriu o placar no Beira-Rio

Com um time misto, o Colorado derrotou o Novo Hamburgo por 1 a 0, na tarde deste sábado (07/02), no Estádio Beira-Rio. A partida, válida pela terceira rodada do Campeonato Gaúcho, foi decidida atavés de gol marcado por Alex, de pênalti, no final do primeiro tempo. Assim, o Internacional chegou aos 5 pontos somados e segue invicto no Estadual.

Na próxima rodada, o time treinado por Diego Aguirre enfrenta o Cruzeiro-POA, no Antônio Vieira Ramos, em Gravataí. A partida ocorre na quarta-feira (11/02), às 22h. A equipe colorada tem uma sequência de jogos fora do Beira-Rio, onde só volta a atuar no dia 26 de fevereiro, diante do Universidad de Chile, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América.

Confira as fotos do jogo:

carregando galeria...

Novidades no time

Com o calendário apertado, o técnico Diego Aguirre aproveitou para rodar o plantel e dar oportunidade para os atletas do grupo. No gol, Muriel voltou a atuar após recuperar-se de lesão sofrida em 2014. Após cumprir suspensão, Léo voltou à lateral-direita e Alan Ruschel à esquerda. No miolo da zaga, a principal novidade: Réver vestiu a camisa 3 colorada e estreou ao lado de Alan Costa. Na frente deles, os garotos oriundos do Celeiro de Ases Rodrigo Dourado e Bertotto foram incumbidos de proteger a defesa. Carlos Martín Luque voltou a ter chance de mostrar seu futebol, completando com Alex e Valdívia o setor de criação. O centroavante Rafael Moura, como referência do ataque, fechava a formação montada pelo técnico uruguaio.

Velhos conhecidos

No time do Vale dos Sinos, diversos rostos conhecidos do torcedor colorado foram escalados pelo técnico Roger Machado, ex-lateral do Grêmio. Alguns deles, marcaram história no Beira-Rio, como o zagueiro Bolivar e o volante Magrão. Além deles, Leandrão e Thiago Humberto, ambos ex-jogadores do Inter, também saíram jogando no confronto.

Jogo truncado

Com marcação forte do time de Novo Hamburgo e com pouco entrosamento da equipe que saiu jogando, o Inter teve algumas dificuldades para criar jogadas no princípio do jogo. Mesmo assim, logo aos 3 minutos, Valdívia sofreu falta em frente a área. Alex cobrou com perigo, mas sobre o gol de Rafael. O Novo Hamburgo tentava pressionar a saída de bola do Inter e adiantava a marcação. Dessa maneira, criou algumas chances, principalmente através do meia Thiago Humberto.


Lateral Léo teve boa atuação neste sábado

A partir da parada para hidratação, o Inter começou a levar maior perigo ao gol adversário. Aos 26min, Alan Costa quase abriu o placar. Alex lançou bola para dentro área e o zagueiro tentou o cabeceio, mas bola saiu ao lado da meta. Pelo lado direito, o Inter ia conseguindo construir suas jogadas. Alex cortava para dentro e oferecia espaço para os avanços de Léo e infiltrações de Valdívia. Aos 38, o lateral-direito avançou pelo flanco e cruzou para o camisa 12, que cabeceou para fora.

No último minuto

Quando o primeiro tempo parecia se encaminhar para temrinar empatado, a trama pelo lado direito funcionou perfeitamente. Aos 45min, Léo fez tabela envolvente com Valdívia e cruzou para a área. Rafael Moura dominou tirando do marcador e foi derrubado: pênalti. Alex foi o responsável pela cobrança e não decepcionou. Com tranquilidade, apenas deslocou o goleiro para inaugurar o placar.

Segundo tempo morno

Apesar das trocas e mudanças em ambos os times, o segundo tempo não trouxe muitas emoções para o torcedor presente no Gigante. Diego Aguirre mandou a campo Vitinho, Nilmar e Alisson Farias, que ingressaram nos lugares de Carlos Luque, Rafael Moura e Valdívia, respectivamente. O Novo Hamburgo tentou desesperadamente o empate, mas não conseguiu levar perigo ao gol defendido por Muriel.

Ficha Técnica

Inter (1): Muriel; Léo, Alan Costa, Réver e Alan Ruschel; Bertotto, Rodrigo Dourado, Alex, Valdívia (Alisson Farias) e Luque (Vitinho); Rafael Moura (Nilmar). Técnico: Diego Aguirre

Novo Hamburgo (0): Muriel; Léo, Alan Costa, Réver e Alan Ruschel; Bertotto, Rodrigo Dourado, Alex, Valdívia (Alisson Farias) e Luque (Vitinho); Rafael Moura (Nilmar). Técnico: Diego Aguirre

Gol: Alex, aos 45 minutos do primeiro tempo (I).

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre

Árbitro: Luis Teixeira Rocha, auxiliados por Lúcio Flor e Elio Nepomuceno Andrade Junior

Cartões amarelos: Bertotto, Alan Ruschel, Vitinho (INT); Luan, Magrão (NHA)

Público total: 12.418

Pagantes:10.352

Renda: R$ 259.325

Outras notícias
Loja Virtual