02/11/2014

Vitória histórica na Vila: Inter bate Santos por 2 a 1 e quebra tabu de 25 anos

carregando galeria...

Com garra e qualidade, o Internacional obteve uma vitória histórica de 2 a 1 sobre o Santos na tarde deste domingo (2/11), na Vila Belmiro, pela 32ª rodada do Brasileirão. Com dois gols do volante chileno Aránguiz, o time colorado venceu pela primeira vez no estádio do time paulista em 25 anos – desde 1989 os confrontos passaram a ser disputados na Vila. O resultado deixa o time de Abel Braga na terceira posição, com 56 pontos. 

Jogo lá e cá

O duelo na Vila Belmiro começou bastante movimentado, com boas chances para ambos os lados. Atuando com força máxima, o Santos tratou de se impor nos seus domínios. Aos 7min, Rildo disparou o chute da meia-lua, mas bola ganhou muita elevação. Pouco depois, Lucas Lima chutou para a defesa de Alisson no meio do gol. No minuto seguinte, a resposta colorada: Alan Patrick fez cruzamento rasteiro e por pouco que Nilmar não conseguiu o desvio para o gol. Aos 12min, D'Alessandro soltou uma pancada e Aranha fez defesa parcial. No rebote, quase que Jorge Henrique finalizou novamente.

Na sequência, os donos da casa voltaram a ameaçar, em chute de Robinho que raspou a trave esquerda. Aos 14min, após cobrança de escanteio, Edu Dracena cabeceou e a bola explodiu no travessão. Na continuidade do lance, Gabriel, em posição de impedimento, empurrou para o fundo do gol, que foi acertadamente anulado pela arbitragem.

Gol com assinatura chilena

Aos 24min, D'Alessandro fez lançamento primoroso para Aránguiz que, de dentro da área, chutou com muita categoria para colocar a bola no cantinho direito, fora do alcance de Aranha. 1 a 0! O gol deu confiança ao time colorado – bem posicionado, valorizou a posse de bola e controlou bem o adversário.


Aránguiz comemora o primeiro gol anotado na Vila Belmiro

Santos empata

O Inter voltou para o segundo tempo controlando bem as investidas do Santos e apostando nos contra-ataques. Aos 5min, D'Alessandro escapou pela direita e acionou Aránguiz, que foi derrubado por Arouca. Na cobrança de falta, D'Ale colocou a bola à direita do gol santista. Aos 12min, Robinho teve boa chances, mas o chute saiu fraco, pela linha de fundo. Dois minutos mais tarde, Robinho voltou a concluir para a defesa de Alisson. Aos 17min, Cicinho cruzou e Gabriel desviou para empatar a partida. O time paulista cresceu no jogo e passou a pressionar. Aos 25min, Rildo aproveitou cruzamento e concluiu com muito perigo, rente à trave direita. Aos 32min, Jorge Eduardo recebeu livre na área e chutou em cima de Cláudio Winck.

Aránguiz faz história na Vila

Porém, aos 33min, um lance decidiu o placar: Mena recuou a bola para o goleiro Aranha, ocasionando tiro de livre indireto no interior da área para o Inter. Cláudio Winck rolou para Aránguiz chutar rasteiro e colocar o Colorado novamente à frente no placar!! 2 a 1! Foi o sexto gol do volante chileno no Brasileirão e o 10º com a camisa do Clube do Povo. 

> Assista ao gol filmado por torcedor na Vila Belmiro

O Santos foi para o tudo ou nada na busca pelo empate. Aos 37min, um susto: Edu Dracena cabeceou e a bola raspou o travessão colorado. O Inter também esteve perto de marcar mais. Aos 43min, Wellington Paulista – que havia entrado no lugar de D'Alessandro – soltou uma bomba que Aranha defendeu. Aos 45min, Robinho, da entrada da área, finalizou para fora. Aos 49min, Alisson fez defesa segura após cabeceio do ataque santista. Depois disso, nada mais poderia tirar a histórica vitória do Inter! Ao final do confronto, os jogadores se posicionaram em frente à torcida colorada presente na Vila Belmiro para agradecer pelo apoio.

"Entramos muito concentrados. Sabíamos que seria difícil, mas sempre acreditamos na vitória", disse Aránguiz, o nome do jogo.

"É uma felicidade diferente. Mais uma coisa especial que faço parte aqui no Inter. Foi uma atuação boa, que nos credencia ainda mais no Brasileirão", comemorou o técnico Abel Braga.

"Grande vitória, diante de um time que nos respeitou, tanto que colocou força máxima em campo. Agora vamos trabalhar com calma para o Gre-Nal", avaliou o vice-presidente de futebol Marcelo Medeiros.

Ficha técnica:

Santos (1): Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Bruno Uvini e Mena; Alison (Renato), Arouca e Lucas Lima; Robinho; Rildo (Jorge Eduardo) e Gabriel (Leandro Damião). Técnico: Enderson Moreira.

Internacional (2): Alisson; Cláudio Winck, Alan, Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, D'Alessandro (Wellington Paulista, aos 23min do segundo tempo), Alan Patrick (Bertotto, aos 18min do segundo tempo) e Jorge Henrique; Nilmar (Ygor, aos 38min do segundo tempo). Técnico: Abel Braga.

Gols: Aránguiz (I), aos 24min do primeiro tempo, Gabriel (S), aos 17min do segundo tempo, Aránguiz (I), aos 35min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Fabrício, Jorge Henrique, Alan Patrick, Alisson, Aránguiz (I); Edu Dracena, Cicinho (S).

Arbitragem: Jailson Macedo Freitas, auxiliado por Alessandro A Rocha de Matos e Luiz Carlos Silva Teixeira (trio da BA).

Local: Vila Belmiro, em Santos-SP.


Outras notícias
Loja Virtual