10/11/2005

INTER PERDE PARA O BOCA JUNIORS


Inter, de Ricardinho, não resistiu ao Boca Juniors na Bombonera (foto: GloboEsporte.com)

O Internacional perdeu para o Boca Juniors por 4 a 1 na noite desta quinta-feira no Estádio La Bombonera, em Buenos Aires, e foi eliminado da Copa Sul-Americana. Rafael Sobis marcou o gol colorado. Palácio (3) e Palermo fizeram os gols do time argentino. Agora, o Inter volta as atenções para o Campeonato Brasileiro, no qual está na vice-liderança em busca do título e da vaga na Copa Libertadores da América 2006.

O jogo

Antes da partida, o ex-craque argentino Diego Maradona participou com destaque de uma preliminar e aproveitou para incentivar os torcedores do Boca na partida contra o Inter. Fora do estádio, a delegação colorada tinha dificuldades para chegar ao estádio devido ao trânsito argentino. Dessa forma, o jogo começou com alguns minutos de atraso.

O Inter entrou em campo com o apoio de cerca de 2 mil colorados que viajaram até Buenos Aires para assistir à partida. O time colorado jogava pelo empate ou por derrota por um gol desde que marcasse gol para se classificar à próxima fase, já que havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0 no Beira-Rio.

O primeiro tempo foi dominado pelo Boca Juniors desde o início. Para reverter a vantagem colorada, o time argentino tratou de pressionar cedo. Mas o primeiro lance de perigo foi do Inter e acabou estragado por um erro da arbitragem. A 1min, Sobis recebeu livre pela esquerda e quando arrancava em direção à área, o juiz, de maneira absurda, parou a partida para atendimento de Palácio, que estava caído do outro lado do campo. A decisão prejudicou o Inter.

Depois do lance, o Boca assumiu as ações. A 2min15seg, Palácio chutou ao lado do gol. Aos 5min, Gago tentou da intermediária para fora. A 5min40seg, Palácio recebeu dentro da área, avançou livre e colocou com categoria na saída de Clemer: Boca 1 a 0. Aos 8min, Cagna recebeu na área e chutou na rede pelo lado de fora. Aos 10min20seg, Insúa recebeu na área, driblou Clemer e cruzou para Vinícius salvar na pequena área.

A primeira chegada com perigo do Inter foi aos 11min15seg. Jorge Wagner tentou cruzar da esquerda e a bola foi em direção ao gol para grande defesa de Medran para escanteio. Aos 11min50seg, Jorge Wagner cobrou escanteio e Edinho cabeceou para nova defesa de Medran. O Boca respondeu aos 14min com Palácio cruzando e Palermo dividindo com a zaga. Na sobra, Insúa concluiu e Ediglê salvou na pequena área. A partir dos 15min, a marcação colorada melhorou e o jogo ficou um pouco mais equilibrado.

O Boca levava perigo com bom toque de bola no meio-campo e a movimentação e arrancadas de Palácio, Insúa e Bilos. Já o Inter forçava as jogadas pelo meio com Fernandão, Ricardinho, Sobis e Tinga.  Aos 21min20seg, Palácio chutou de fora da área para Clemer defender. O time colorado reagiu aos 27min25seg com uma boa troca de passes até Jorge Wagner chutar de fora da área, a bola raspar em Rafael Sobis e quase entrar no cantinho.

Aos 39min40seg, Palácio driblou para o meio e chutou para boa defesa de Clemer. A bola ainda tocou no poste e saiu para escanteio.Aos 43min20seg, Palácio entrou a dribles na área e chutou, mas Vinícius evitou o gol em um carrinho salvador. Foi o último lance do primeiro tempo.

O segundo tempo começou melhor para o Inter. O time colorado partiu para cima em busca do gol que poderia dar a vantagem e a classificação. Já o Boca procurou se segurar e sair nos contra-ataques. Aos 6min35seg, Sobis recebeu grande passe de Tinga na área, driblou Diaz e chutou forte no travessão. O time argentino respondeu aos 11min40seg, quando Insúa recebeu na área e chutou por cima. Dois minutos depois, Calvo cruzou da direita e Palermo cabeceou por cima. Aos 15min, Insúa avançou pelo meio e chutou rasteiro para defesa de Clemer no canto.

Aos 20min, o gol colorado. E que golaço. Granja cruzou da direita, a zaga afastou de cabeça, mas Rafael Sobis pegou o rebote e chutou forte no ângulo, da entrada da área: 1 a 1. Com o gol colorado, o time argentino precisava marcar dois gols pra se classificar. E para isso abriu o time: aos 25min, o técnico Alfio Basile retirou Insúa e Cagna e colocou Schelotto e Cardozo.

Aos 29min40seg, Krupoviesa cruzou da esquerda na cabeça de Palermo, que concluiu no canto: 2 a 1. A pressão aumentou até que, aos 31min35seg, Schelotto cobrou falta e Schiavi tocou para Palácio livre na pequena área só completar para as redes: 3 a 1.

Aos 34min20seg, saiu Bilos e entrou Vargas para recompor o meio-campo. Enquanto isso, o Inter partiu para o tudo ou nada com Gustavo no lugar do zagueiro Ediglê. Aos 37min50seg, Cardozo chutou com perigo ao lado do gol. Aos 40min30seg, Schelotto cobrou falta por cima. Aos 41min15seg, Cardozo recebeu na área e chutou para fora. Aos 45min, Palácio ganhou jogada em velocidade e chutou no gol. Clemer não conseguiu deter a bola que acabou ultrapassando a linha do gol: 4 a 1.  

Boca Juniors (4): Medrán; Calvo, Schiavi, Díaz e Krupoviesa; Cagna (Cardozo), Gago, Insúa (Schelotto) e Bilos (Vargas); Palacio e Palermo. Técnico: Alfio Basile.

Internacional (1): Clemer; Ediglê (Gustavo), Edinho e Vinícius (Alex); Granja, Gavilán, Edinho, Tinga, Ricardinho (Wellington) e Jorge Wagner; Rafael Sobis e Fernandão. Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Palácio (B), aos 5min40seg do primeiro tempo, Rafael Sobis (I), aos 25min do segundo tempo, Palermo (B), aos 29min40seg do segundo tempo, Palácio (B), aos 31min35seg do segundo tempo, Palácio (B), aos 45min do segundo tempo. Cartões amarelos: Gago, Schelotto, Schiavi, Calvo (B), Vinícius (I). Arbitragem: Carlos Amarilla (Fifa-PAR), auxiliado por Atilio Invernizzi (Fifa): Local: Estádio La Bombonera, em Buenos Aires.


Outras notícias
Loja Virtual