21/07/2014

Torcedores com deficiência têm acesso especializado no Gigante


Torcedores ganharam facilidades no novo Beira-Rio

Democrático em sua essência, o Sport Club Internacional trabalha diariamente procurando oferecer um serviço de qualidade para receber todos os tipos de colorados em sua casa com o devido conforto. No reformulado Beira-Rio, por exemplo, pessoas com deficiência, que necessitam de acessibilidade, ganharam facilidades no acesso e uma significativa melhora nas acomodações dentro do Gigante, que ainda receberá diversas adequações até o final deste ano, conforme acordo firmado com o Ministério Público.

A partir do jogo deste domingo (21/7), na vitória por 4 a 0 sobre o Flamengo, os sócios colorados cadeirantes passaram a utilizar um serviço de check in específico para garantir o seu lugar no Gigante. Clique aqui para conferir.

Todos os cadeirantes também ganharam acomodações e acessos que atendem às suas necessidades, como um estacionamento com reservado, elevador, arquibancadas retráteis e acesso facilitado aos reformulados espaços para cadeirantes.

O torcedor Guacir Bueno (foto ao lado), 58 anos, frequentador assíduo do Beira-Rio desde a sua fundação, pôde usufruir das novidades. "Não tive problema algum para chegar. E aqui temos um ótimo espaço, com uma visão maravilhosa do Estádio. É um grande avanço", atesta o colorado fanático, que esteve no Mundial do Japão e em Dubai seguindo o clube do coração.

Por trás destas mudanças, está o trabalho da nova diretoria de acessibilidade, coordenada pelo professor Humberto Lippo, especialista na área. Ela foi instituída exatamente para qualificar esse tipo de serviço no novo Gigante. "A criação da diretoria de acessibilidade foi uma grande conquista. Acredito que poderemos fazer desse limão uma limonada. O Inter tem condições de ser destaque nesse assunto. Conheço o trabalho do prof. Humberto há muitos anos e ele é muito capacitado", afirma Guacir.


Até o final do ano, ainda serão feitas novas áreas de acesso e quatro estacionamentos reservados. Ainda serão definidas as áreas para pessoas obesas e as com deficiência visual, que devem ficar juntamente às cabines de rádio, a fim de manter a orientação auditiva.


Outras notícias
Loja Virtual