11/10/2005

INTER EMPATA COM O SÃO CAETANO EM 1 A 1


Fernandão briga pela bola com Somália: Inter empatou no Anacleto Campanella

O Internacional empatou em 1 a 1 com o São Caetano na noite desta terça-feira, em São Caetano do Sul. Com o resultado, o time colorado manteve a terceira colocação, com 53 pontos, três a menos que o Goiás, que tem um jogo a mais, e seis a menos do que o Corinthians. Márcio Mixirica marcou o gol do time paulista. Rafael Sobis empatou para o Inter.

O jogo

O time colorado foi a campo em busca da quebra de um tabu: nunca havia vencido o São Caetano em São Caetano do Sul. Para isso, o técnico Muricy escalou a equipe com algumas novidades na defesa. Na lateral-direita, Ceará entrou na vaga de Elder Granja, que está lesionado, enquanto Vinícius retornou à zaga ao lado de Ediglê.

O Inter começou a melhor a partida e criou duas ótimas chances de marcar nos primeiros 10 minutos. Aos 7min25seg, Ceará ergueu a bola da direita para Fernandão tocar de peito para Tinga. O volante cruzou rasteiro e quase Mossoró alcançou de carrinho na pequena área. Aos 8min25seg, Fernandão deu ótimo passe para Sobis. O atacante entrou na área e chutou na trave. A bola ainda tocou nas costas de Sílvio Luiz e foi para escanteio.

A primeira investida do São Caetano ocorreu aos 11min40seg, quando Somália arriscou de fora da área ao lado do gol. O Inter respondeu aos 13min30seg com Mossoró armando uma jogada para Sobis concluir de fora da área para defesa de Sílvio Luiz.

O Inter seguiu arriscando de fora da área, já que conseguia ter espaços na intermediária. Aos 14min35seg, Jorge Wagner chutou forte e Sílvio Luiz não conseguiu segurar. No rebote, Douglas salvou com um chutão.

A partir dos 15min, o time paulista passou a ameaçar mais aproveitando principalmente os avanços do ala direito Ricardo Lopes e a habilidade de Edílson. Mas o Inter seguiu melhor. Aos 21min20seg, Tinga deu ótimo passe para Mossoró cruzar e Neto salvar na pequena área.

O São Caetano perdeu a sua melhor chance aos 22min30seg, quando Triguinho cruzou rasteiro da esquerda até Dimba, livre na pequena área, concluir na trave. Dois minutos depois, Jorge Wagner tentou surpreender com um cobrança de falta da direita direto para o gol. Sílvio Luiz, porém, conseguiu defender.

Aos 30min45seg, Ricardo Lopes avançou pelo meio e chutou forte para grande defesa de Clemer. No rebote, Triguinho concluiu no corpo de um zagueiro colorado. Aos 34min40seg, Jorge Wagner bateu rasteiro de fora da área no canto e Sílvio Luiz defendeu. Cerca de 40 segundos depois, novamente Jorge Wagner arriscou de longe, mas a bola subiu demais.

Aos 37min50seg, Edílson cruzou e Dimba cabeceou para fora, ao lado do gol. Aos 43min, Somália chutou de fora da área rasteiro e Clemer fez defesa segura. Aos 43min50seg, na última chance da primeira etapa, Sobis cruzou da esquerda, Fernandão foi empurrado pelo zagueiro Gustavo na pequena área, mas o juiz não marcou o pênalti. A bola então sobrou para Tinga, na pequena área, chutar para fora, em ótima chance para abrir o placar. Foi a última chance da primeira etapa.

No intervalo, o técnico do São Caetano, Jair Picerni, retirou Dimba e colocou Márcio Mixirica.

A equipe de Muricy Ramalho voltou a campo pressionando em busca do gol. Logo aos 20seg, Mossoró fez boa jogada pela esquerda e tocou para Sobis chutar cruzado para fora. O São Caetano respondeu aos 4min, quando Márcio Mixirica tocou de cabeça para Somália na área chutar por cima.

O gol do time paulista surgiu aos 12 minutos. Edílson avançou pelo meio, tocou para Márcio Mixirica na entrada da área chutar cruzado no canto: 1 a 0. O São Caetano cresceu com o gol e quase marcou o segundo quando Edílson chutou forte de fora da área no travessão, aos 15min25seg.

O Inter por pouco não chegou ao empate aos 17min50seg, quando Perdigão deu ótimo passe para Sobis chutar de bico e Sílvio Luiz salvar para escanteio. A partir daí, o Inter tomou conta das ações em campo, enquanto o adversário se posicionou mais atrás e buscou os contra-ataques.

Aos 19min20seg, Mossoró tabelou com Sobis e chutou rasteiro para boa defesa de Sílvio Luiz. Aos 21min30seg, Mixirica foi lançado na área e Clemer salvou com boa saída do gol. Aos 23min, Mossoró deu grande passe para Fernandão chutar e Sílvio Luiz salvou novamente para escanteio.

Aos 24min, saiu Claudecir e entrou Germano na equipe do ABC paulista. No minuto seguinte, Mossoró tabelou com Fernandão e chutou cruzado com perigo. O São Caetano ameaçou aos 26min em cruzamento de Ricardo Lopes que Márcio Mixirica completou de carrinho ao lado do gol. Aos 27min40seg, novo susto para o Inter: depois de escanteio, Somália concluiu livre na pequena área para fora.

Aos 32min30seg, uma mudança para cada lado, que simbolizou o que seria a partida a partir de então. Enquanto Jair Picerni retirou o atacante Somália e colocou o volante Paulo Miranda para reforçar a marcação, o técnico Muricy Ramalho pôs em campo o centroavante Gustavo no lugar do volante Perdigão em busca do gol.

E ele veio. Aos 34min45seg, Sobis tocou para Fernandão chutar forte na área. Sílvio Luiz não conseguiu segurar e, no rebote, Rafael Sobis chutou de pé esquerdo no canto: 1 a 1. Festa dos cerca de 500 colorados presentes ao Estádio Anacleto Campanella. Foi o 13º gol do artilheiro do Inter no Brasileirão.

Nos últimos minutos, o Inter pressionou muito em busca do gol da vitória. Aos 37min, Jorge Wagner chutou de fora da área e Sílvio Luiz defendeu com dificuldades. Aos 38min30seg, Fernandão tocou para Tinga, mas Sílvio Luiz salvou com boa saída do gol. No contra-ataque, aos 38min50seg, Edílson driblou na área e chutou por cima. No final da partida, mais duas mudanças no Inter: Bolívar no lugar de Ceará e Wellington na vaga de Sobis. O time colorado foi à frente, mas não conseguiu o gol da virada.

?O resultado foi ruim pelo que produzimos em campo. Criamos muitas oportunidades, mas não aproveitamos?, lamentou Fernandão.

?Um empatezinho no fim pode ser importante para nós lá na frente. Podíamos ter vencido pelo primeiro tempo?, analisou o presidente Fernando Carvalho.

?Acho que o placar foi injusto pelo que nós criamos. O time jogou muito bem novamente. A equipe está jogando bem em todos os lugares, tanto em casa quanto fora?, afirmou o técnico Muricy Ramalho.

São Caetano (1): Sílvio Luiz; Gustavo, Douglas e Neto; Ricardo Lopes, Zé Luiz, Claudecir (Germano), Edílson e Triguinho; Somália (Paulo Miranda) e Dimba (Márcio Mixirica). Técnico: Jair Picerni.

Internacional (1): Clemer; Ceará (Bolívar), Ediglê, Vinícius e Jorge Wagner; Edinho, Tinga, Perdigão (Gustavo) e Mossoró; Sobis (Wellington) e Fernandão. Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Márcio Mixirica (SC), aos 12min do segundo tempo, Rafael Sobis (I), aos 34min45seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Gustavo, Triguinho, Claudecir, Neto (SC), Edinho e Ceará (I). Arbitragem: Domingos de Jesus Viana Filho (PA), auxiliado por Jorge Mourão (PA) e Edilson Ferraz (PA). Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).

Foto/capa: Globo Esporte.com


Outras notícias
Loja Virtual