15/01/2014

Arquivo Histórico: roteiro técnico do Beira-Rio de 1969

Você, como bom colorado que é, deve estar acompanhando as notícias das obras de modernização do estádio Beira-Rio, mas você sabe como ele era quando foi inaugurado? Em abril de 1969, foi publicada na Revista do Internacional uma edição com todo o roteiro técnico do Gigante da Beira-Rio. Essa revista está à disposição para consulta local no Acervo da Biblioteca Zeferino Brasil na Fundação de Educação e Cultura do Sport Club Internacional.

Edição com roteiro técnico do Beira-Rio pode ser conferida na Biblioteca

O Beira-Rio começou a ser construído em 1963 com o apoio de torcedores que contribuíam com dinheiro ou material de construção para que o estádio fosse erguido. Sua estrutura se apoiava sobre 804 estacas num perímetro de 725 metros. A marquise foi construída apenas sobre o setor “social” do estádio, pois para outro lado havia a possibilidade de construir um terceiro anel de arquibancadas. Toda essa estrutura gerou uma capacidade para 110.000 pessoas assistirem aos jogos. O gramado, do tipo Bermuda Grass, fornecido pelo Country Club de Porto Alegre foi plantado muda por muda. Além disso, o campo possuía um sistema de drenagem moderno com bombas de recalque.

Em tecnologia, o Gigante era um dos estádios mais modernos do mundo. A sonorização ao redor do campo possuía 12 caixas acústicas especiais, possuía um grande sistema de iluminação com 400 lux de intensidade luminosa e era o único estádio do Brasil que dispunha de um placar eletrônico. Além de toda essa modernidade, no Beira-Rio, havia 40 bilheterias, 37 sanitários, 20 bares, a Churrascaria Saci, 5.000 vagas de estacionamento e um ancoradouro para pequenas embarcações que vinham pelo rio Guaíba.

O Gigante da Beira-Rio foi inaugurado no dia 06 de abril de 1969. Na época, a imprensa o elogiava como o maior e mais moderno estádio particular de futebol do mundo. E, ao longo de seus quase 45 anos, o estádio sempre passou por pequenas reformas para atender às exigências da CBF e garantir o bem-estar do torcedor colorado e atualmente passa por uma remodelação para atender a grandiosidade de uma Copa do Mundo.

Texto elaborado por:
Fagner Dornelles de Souza

Equipe de Pesquisa Histórica
Museu do Sport Club Internacional Ruy Tedesco

> Veja mais postagens que nem esta acessando o Blog Arquivo Histórico


Outras notícias
Loja Virtual