11/09/2013

Solidariedade colorada com vítima da enchente


Menino colorado ganhou uma bola e uma camisa autografada

O colorado Carlos Miguel foi uma das vítimas da enchente que ocorreu em Novo Hamburgo na última semana. Com apenas 11 anos, o garoto viu a sua família perder grande parte dos móveis e pertences. Na oportunidade, ele perdeu também as únicas coisas do Inter que possuia em casa: uma camisa e uma bermuda.

>Veja mais fotos da visita

Em busca de diminuir um pouco a tristeza do filho, o pai, Marcos Miguel Schwiigirt, contou com a ajuda de um colega de trabalho para proporcionar um momento único na vida do garoto. Jeferson Rodrigo Martins foi peça fundamental para que Marcos e Carlos tivessem uma quarta-feira especial, para ficar eternizada na memória.

"Eu trabalho com o Marcos e como a gente está sempre conversando, ele me comentou do ocorrido com ele, das perdas. Então eu contatei o Inter pelo Instagram, para tentar alguma coisa para o menino, que é torcedor. O pessoal me retornou pelo próprio Instagram, me pediram pra encaminhar um e-mail. Eu encaminhei, retornaram pedindo um contato da família, eu passei e depois o Marcos que veio me avisar que ia dar certo. Ele me contou muito feliz e isso me deixou contente também", contou Jeferson, mediador no contato entre a família e o Clube.


Jovem colorado teve dia especial no Parque Gigante

Apesar do momento difícil pelo qual está passando, o menino ganhou novos motivos para sorrir. Carlos foi presenteado com a tão desejada bola oficial de jogo e, de quebra, a recebeu autografada por Muriel. O goleiro, que também é de Novo Hamburgo, cidade atingida pela enchente, mostrou-se solidário com a situação da família.

"Eu queria trazer uma alegria pra ele, para ver se ele esquece os momentos difíceis que nós passamos. Nós não temos condições. Então, conseguir realizar esse sonho é muito bom, muito importante.", desabafou Marcos, o pai do garoto.

Carlos também realizou o sonho de conhecer o seu maior ídolo. Das mãos de D'Alessandro, o menino ganhou a sua primeira camisa oficial do Inter, autografada pelo meia.

"Para mim é muita alegria. É muito difícil conseguir um autógrafo, ainda mais em uma camisa oficial e do D'Alessandro. Estou muito feliz.", comemorou o menino Carlos.


Outras notícias
Loja Virtual