25/08/2013

Inter busca empate contra o Goiás no Estádio do Vale


Inter abriu placar, sofreu três gols mas conseguiu buscar o empate

O Internacional empatou em 3 a 3 com Goiás na noite deste domingo, no Estádio do Vale, em confronto válido pela 16ª rodada do Brasileirão. O time colorado abriu o placar com D'Alessandro, mas sofreu o empate ainda no primeiro tempo. O Goiás chegou a fazer 3 a 1 na etapa final, mas o Campeão de Tudo não se deu por vencido e buscou o empate – Dudu Cearense (contra) e Leandro Damião marcaram os gols.

O time de Dunga ainda teve um gol mal anulado e um pênalti sobre Damião sonegado pela arbitragem, ambos lances ocorridos no segundo tempo. O resultado deixa o Inter na oitava posição, com 23 pontos (está a quatro do G4, mas tem uma partida a menos em relação à maioria dos adversários).  

Na quinta-feira (29/8), o desafio é contra o Salgueiro, em Pernambuco, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Como venceu por 3 a 0 a primeira partida, o Colorado fica com a vaga até mesmo com derrota por dois gols de diferença.

> Veja fotos de Inter 3x3 Goiás

Escalação

O time colorado teve um desfalque por suspensão – o volante Willians recebeu o terceiro amarelo diante do Atlético-MG e não pôde atuar. Com isso, Ygor e Jorge Henrique compuseram a dupla de volantes e D'Alessandro e Fabrício completaram o meio-campo. Muriel, recuperando-se de uma pancada na região abdominal, seguiu de fora e seu irmão, Alisson, atuou mais uma vez entre os titulares. Ednei foi a novidade na lateral direita.

Chuva interfere no gramado

A chuva intermitente dos últimos dias inevitavelmente prejudicou a qualidade do gramado do Estádio do Vale, tornando-o bastante escorregadio e com algumas poças em pontos isolados, principalmente nas laterais. 

Inter toma a iniciativa

O Inter começou o jogo tentando chegar ao gol a partir das jogadas aéreas, com bolas alçadas para a área. O time colorado ditava o ritmo e tinha muito mais volume de jogo ofensivo, mas a zaga goiana estava bem postada e conseguia evitar a maioria das conclusões. Aos 7min, D'Alessandro chutou cruzado e a bola teve sua trajetória alterada após desvio no zagueiro adversário. Aos 10min, Forlán soltou uma paulada frontal, no meio do gol, e Renan espalmou. Aos 22min, D'Ale exigiu nova defesa do ex-goleiro colorado, em chute cruzado desferido da entrada da área.

O Goiás assustou em dois lances. Aos 24min, Vitor fez cruzamento fechado quase supreendeu o goleiro Alisson, que deu um tapa providencial na bola, evitando que ela entrasse no gol. Logo depois, Walter cabeceou fraquinho e a bola acertou a trave esquerda.

D'Ale abre o placar

A insistência do Inter no campo de ataque foi recompensada aos 27min, quando D'Alessandro recebeu passe no interior da área, fez o giro em cima do marcador e chutou de perna esquerda, com categoria, para colocar a bola no cantinho direito de Renan. Golaço, o seu 51º com a camisa colorada!

Goiás empata

Faltou pouco para o placar ser ampliado, aos 32min: Ednei alçou para a área em cobrança de falta e Ronado Alves cabeceou perigosamente sobre o gol. Porém, aos 36min, Renan Oliveira recebeu bom passe de Walter e chutou com precisão para empatar o confronto no Vale do Sinos.

O gol goiano não mudou a postura ofensiva do time de Dunga, que teve boa chance de desempatar antes do intervalo. Aos 42min, Forlán chutou cruzado do interior da pequena área, do lado direito, e a bola explodiu no travessão.

Gol mal anulado no recomeço

O segundo tempo começou com um gol mal anulado do Inter. Aos 6min, D'Alessandro deu um drible desconcertante no adversário no meio-campo e fez um lançamentro sensacional para Forlán. O atacante uruguaio invadiu a área e chutou para o fundo da rede, mas a assistente Neuza Back sinalizou impedimento inexistente e o árbitro invalidou o gol

A pressão colorada era intensa. Aos 13min, após insistentes investidas na área do Goiás, Fabríciou chutou no centro do gol para a defesa salvadora de Renan. Aos 20min, Scocco, que havia entrado no lugar de Ednei, chutou de longe e a bola passou próxima à trave direita.

Colorado sofre virada mas rage

Aos 26min, um duro golpe: Renan Oliveira cabeceou, Alisson espalmou para a linha de fundo e Ramon fez passe rasteiro para William Mateus completar. 2 a 1. Em seguida, Caio e Alex foram para o jogo nas vagas de Forlán e Kleber. No seu primeiro lance, Caio quase empatou, mas o chute feito de dentro da pequena área saiu à esquerda do gol.

Aos 31min, em contra-ataque fulminante, Ramon ampliou de cabeça para o Goiás. Mas o Inter foi valente e conseguiu descontar no minuto seguinte. Caio chutou cruzado da esquerda, Renan defendeu parcialmente e a bola acabou batendo em Dudu Cearense antes de entrar no fundo do gol. 3 a 2.

O Campeão de Tudo ganhou moral com o gol e seguiu em cima em busca do empate. Aos 40min, Alex fez bom passe para Leandro Damião, que chutou com categoria do bico da grande área, sem chance para o goleiro Renan. Golaço! 3 a 3!

Aos 43min, Scocco chutou de fora da área, Renan defendeu de forma parcial e a zaga conseguiu afastar na sequência. No lance seguinte, Fabrício arriscou de longe mas a bola tomou muita elevação. Aos 49min, Damião foi derrubado na área por Rodrigo, mas a arbitragem nada marcou.

"Vamos continuar lutando no campeonato. Temos que continuar focados porque ainda não é tarde", disse D'Alessandro.

"O campo pesado nos atrapalhou um pouco, pois temos um time rápido. Mas foi um resultado justo. Criamos muitas chances, mas temos que trabalhar para não sofrermos tantos gols", afirmou o técnico Dunga.

"O poder de reação é o que tem de mais positivo neste time. Mas temos que fazer valer mais a qualidade inegável que temos no grupo", avaliou o diretor de futebol Luis César Souto de Moura.

Ficha técnica:

Internacional (3): Alisson; Ednei (Scocco, aos 15min do 2º tempo), Ronaldo Alves, Juan e Kleber (Alex, aos 28min do 2º tempo); Ygor, Jorge Henrique, Fabrício e D'Alessandro; Forlán (Caio, aos 29min do 2º tempo) e Leandro Damião. Técnico: Dunga.

Goiás (3): Renan; Vítor, Rodrigo, Ernando e William Matheus; Dudu Cearense, David, Renan Oliveira (Juliano) e Hugo; Tartá (Ramon) e Walter. Técnico: Enderson Moreira.

Gols: D'Alessandro (I), aos 27 minutos do primeiro tempo, Renan Oliveira (G), aos 36 minutos do primeiro tempo, William Mateus (G), aos 26 minutos do segundo tempo, Ramon (G), aos 31 minutos do segundo tempo, Dudu Cearense (I, contra), aos 32 minutos do segundo tempo, Leandro Damião (I), aos 40min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Ygor (I); Rodrigo (G).

Público: 2.174 (1.815 pagantes). Renda: R$ 43.680,00.

Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SC).

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.


Outras notícias
Loja Virtual