12/08/2012

Inter marca aos 47min e vence a Ponte Preta por 2 a 1

O Internacional venceu a Ponte Preta por 2 a 1, de virada, em jogo válido pela 16ª rodada do Brasileirão que foi disputado na tarde deste domingo, no Beira-Rio. O time de Campinas abriu o placar com Marcinho, aos 39min do primeiro tempo, mas Jajá empatou aos 14min da etapa final. No finalzinho, aos 47min, o atacante Mike, que havia entrado no lugar de Kleber, marcou o gol da importante vitória em casa.

Na quinta posição, com 30 pontos, e a um de distância do G4, o Colorado agora parte para duas partidas em São Paulo, contra Corinthians e Portuguesa.

> Galeria de fotos da partida

> Destaques da vitória


Jogadores comemoram: Inter buscou a vitória nos acréscimos

Kleber retoma titularidade

O lateral Kleber retornou ao time após longo afastamento por lesão. O camisa 6 atuou no lugar de Fabrício, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Na vaga de Índio, também suspenso, a novidade foi Rodrigo Moledo. O restante do time foi o mesmo que havia sido escalado nas duas últimas rodadas. No entanto, mais uma vez o técnico Fernandão teve que líder com uma série de desfalques, já que Dagoberto e D'Alessandro, lesionados, Leandro Damião, na Olimpíada, e Dátolo, ainda em recuperação de lesão, não puderam atuar.

Solidariedade

Na entrada do time em campo, os jogadores do Inter vestiram camisetas com a inscrição 'Força Ber', em apoio a Bernardo Rodrigues, fisioterapeuta das categorias de base que luta contra um câncer.

Primeiro tempo complicado

As duas equipes começaram o jogo marcando forte e mostrando muita disposição em cada dividida. Porém, ninguém conseguia criar chances no plano ofensivo. A primeira conclusão da partida foi da Ponte Preta, aos 13min, em uma cobrança de falta de Marcinho que Muriel defendeu com um soco para frente. Pouco depois, Rodrigo Moledo desviou cruzamento por cima e levou perigo ao goleiro Edson Bastos: o zagueiro cabeceou em direção ao chão e a bola passou ao lado esquerdo do gol adversário.

A partir de então, o Inter começou a pressionar na frente de forma mais intensa. Aos 16min, Nei cruzou e Forlán chutou de primeira da entrada da área, mas a bola tomou muita elevação. Aos 21min, Fred acionou o atacante uruguaio que, de dentro da área, chutou de pé esquerdo, rasteiro, desviado na zaga para escanteio. Na sequência, o camisa 7 voltou a ameaçar, em nova conclusão que bateu na defesa antes de sair pela linha de fundo.


http://www.internacional.com.br/imagens/noticias/Forlan_120812.jpg                                   Atacante Diego Forlán teve chance de marcar no primeiro tempo

Depois deste ímpeto colorado, o ritmo do jogo arrefeceu um pouco. Ambos os times erravam muitos passes e tinham dificuldades na finalização das jogadas. Aos 38min, Jajá chutou de longa distância e Edson Bastos buscou a bola no cantinho esquerdo. Aos 39min, em rara escapada do adversário, Cicinho invadiu a área pela direita e chutou cruzado para abrir o placar para a Ponte Preta.

Inter reage

No intervalo, Fernandão fez uma alteração com o objetivo de dar mais poder ofensivo à equipe, ao colocar o atacante Maurides no lugar do volante Ygor. Forlán passou a atuar aberto pela direita, enquanto Jajá ficava mais centralizado. Fred posicionava-se na ponta-esquerda e Maurides atuava como centroavante entre os zagueiros

O Inter acelerou as jogadas no começo do segundo tempo na tentativa de surpreender a marcação armada pelo time campineiro em frente à sua área. Aos 6min, Fred avançou pela meia-esquerda e chutou por cima do gol. Aos 9min, Forlán pegou chute de primeira de longe e a bola saiu ao lado direito de Edson Bastos. Aos 12min, Cicinho soltou uma paulada frontal que explodiu na trave esquerda de Muriel.

Mas o Colorado jogava melhor, tinha mais imposição e chegou ao empate aos 14min: Fred cruzou com qualidade da esquerda e Jajá saltou alto para cabecear com precisão no cantinho direito. 1 a 1! Foi o quarto gol de Jajá na temporada e o segundo neste Brasileirão. 

                                                 Jajá (E) comemora com Forlán o gol de empate

O Campeão de Tudo cresceu na partida e teve boas chances de desempatar. Aos 18min, Nei cruzou rasteiro, Gustavo cortou parcialmente e Jajá apareceu na pequena área para chutar em cima de Edson Bastos. Aos 20min, Lucas Lima, que havia entrado no lugar de Fred, recebeu de Forlán e chutou rente à trave esquerda. No minuto seguinte, Jajá soltou uma bomba que cruzou a grande área e passou muito próxima à trave esquerda. Aos 26min, Maurides recebeu de costas para o gol, fez o giro, mas concluiu fraquinho, fácil para defesa de Edson Bastos. Aos 30min, o atacante Mike entrou no lugar de Kleber.

Muriel foi exigido pela primeira vez na etapa final aos 31min, em chute de Caio que o camisa 1 do Inter pegou sem problemas. No lance seguinte, Forlán fez jogada individual e chutou cruzado, no contrapé de Edson Bastos, que espalmou para escanteio.

Mike decide

O Inter acreditou na vitória até o finalzinho e foi recompensado por isso. Aos 47min, Mike chutou em cima da zaga e a bola sobrou para Elton. O volante viu a penetração de Mike no interior da área e tocou para o atacante, que chutou com categoria para colocar a bola no cantinho direito. Golaço! Vira-vira no Beira-Rio e alegria da torcida!


Mike comemora o gol marcado no finalzinho da partida

"Fomos coroados pela insistência. O Inter foi atrás e buscou os gols", ressalta Bolívar.

"Felizmente o Elton tocou pra mim, eu fui bençoado e fiz o gol", disse Mike.

"Tivemos dificuldades ofensivas no primeiro tempo, mas também não demos chances. O gol que sofremos foi em um lance isolado. No segundo tempo a mudança de postura foi fantástica. Foi uma vitória do grupo acima de tudo", destacou o técnico Fernandão.

Fiha técnica:

Internacional (2): Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Kleber (Mike); Ygor (Maurides), Elton, Guiñazu e Fred (Lucas Lima); Jajá e Diego Forlán. Técnico: Fernandão.

Ponte Preta (1): Edson Bastos; Gerônimo, Gustavo, Tiago Alves e Uendel (João Paulo); Baraka, Somália, Cicinho, Marcinho (Caio); Rildo (Bruno Nunes) e André Luis. Técnico: Gilson
Kleina.

Gols: Cicinho (P), aos 39min do primeiro tempo, Jajá (I), aos 14min do segundo tempo, Mike (I), aos 47min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Ygor, Guiñazu, Lucas Lima (I); Rildo (P).

Público: 11.147. Renda: R$ 148.835,00.

Arbitragem: Sandro Meira Ricci (Fifa/PE), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Boschilia (PR).
 
Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual