24/07/2012

Fernandão quer time se impondo fora de casa

O Internacional encara o Figueirense nesta quarta-feira, no Orlando Scarpelli, na segunda partida sob o comando de Fernandão. Em função do calendário de jogos, o técnico ainda não teve muito tempo para exercitar suas ideias táticas entre os jogadores. De qualquer forma, a postura que o time terá em Florianópolis não deve ser diferente da que foi apresentada contra o Atlético Goianiense.

"É possível jogar fora de casa da mesma forma como atuamos no Beira-Rio. Em relação ao esquema tático, vai depender das peças que teremos disponíveis. Ele vai variar jogo a jogo, sempre na tentativa de neutralizar os pontos fortes do adversário. Porém, a filosofia de jogo é uma só: marcação forte dentro do campo do adversário e saída rápida para o ataque", projeta Fernandão.


Fernandão fará a sua segunda partida como técnico do Inter

A boa estreia no comando do time diante do Atlético-GO precisa ser esquecida. Para o novo técnico, toda a atenção e energia agora deve estar voltada para o duelo em Florianópolis: "Não me importa o que passou. A vitória na estreia já é passado. Agora quero vencer o Figueirense. É o único jogo que estou pensando. Para chegar ao objetivo em dezembro, tenho que passar por este jogo", ressalta.

Fernandão espera um adversário disposto a lutar com todas forças diante do seu torcedor, ainda mais que conta com um novo treinador. "O Figueirense já vai estar com outra cara a partir da efetivação do Hélio dos Anjos. Ele trabalha muito bem o fator emocional. Apesar dos resultados nas últimas partidas, o time vinha jogando bem", pondera.

Capitão argentino

O Inter terá o meia D'Alessandro como capitão do time. Fernandão confirmou o posto e disse que espera tirar o máximo do que o argentino pode oferecer: "O D'Alessandro é o capitão do meu time. Vou tirar tudo o que ele puder dar pelo time", afirma.

Expectativa por Forlán

O técnico colorado elogiou o desempenho do atacante uruguaio no coletivo da última segunda-feira e revelou que espera contra com ele para a partida contra o Vasco da Gama, no próximo sábado (28/7), no Beira-Rio. "O Diego Forlán se saiu muito bem no treino coletivo. A qualidade dele não precisa nem comentar. É diferenciado. Claro que agora a perna começa a pesar um pouco, nesta fase final de preparação física. Vamos fazer um trabalho especial para ele nos próximos dias, para que ele possa readquirir ritmo de jogo. Se tudo correr bem, vai estrear no sábado contra o Vasco da Gama", disse.

Aproveitamento de Juan e Bolatti

Indagado sobre quando e onde pretende utilizar o zagueiro Juan, o treinador foi enfático ao afirmar que não trata o caso do jogador, recentemente contratado, de forma isolada. "Tenho que administrar um grupo de 33 jogadores. Não é só o Juan. Não vou tratar Índio, Bolívar e Juan de maneira diferente do Maurides, por exemplo. Todos querem vencer dentro do Inter, por isso o respeito tem que ser mútuo entre treinador e atletas", destaca.

Sobre o volante Mario Bolatti, que foi relacionado para a partida contra o Figueirense, Fernandão afirmou que poderá contar com o jogador: O Bolatti vai ter que buscar pelo espaço assim como todos estão buscando. Assim que tiver condições de jogar estará em campo", afirma.


Outras notícias
Loja Virtual