26/05/2012

Inter busca empate heroico contra o Flamengo

Agora faltam 36 decisões na busca pelo tetra >veja a tabela

Atuando com uma série de desfalques, o Internacional buscou empate heroico em 3 a 3 contra o Flamengo na noite deste sábado, no Engenhão, em partida válida pela segunda rodada do Brasileirão. O time colorado saiu perdendo o jogo por 2 a 0, mas diminuiu ainda na etapa inicial com Gilberto. Os cariocas ampliaram no comecinho do segundo tempo. Foi então que o Colorado mostrou muita garra e chegou ao empate com belos gols de Fabrício e Dátolo em chutes de fora da área. Foi um grande resultado dadas as circunstâncias da partida.

O próximo desafio no campeonato é somente no dia 6 de junho, diante do São Paulo, no Beira-Rio. O Inter encerrou a rodada na quarta posição, com quatro pontos conquistados em dois jogos.


Dátolo em ação contra o Flamengo: argentino anotou o gol de empate

> Galeria de fotos da partida

Muitas baixas

O Inter viajou para a capital carioca com muitos desfalques. Kleber, Sandro Silva, D'Alessandro e João Paulo, lesionados, Leandro Damião e Oscar, convocados para a Seleção Brasileira, além de Bolívar, suspenso, ficaram de fora do confronto. Com  isso, o técnico Dorival Júnior teve que montar um time diferente do que vinha atuando, colocando o volante Josimar e o atacante Gilberto entre os titulares. O treinador também precisou convocar vários jogadores das categorias de base para compor o grupo que viajou para o Rio.

Começo complicado

Os minutos iniciais até foram favoráveis ao Inter, que conseguiu trocar bons passes no campo de ataque. Mas o Flamengo conseguiu de impor dentro dos seus domínios e fez 2 a 0 já na arrancada da etapa inicial, atrapalhando os planos do time colorado. Aos 7min, Ronaldinho Gaúcho cobrou escanteio fechado, González desviou no meio do caminho e Muriel defendeu, porém, no rebote, Aírton concluiu da pequena área para fazer 1 a 0. Aos 10min, por pouco Gilberto não empatou, ao cabecear rente à trave esquerda.

A partida era disputada em alta velocidade. Aos 13min, Vagner Love chutou da direita e Muriel espalmou providenciamente. Um minuto depois, Dagoberto cobrou falta que foi defendida com tranquilidade por Paulo Victor. No lance seguinte, a defesa colorada se complicou na saída de bola e Índio acabou cometendo pênalti sobre Ibson. Ronaldinho Gaúcho coverteu a cobrança.

Gilberto desconta

Com a vantagem no placar, a equipe carioca diminuiu um pouco o ímpeto ofensivo. O Inter percebeu a retração do adversário e cresceu na partida. Aos 27min, Dagoberto passou pelo marcador, invadiu a área pela direita e chutou cruzado. O goleiro Paulo Victor fez grande defesa para escanteio. Aos 32min, Dátolo acionou Fabrício, que cruzou rasteiro em direção à pequena área, onde Gilberto apareceu para desviar com o bico da chuteira. A bola ainda tocou na trave esquerda antes de entrar. 2 a 1. Era o gol que o time precisava na busca pela reação.


Atacante Gilberto fez o seu sexto gol pelo Inter

O time da Gávea voltou a ameaçar com Ibson. Aos 35min, o meia invadiu a área livre de marcação, mas Muriel saiu bem do gol e afastou o perigo. Dois minutos mais tarde, Ibson, novamente, desferiu chute frontal que desviou em Nei para a linha de fundo. Aos 41min, Magal cruzou fechado da esquerda, mas Muriel estava atento e fez a defesa com segurança. Já nos acréscimos, Ronaldinho Gaúcho cobrou falta de muito longe, fácil para defesa do camisa 1 do Colorado.

Fla amplia

No intervalo, o atacante Maurides, 19 anos, do time júnior, entrou no lugar de Josimar. O Inter teve boa chance de empatar logo aos 2min. Após bate-rebate na grande área, a bola sobrou para Elton, que acabou chutando fraco. O Flamengo foi letal no contra-ataque: Vagner Love recebeu passe no interior da área e chutou cruzado para ampliar. 3 a 1.

Aos 6min, Maurides soltou uma pancada sobre o gol flamenguista. Aos 15min, Marcos Aurélio foi para o jogo no lugar de Gilberto. Aos 18min, Kléberson tentou surpreender em chute de longa de distância, mas Muriel defendeu no meio do gol.

Fabrício e Dátolo comandam reação com golaços

O Campeão de Tudo não se deu por vencido e seguiu acreditando na reação. Aos 21min, o Inter voltou a encostar no placar com um gol de placa de Fabrício. O lateral chutou cruzado da entrada da área e a bola entrou no ângulo esquerdo. Mas o melhor estava por vir. Aos 25min, Dátolo experimentou de fora da área e igualou o marcador no Engenhão: 3 a 3! O chute do meia argentino entrou no canto esquerdo, sem chance para Paulo Victor. Foi seu 10º gol em 21 jogos.


Fabrício marcou o seu quinto gol com a camisa colorada

A partir de então, o time do técnico Dorival Júnior lançou-se ao ataque e por pouco não alcançou a virada histórica. Aos 29min, Dátolo teve boa chance de anotar o quarto, mas o chute saiu pela linha de fundo. Aos 34min, Dagoberto carregou a bola pelo meio e chutou desviado para escanteio. Aos 42min, Marcos Aurélio cobrou falta da esquerda e Paulo Victor defendeu. Aos 44min, foi a vez de Muirel fazer defesa sensacional após cabeceio de Welinton.

"Temos que trabalhar duro para não cometer os erros que cometemos hoje", avaliou Dátolo.

"Sofremos dois gols quando estávamos fazendo um jogo equilibrado. Mas conseguimos nos reorganizar para evitar a derrota", avaliou o técnico Dorival Júnior.

"Tivemos poder de reação e tiramos dois pontos do Flamengo. Foi um resultado interessante", disse o vice-presidente de futebol Luciano Davi.

Ficha técnica:

Flamengo (3): Paulo Victor; Léo Moura, Welinton, González e Magal; Aírton (Amaral), Luiz Antônio, Kleberson e Ibson; Ronaldinho Gaúcho (Deivid) e Vagner Love. Técnico: Joel Santana.

Internacional (3): Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Elton, Guiñazu, Josimar (Maurides) e Dátolo; Dagoberto (Bolatti) e Gilberto (Marcos Aurélio). Técnico: Dorival Júnior.

Gols: Aírton (F), aos 7min do primeiro tempo, Ronaldinho Gaúcho (F), de pênalti, aos 16min do primeiro tempo, Gilberto (I), aos 32min do primeiro tempo, Vagner Love (F), aos 3min do segundo tempo, Fabrício (I), aos 21min do segundo tempo, e Dátolo (I), aos 25min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Vagner Love, Aírton, Kléberson (F); Elton, Dátolo (I).

Arbitragem: André Luiz Freitas Castro/GO, auxiliado por Fabio Pereira/TO e Jesmar Benedito Miranda de Paula/GO.

Local: João Havelange, Rio de Janeiro.


Outras notícias
Loja Virtual