08/05/2005

VITÓRIA COLORADA COM GOL DE CENTROAVANTE

O Inter foi para a partida cheio de modificações. As mudanças começaram no gol com a entrada de Renan no lugar de Marcelo. Na zaga, Vinícius não pôde atuar por lesão e deu lugar a Wilson. O meio-campo contou com a estréia de Ricardinho, que veio do Paulista. O paraguaio Gavilán não atuou por desgaste muscular. No ataque, o centroavante Gustavo, destaque do Glória no último Gauchão, teve a oportunidade de começar jogando no lugar de Diego. Além da troca de jogadores, o time de Muricy Ramalho também teve alterado o seu sistema de jogo. Edinho deixou de ser líbero e passou para a primeira função do meio-campo, juntamente a Tinga, Perdigão e Ricardinho.


Meia-atacante Ricardinho fez sua estréia com a camisa do Inter

O primeiro tempo foi dominado pelo Inter. O time carioca raramente ameaçou o gol de Renan, enquanto a equipe gaúcha teve mais chances de largar na frente. Aos 4min40seg, Perdigão deu bom passe para Sobis que avançou até a entrada da área e chutou por cima. Aos 14min20seg, a melhor chance da etapa. Jorge Wagner cobrou falta da meia-lua e a bola tocou na trave. Aos 16, Wilson avançou bem pela esquerda como se fosse um ala e cruzou com perfeição para Gustavo cabecear e Diego defender.

O jogo avançava truncado e com muitas faltas e paralisações. As duas defesas levavam vantagens sobre os ataques, produzindo poucos lances de emoção. Aos 23min45seg, em nova cobrança de falta de Jorge Wagner para a área, o goleiro Diego conseguiu defender. Aos 35, Tinga deu um toque de calcanhar para Gustavo livre na área. O centroavante, porém, não conseguiu alcançar a bola antes do goleiro Diego. Aos 39min30seg, o ala Fábio cobrou falta e Renan defendeu para escanteio. Na cobrança, Fábio quase marcou um gol olímpico. Renan salvou novamente para escanteio. Aos 43, na última chance do primeiro tempo, Jorge Wagner cobrou falta com efeito, a bola tocou no solo e quase enganou Diego, que salvou para escanteio.


Jorge Wagner levou perigo nas cobranças de falta

Para a etapa final, o técnico do Flamengo, Celso Roth, retirou o atacante Fabiano Oliveira e colocou o meia-atacante Felipe. Apesar disso, foi o Inter que voltou melhor. A equipe colorada passou a marcar mais forte no campo adversário, roubar bolas e criar contra-ataques perigosos. Foi assim logo no primeiro minuto, quando Gustavo recuperou uma bola, deu grande lançamento para Tinga, que cruzou para Gustavo cabecear e a zaga salvar na pequena área.


Rafael Sobis mostrou muita disposição em campo

Aos oito minutos, Ricardinho, de boa atuação principalmente no segundo tempo, tocou a bola entre as pernas de Júnior, que o derrubou. Como o volante flamenguista já tinha recebido o cartão amarelo no primeiro tempo, acabou expulso. Com um jogador a mais, a pressão colorada aumentou. Aos 10, Jorge Wagner cruzou e Gustavo, de atuação decisiva, cabeceou com muito perigo por cima. Aos 13min30seg, o técnico Celso Roth retirou o ala André Santos e colocou o volante Róbson, para fechar ainda mais o time carioca. Aos 21min30seg, Tinga tocou para Gustavo chutar de fora da área e Diego defender.

Aos 24min40seg, o lance decisivo da partida. Tudo começou com um grande susto. Em um contra-ataque muito veloz, o Flamengo avançou com três jogadores contra apenas o ala Elder Granja na marcação. O ala colorado, porém, conseguiu roubar a bola dos adversários e partiu para o ataque. Correu de uma intermediária a outra e tocou com perfeição para Gustavo, livre, na entrada da área. O centroavante matou a bola e chutou de pé esquerdo no canto: 1 a 0. Foi o primeiro gol de Gustavo com a camiseta do Inter.


Elder Granja criou o lance do gol colorado

Depois do gol, o Inter ganhou espaço para os contra-ataques. Aos 28, o zagueiro Rodrigo agrediu Rafael Sobis, mas recebeu apenas o cartão amarelo. Aos 35, Índio cruzou e Gustavo concluiu para fora. Um minuto depois, Granja, de ótima atuação principalmente na etapa final, ergueu a bola da ponta direita na cabeça de Sobis, que concluiu para fora. Depois disso, o Inter procurou segurar a primeira vitória. Aos 48, porém, levou um grande susto, quando a bola sobrou para um jogador do Flamengo, depois de cobrança de escanteio, na pequena área. O jogador chutou, mas Perdigão salvou quase dentro do gol.


Gustavo garantiu a primeira vitória do Inter no Brasileirão

?O mais importante foi a vitória?, destacou o centroavante Gustavo, depois da partida, bastante aplaudido pelos torcedores ao deixar o campo.

Fotos: Daniel Boucinha

Internacional (1): Renan; Elder Granja, Índio, Wilson e Jorge Wagner; Edinho, Tinga (Wellington), Perdigão e Ricardinho; Rafael Sobis e Gustavo. Técnico: Muricy Ramalho.

Flamengo (0): Diego; Henrique, Fabiano e Rodrigo; Fábio, Júnior, Jônatas, Renato e André Santos (Róbson); Fabiano Oliveira (Felipe Gabriel) e Obina (Geninho). Técnico: Celso Roth.

Gol: Gustavo (I), aos 24min40seg do segundo tempo. Cartões amarelos: Júnior, André Santos, Rodrigo (F), Tinga, Edinho, Perdigão, Rafael Sobis e Élder Granja (I). Expulsão: Júnior (F). Renda: R$ 50.120,00.  Público: 11.033 (7.684 pagantes). Arbitragem: Paulo César Oliveira (Fifa-SP), auxiliado por Ana Paula Oliveira e Maria Eliza Barbosa. Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual