06/11/2011

Inter sofre derrota para o Fluminense

O Internacional foi derrotado por 2 a 1 pelo Fluminense na noite deste domingo no Beira-Rio, em jogo válido pela 33ª rodada do Brasileirão. O time carioca abriu o placar com Rafael Moura aos 17min. Oscar empatou para o Colorado 20 minutos depois, mas no finalzinho do primeiro tempo, Rafael Sobis colocou o Flu novamente em vantagem. O Inter lutou muito na etapa final, mas não conseguiu evitar a derrota.

Com o resultado, o Inter caiu para a sétima posição, com 51 pontos. Está a quatro pontos do G-5, no entanto, ainda restam cinco jogos na competição nacional - Cruzeiro (fora), Bahia (casa), Botafogo (fora), Flamengo (fora) e Grêmio (casa) - para o Campeão de Tudo lutar por uma vaga na Libertadores de 2012.


Oscar marcou o gol do Inter na partida disputada no Beira-Rio

> Galeria de fotos da partida

Retornos importantes

O Inter foi a campo com os retornos de Nei, Moledo e D´Alessandro, que cumpriram suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo diante do Atlético-GO. Além disso, o centroavante Leandro Damião atuou pela primeira vez no Beira-Rio desde a sua lesão diante do Fluminense, dia 21 de setembro.

Beira-Rio tomado e homenagens aos campeões

Os torcedores colorados entenderam a importância da partida e lotaram o Beira-Rio com mais de 38 mil pessoas presentes. Uma vitória deixaria o Inter no G-5. Antes do jogo, a torcida colorada prestou homenagem a Rafael Sobis, Edinho e Abel Braga, do time carioca, que participaram de alguns dos títulos mais importantes dos últimos anos. Sobis foi bicampeão da Libertadores (2006 e 2010), Abel e Edinho foram campeões da Libertadores e do Mundial (2006). O trio teve seus nomes cantados.


Beira-Rio recebeu mais de 38 mil torcedores

Inter começa melhor

O time colorado assumiu a iniciativa da partida cedo. Já a equipe carioca ficou na defesa e apostou no contra-ataque. Aos 4min, D´Alessandro cobrou escanteio, Bolatti cabeceou forte em direção ao gol, mas Leandro Eusébio salvou de cabeça na pequena área. Aos 10min, o Inter teve muito perto do primeiro gol. Oscar entrou livre na área e tentou chutar na saída do goleiro, mas a bola foi pra fora. Uma pena.

Gol na primeira chance do Flu

Aos 17min, o Fluminense saiu na frente logo na sua primeira chegada. Bola cruzada com qualidade do bico da área até a cabeçada forte de Rafael Moura sem chances para Muriel. Era o primeiro indício de que o dia não seria do Inter mesmo.

Em busca da reação

O time colorado tratou de correr atrás do resultado. Aos 20min, boa jogada do Inter. Damião fez parede na entrada da área, tocouem Andrezinho, que achou D´Alessandro na direita. O argentino deu um corte no marcador, cruzou para Damião cabecear e Diego Cavalieri salvar com boa defesa. Dois minutos depois, Bolatti e D´Alessandro tabelaram até a entrada da área, a bola sobrou para Oscar chutar forte e Diego Cavalieri defender com segurança.


Andrezinho tenta superar a marcação do time carioca

Empate na pressão colorada

O Inter não arrefecia e tratava de marcar forte a saída de bola da defesa carioca, que sentia. Aos 37min, em uma blitz, Andrezinho roubou a bola de Leandro Eusébio e tocou em Leandro Damião. O centroavante fez jogada de ponta e cruzou na medida para Oscar entrar livre e chutar com categoria para empatar o jogo. Foi a 10ª assistência de Damião na temporada e o 12º gol de Oscar em 2011.

Cariocas em vantagem de novo

O gol incendiou o Beira-Rio e o clima no estádio era de esperança na virada. Mas no último minuto do primeiro tempo, um balde de água fria sobre todos. Sobis recebeu na entrada da área, avançou e chutou forte de pé esquerdo no cantinho. Cariocas em vantagem novamente.

Segundo tempo com mais dificuldades ainda

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. Mas as dificuldades para chegar ao empate aumentavam a cada instante. O Fluminense tocava a bola e dificultava as iniciativas do Inter, que se via frustrado nas tentativas de pressionar. Bem postado na defesa, o time carioca deixava poucos espaços para a criação do Inter.

Oscar quase decide de novo

Aos 14min, em jogada pessoal, Oscar ganhou da marcação na área e cruzou para Damião, que por pouco não alcançou a bola de carrinho. Faltou pouco para o empate. Um minuto depois, o técnico Dorival Júnior colocou Ilsinho no lugar de Andrezinho para dar mais movimentação ao time. Aos 21min, Rodrigo Moledo fez jogada de força, arrancou pela direita, passou por vários jogadores e cruzou para Damião, que desviou na rede pelo lado de fora.

Mudanças dos dois lados, mas panorama segue igual

Dos 24 aos 28min foram várias as mudanças. No Inter saíram D´Alessandro e Guiñazu e entraram Zé Roberto e Tinga. No Flu, foram a campo Araújo e Diguinho e saíram Deco e Marquinho. Mas o panorama da partida pouco mudou. O Inter seguiu com dificuldades de criar, e o Fluminense conseguia segurar bem o resultado.

Expulsão complica ainda mais

Aos 37min, a coisa complicou de vez com a expulsão de Juan, por reclamação. Mas mesmo com um jogador a menos, o Inter teve chance com Damião, aos 40min, que recebeu na área e tentou o chute cruzado, mas a bola saiu ao lado do gol. Aos 46min, em contra-ataque, o goleiro Muriel salvou o terceiro gol nos pés do atacante Araújo. Foi a última chance da partida.

Vestiário

"É um campeonato que oscila muito e temos todas as condições de buscar a classificação para a Libertadores. Tivemos um bom primeiro tempo, mas o Abel soube segurar a nossa equipe no segundo tempo. Criamos poucas situações e o Fluminense tirou proveito da vantagem do escore no primeiro tempo", analisou o vice-presidente de Futebol, Luís Anápio Gomes.

"O campeonato mostra o quanto é parelho e as surpresas seguirão nestas últimas cinco rodadas. O adversário teve tuas oportunidades e converteu. Tivemos mais oportunidades, mas não conseguimos a vitória. Na segunda etapa, não tivemos a consistência para conseguir ao menos o empate. Vamos ter que buscar o resultado fora de casa. Se conseguirmos uma vitória, novamente o Inter estará no páreo", disse o presidente Giovanni Luigi.

"Foi um jogo truncado. A partida não fluiu, a marcação estava espelhada dos dois times e prevaleceu. Os gols não foram de jogadas trabalhadas. Eles tiveram as duas oportunidades e foram felizes. Tivemos algumas oportunidades mas muito aquém do que estávamos acostumados", avaliou o técnico Dorival Júnior.

Ficha técnica:

Internacional (1): Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Bolatti, Guiñazu (Tinga), Andrezinho (Ilsinho), Oscar e D'Alessandro (Zé Roberto); Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.

Fluminense (2): Diego Cavalieri; Mariano, Elivélton, Leandro Eusébio e Carlinhos; Edinho, Valencia, Deco (Diguinho) e Marquinho (Araújo); Rafael Moura e Rafael Sobis. Técnico: Abel Braga.

Gols: Rafael Moura (F), aos 17min do primeiro tempo, Oscar (I), aos 37min do primeiro tempo, Rafael Sobis (F), aos 48min do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Marquinho, Deco, Valencia (F), Oscar e Kleber (I). Expulsão: Juan (I).

Público: 38.142 (33.850 pagantes)/Renda: R$ 607.240,00.

Arbitragem: Sandro Meira Ricci (DF), auxiliado por Kleber Lúcio Gil-SC e Carlos Emanuel Manzolillo-DF.

Local: Beira-Rio, Porto Alegre.


Outras notícias
Loja Virtual