16/08/2011

A América era pintada de vermelho há exatos cinco anos

Dia 16 de agosto de 2006. Data em que a América era pintada pela primeira vez de vermelho; momento em que o Beira-Rio rugia mais alto; instante que o Internacional conquistava o título da Taça Libertadores da América. E esta grande lembrança completa exatos cinco anos nesta terça-feira. O Colorado, então treinado por Abel Braga, e liderado pelo capitão Fernandão, vinha de um resultado insólito diante do São Paulo no Morumbi (2 a 1), o que lhe permitia empatar em 2 a 2 para garantir a glória internacional, o troféu mais desejado do continente.

A semana que antecedeu a grande final da Libertadores da América foi marcada por muita expectativa. Não se falava em outra coisa em Porto Alegre. Todos os colorados contavam as horas para o início da partida mais importante dos 97 anos da história do Sport Club Internacional. Ainfal, foram mais de 57 mil torcedores no Gigante.

A partida contra o São Paulo foi antológica. O time colorado conquistou o título com um empate dramático por 2 a 2 . Os gols do Inter foram marcados por Fernandão e Tinga. Fabão e Lenílson fizeram os gols paulistas. O Inter jogou os últimos 27 minutos com um jogador a menos porque Tinga foi expulso. Com o apito final, a festa tomou conta do Gigante, que radiante de alegria, venerou emocionado os campeões da América!

16 de agosto de 2006 - Um dia sem fim

Como não lembrar daquele dia? Mas sempre é bom recordar com imagens, gols e bastidores. Pensando nisso, a TV Inter inovou e promoverá uma verdadeira sessão de cinema virtual. A partir das 22h desta terça, o filme '16 de agosto de 2006 - Um dia sem fim' será reproduzido por completo no portal http://www.tvinter.tv/. Acesse e acompanhe o documentário que emocionou e emociona os colorados.

Confira a crônica do jogo

Inter 2x2 São Paulo

Internacional: Clemer; Índio, Bolívar e Fabiano Eller; Ceará, Edinho, Tinga, Alex (Michel) e Jorge Wagner; Sobis (Ediglê) e Fernandão. Técnico: Abel Braga

São Paulo: Rogério Ceni; Fabão, Lugano e Edcarlos (Alex Dias); Souza, Mineiro, Richarlyson (Tiago), Danilo (Lenilson) e Júnior; Leandro e Aloísio. Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Fernandão (I), aos 29min do primeiro tempo, Fabão (SP), aos 5min40seg do segundo tempo, Tinga (I), aos 20min40seg do segundo tempo, Lenílson (SP), aos 39min30seg do segundo tempo.

Cartões amarelos: Edinho, Tinga, Alex, Bolívar, Edinho (I), Aloísio (SP). Expulsão: Tinga (I).

Público: 57.554 (8.656 pagantes e 43.915 sócios). Renda: R$ 719.365,00.

Arbitragem: Horacio Elizondo, auxiliado por Rodolfo Otero e Dario Garcia (trio argentino).

Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual