07/08/2011

Vitória sobre o Cruzeiro em jogão no Gigante

Em um jogo muito movimentado e cheio de lances de gols, o Internacional derrotou o Cruzeiro por 3 a 2, neste domingo, no Beira-Rio, em partida válida pela 15ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Inter subiu para a sétima colocação, com 22 pontos. D´Alessandro, Andrezinho e Damião marcaram os gols colorados. O Inter agora volta a atenção para a disputa da Recopa a partir de quarta-feira, em Buenos Aires, diante do Independiente.


Inter conquistou importante vitória na 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

Novidades na escalação

O técnico Osmar Loss teve que lidar com uma série de desfalques para montar o time para o jogo. Kleber e Wilson Matias, suspensos, Bolatti, Guiñazu e Zé Roberto, lesionados, não puderam atuar. Tinga foi preservado em função do desgaste da última partida. Oscar e Juan seguem defendendo o Brasil no Mundial Sub-20. Com isso, Fabrício, na função de lateral-esquerdo, e Dellatorre, companheiro de Leandro Damião no ataque, foram as novidades do time.

Inter começa bem

O time colorado começou melhor e quase chegou ao gol em seu primeiro ataque. A 1min, Dellatorre arrancou pela esquerda e tocou a bola para Fabrício, que passou em velocidade, entrou na área e chutou cruzado. A bola saiu a centímetros da trave. Aos 7min, Fabrício deu ótimo passe para Damião, que matou a bola no peito na área, e girou de costas para o gol. A bola saiu ao lado do gol. Lance criativo do goleador colorado. Não deu dessa vez, mas viria coisa boa pro atacante logo adiante. Aos 9min, D´Alessandro enganou o marcador com seu drible caracterísitico (La Boba) e concluiu da entrada da área por cima do gol. A bola passou perto e a torcida aplaudiu o craque argentino.

Cruzeiro faz o crime

Apesar de o Inter estar jogando bem, foi o Cruzeiro que chegou ao primeiro gol, em um lance de infelicidade do goleiro Muriel. Aos 11min, Wallyson cruzou da direita nas mãos de Muriel. O goleiro, porém, não conseguiu segurar firme, e a bola caiu na cabeça de Anselmo Ramon, que empurrou para o gol: 1 a 0 para os mineiros.

Inter não desanima e consegue o empate

Mesmo com a desvantagem, o Inter não arrefeceu e seguiu em cima em busca do resultado. Aos 15min, Elton pegou sobra da intermediária e concluiu rasteiro no cantinho para grande defesa de Fábio para escanteio. Três minutos, Damião tocou para D´Alessandro, na entrada da área. O meia chutou de pé direito, mas Fábio salvou de novo pra escanteio. O Inter já merecia o gol, quando, aos 19min, D´Alessandro foi agarrado por Gilberto na área: pênalti bem marcado. Na cobrança, D´Alessandro acertou o cantinho: 1 a 1.


D'Alessandro comemora o gol de empate contra os mineiros

Cruzeiro ameaça

Aos 26min, Vitor iria entrar na área livre, mas Bolívar deu carrinho preciso, salvando o time. Ainda conseguiu se erguer, correr e tirar a bola, evitando o escanteio. Aplausos para o capitão colorado. Aos 27min, Wallyson fez bola jogada pela direita, entrou na área e tentou o chute. A bola subiu muito. Aos 32min, Wallyson recebeu na área, em diagonal, e, quando preparava o chute, foi detido por carrinho de Fabrício, conseguindo bloquear a bola, que sobra para Muriel.

Jogo lá e cá

Os dois times atacavam em busca do desempate. Aos 36min, Nei avançou pela direita, cortou para o meio e concluiu de pé esquerdo no canto para defesa de Fábio para escanteio. Um minuto depois, o Cruzeiro respondeu com o lateral Vitor, recebendo na área, e concluindo de primeira e cruzado no canto para defesa de Muriel.


Inter na frente

O time colorado chegou à virada em lance de bola parada nascida dos pés do sempre competente Andrezinho (foto ao lado). Aos 39min, em uma falta ao lado da área, Andrezinho cobrou em direção ao gol, o zagueiro Índio tentou alcançar a bola de cabeça, a bola passou por ele, enganando o goleiro Fábio, que viu ela entrar no cantinho. Inter na frente, de virada.

Fratura de tornozelo

Aos 44min, o goleiro Muriel salvou o time em lance arrojado. Anselmo Ramon recebeu bom passe e iria entrar livre na área, mas o goleiro colorado saiu bem, nos pés do atacante, e conseguiu chegar antes praticando a defesa.

Dois minutos depois, Wallyson tentou o arremate por cobertura, de fora da área, e a bola passou perto. No lance, o atacante mineiro acabou fraturando o tornozelo. Com a lesão de Wallyson, o técnico Joel Santana colocou Ortigoza para o segundo tempo para o segundo tempo.


Etapa final ainda mais emocionante

Se o primeiro tempo teve gols, lances de perigo, defesas dos goleiros, o segundo tempo teve ainda mais emoção. O jogo era lá e cá, não permitindo a ninguém prever quem sairia com a vitória. A 2min, Dellatorre, foi à linha de fundo, pela esquerda, e chutou cruzado para defesa de Fábio. O Cruzeiro respondeu um minuto depois em conclusão forte, a bola atravessou a pequena área e quase Ortigoza conseguiu chegar nela, de carrinho. Aos 6min, Damião deu bom passe como um pivô para Andrezinho, na área. O meia arrematou forte para defesa de Fábio.

Mineiros pressionam

A partir dos 10min, o Cruzeiro pressionou mais, empurrando o Inter para trás. O argentino Montillo, movediço, estava impossível e deixava o sistema de marcação do Inter preocupado. Aos 13min, Gilberto deu um chutaço, Muriel faz grande defesa, Ortigoza pegou rebote e empurrou para o gol com o peito, mas o goleiro colorado, mesmo caído, conseguiu nova defesa, fazendo milagre no Beira-Rio. Três minutos depois, Anselmo Ramon marcou gol, recebendo passe na área, mas o juiz anulou o lance por impedimento. Aos 17min, Montillo tabelou e recebeu na área. O argentino chutou rasteiro, a bola cruzou a pequena ára com perigo.

Inter muda para deter Montillo

Na tentativa de segurar Montillo, o técnico Osmar Loss retirou Dellatorre e colocou Zé Mário. Com isso, Glaydson passou a fazer marcação individual em Montillo. A mudança deu certo por um tempo, e o Inter retomou o controle do meio-campo. Aos 26min, D´Alessandro recebeu na área, em jogada de Damião, e tentou acertar o cantinho, mas a bola saiu ao lado.

Damião, sempre ele

Aos 28min, o Inter chegou ao terceiro gol. D´Alessandro recebeu pela esquerda, olhou para a área e cruzou com perfeição no segundo pau na cabeça de Leandro Damião. O centroavante subiu com estilo e concluiu com muita qualidade e força no alto, sem chances para o goleiro Fábio. Foi o 28º gol de Damião na temporada. Festa no Beira-Rio.


Leandro Damião tem a impressionante marca de 28 gols na temporada

Mudanças e Cruzeiro desconta

Aos 32min, Damião muito aplaudido, deixou o gramado para a entrada de Jô. Aos 36min, o Cruzeiro chegou ao segundo gol, em cobrança de falta de Montillo para a área na cabeça de Leandro Guerreiro, que concluiu no cantinho, deixando o jogo dramático de novo. Dois minutos depois, entrou Bruninho no lugar de Gilberto, no Cruzeiro. Aos 39min, Bruninho girou para defesa de Muriel. Aos 41min, saiu D´Alessandro, também muito aplaudido, para a entrada de João Paulo.

Susto no final e expulsão depois do jogo

Aos 46min, Bruninho entrou na área pela esquerda e chutou no poste. Que susto. Depois disso, o time mineiro tentou pressionar, mas o Inter se segurou bem e segurou a vitória. Depois do apito final, os jogadores do Cruzeiro reclamaram da arbitragem e o zagueiro Gil foi expulso, ainda no gramado.

Entrevistas

"O importante foi a vitória e a aproximação da zona de classificação para a Libertadores", festejou o técnico Osmar Loss.

"O jogo foi muito desgastante. O time jogou bem, pressionou do começo ao fim e conseguiu uma excelente vitória", afirmou Nei.

"Acho que fiz um bom jogo, mas o importante foi a vitória. Estou bastante feliz em estar no Inter", disse o atacante Dellatorre, um dos destaques da partida.

"Futebol é um esporte coletivo. Hoje o grupo me ajudou. Está de parabéns o time", disse o goleiro Muriel.

"A equipe inteira brigou bastante em campo e mereceu a vitória", elogiou Leandro Damião, autor de 28 gols na temporada já.

Ficha técnica:

Internacional (3): Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Fabrício; Glaydson, Élton, D'Alessandro (João Paulo) e Andrezinho; Dellatorre (Zé Mário) e Leandro Damião (Jô). Técnico: Osmar Loss.

Cruzeiro (2): Fábio; Victor, Gil, Naldo e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marquinhos Paraná, Montillo e Gilberto (Bruninho); Anselmo Ramon e Wallyson (Ortigoza). Técnico: Joel Santana.

Gols: Anselmo Ramon (C), aos 11min do primeiro tempo. D´Alessandro (I), aos 20min do primeiro tempo, Andrezinho (I), aos 38min do primeiro tempo, Leandro Damião (I), aos 28min do segundo tempo, Leandro Guerreiro (C), aos 36min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Gilberto, Gil, Leandro Guerreiro, Ortigoza (C), Fabricio, Damião, Andrezinho, D´Alessandro (I). Expulsão: Gil (C).

Público: 16.286 (14.117 pagantes).

Renda: R$ 216.240,00.

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Marrubson Freitas e João Sousa Paulo Neto (trio do Distrito Federal).

Local: Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual