21/07/2011

Inter vence de virada em Floripa

O Internacional derrotou o Avaí, de virada, por 3 a 1, em Florianópolis, na noite desta quinta-feira e assumiu a 5ª colocação no Brasileirão, com 18 pontos. O time perdia até que Andrezinho entrou, depois de dois meses se recuperando de lesão, e mudou o jogo, marcando gol e participando dos outros dois feitos por Damião e D´Alessandro. Agora, o Inter dá uma pausa no Brasileirão e vai para a disputa da Copa Audi, na Alemanha.


Andrezinho entrou para ser o grande destaque do jogo, depois de dois meses em recuperação

Novidades na escalação e no banco

O Inter foi a campo com uma novidade. Tinga, recuperado de lesão, foi escalado no meio-campo. NO banco de reservas, mais novidades: Andrezinho também de volta depois de dois meses e meio lesionado e os garotos Lucas Roggia e João Paulo, destaques da conquista do último Gauchão de juniores.

Torcida colorada presente

O jogo não teve um grande público, mas a torcida colorada esteve presente com aproximadamente 2 mil pessoas, praticamente empatando com os torcedores locais. 


Torcida colorada lotou o seu espaço na Ressacada

Início com susto

Logo aos dois minutos, o Inter levou um susto. William pegou sobra na área e girou acertando chute rasteiro no canto. O bandeira, no entanto, anulou o lance acertadamente por impedimento. Estava difícil tocar a bola. As chuvas em Santa Catarina deixaram o gramado pesado e escorregadio, deixando ainda mais complicado se manter em pé.

Faltas para a área a toda hora

O Avaí buscou durante todo o primeiro tempo cobrar faltas diretas para a área. O goleiro Muriel, porém, esteve atento e cortou praticamente todas. Aos 10min, Kléber foi à linha de fundo e faez ótimo cruzamento para Tinga cabecear ao lado do gol.

Zé Roberto lesionado cedo

O time coloraso sofreu uma baixa aos 12 minutos com lesão no púbis de Zé Roberto. O técnico Osmar Loss retirou o atacante e colocou Fabrício. A mudança quase deu certo imediatamente. Aos 17min, em grande contra-ataque, Tinga deu ótimo passe para Fabrício, que entrou na área e quando tentou o chute, a bola foi cortada por Romano pra escanteio.

Muriel muito bem nas saídas de gol

O Avaí seguia tentando nas faltas para a área, mas Muriel afastava todas. Aos 28min, em uma delas, a bola foi desviada pra trás por Damião e entraria no gol, mas Muriel foi com arrojo pra bola e salvou com grande defesa.

Inter quase chega lá em dois lances

Nos últimos minutos da primeira etapa, o Inter teve duas boas chances para marcar. Aos 40min, Nei deu grande cruzamento para Damião subir livre e cabecear para defesa salvadora do goleiro. Aos 45min, Tinga entrou na área livre e cruzou rasteiro, mas a zaga conseguiu afastar.

Juiz inventa pênalti para o Avaí

Já nos acréscimos, o juiz tratou de dar uma mão pro time da casa. William ganhou de Bolívar na área e quando foi chutar, furou em bola e caiu, aos 46min. O juiz escandalosamente marcou pênalti para perplexidade de todos. Na cobrança, aos 47, William chutou e Muriel fez grande defesa. Infelizmente, a bola sobrou para o próprio atacante que concluiu e marcou o gol.

Inter vai pra cima na segunda etapa

O time colorado voltou com uma postura mais ofensiva na segunda etapa. A 1min, Fabrício fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Damião, mas a zaga afastou pra escanteio. Aoss 4min, D´Alessandro recebeu e foi à linha de fundo. O juiz marcou impedimento equivocadamente. O juizão seguia aprontando no segundo tempo também. Aos 10min, D´Alessandro cobrou falta no cantinho, e a bola saiu por pouco.

Discussões e cartões amarelos

O jogo estava nervoso com muita reclamação. O juiz aplicava cartão pra todo lado. Aos 13min, Damião recebeu na área, girou e pediu o pênalti. O juiz nada marcou. Dirceu e Damião discutem e levaram o amarelo. Em seguida, D´Alessandro também foi advertido pelo árbitro atrapalhado.

Andrezinho entra e a partida muda

Aos 17min, entrou Andrezinho, depois de mais de dois meses se recuperando de fratura na perna. O meia tinha sido um dos herois da conquista do Gauchão na vitória sobre o Grêmio, no Olímpico. Bastaram três minutos para o Inter chegar ao empate. Aos 20min, Andrezinho tocou a bola em Damião na área, que recebeu, fez a jogada de pivô e devolveu para Andrezinho chutar de pé canhoto rasteiro no canto. Belo gol de Andrezinho no seu retorno.
Aos 24min, veio a virada. Andrezinho tocou em Nei na direita, o lateral, um dos destaques do jogo, cruzou de primeira e com qualidade na cabeça de Damião, que concluiu com força no alto, sem chances para o goleiro. Belo gol de Damião, o seu quarto no Brasileirão e o 25° na temporada.

Avaí tenta ir pra cima

Com a virada, o time catarinense sai do esquema fechado e parte para cima colocando os atacantes Rafael Coelho e Robinho nos lugares de volantes. Os cruzamentos para a área foram vários, mas a defesa se posicionou bem, principalmente Nei afastando de cabeça várias jogadas. Aos 41min, William conseguiu o giro na entrada da área e acertou um chutaço, mas a bola saiu por pouco. Susto para o Inter.

Inter mata o jogo no fim

Aos 44min, o time colorado fez grande troca de passes até Damião entrar livre na área e chutar no cantinho. A bola saiu por pouco. Um minuto depois, em jogada semelhante, Andrezinho deu grande toque para Damião, na área. O centroavante rolou para D´Alessandro que ficou de frente para o goleiro e chutou rasteiro para matar a partida. Festa colorada em Floripa.


Damião quase marcou no primeiro tempo, mas deixou a sua marca no segundo

Entrevistas

"O time teve um rendimento excelente. Todos os jogadores são importantes no grupo. O nosso time teve posse de bola, a pressão do Avai nao foi contundente. O importante é conter o adversário e chegar bem à frente", avaliou o técnico Osmar Loss.

"O Avaí só fez um gol em um pênalti inexistente. Foi uma vitória importantíssima. Os jogadores mostraram a união, a qualidade e a garra desse grupo. Tenho certeza que vamos ter uma caminhada vitoriosa neste Brasileiro", afirmou o presidente Giovanni Luigi.

"É um jogo emblemático por todos os acontecimentos que passaram. A importância da vitória era muito grande para consolidar as atitudes. Sofremos um gol injusto e mostramos um poder de reação e organização muito grandes para virar a partida", analisou o vice-presidente de futebol, Luís Anápio Gomes.

"Vitória para dar ainda mais tranquilidade para tomarmos as decisões. O mérito é todo dos jogadores. O Damião é craque. É um dos melhores centroavantes do futebol brasileiro. Ele tem um futuro imenso", elogiou o diretor técnico Fernandão.

"É um grupo que sempre quer vencer. O Inter sempre que passa por um obstáculo cresce e vence", disse Índio, que está a um jogo de chegar aos 300 com a camisa colorada.

"Trabalhamos bem a bola e conseguimos a vitória", disse Damião.

"Conseguimos o resultado. O trabalho tem sido muito bom", disse D´Alessandro.

"Esta é uma das partidas que vai ficar guardadas no meu coração. Foram quase três meses de sofrimento ficando parado na minha melhor fase no Inter. Teve um gosto mais que especial esta volta. Não poderia ser melhor", comemorou Andrezinho, o destaque do jogo.

Ficha técnica

Avaí (1): Felipe; Gustavo Bastos, Bruno (Leandrinho) e Dirceu; Arlan,  Diogo Orlando (Robinho), Batista, Cléverson (Rafael Coelho), Pedro Ken e Romano; William. Técnico: Alexandre Gallo.

Internacional (3) Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Bolatti, Guiñazu (Andrezinho), Tinga e D´Alessandro; Zé Roberto (Fabrício, Elton) e Leandro Damião. Técnico: Osmar Loss.

Gols: William (A), aos 47min do primeiro tempo, Andrezinho (I), aos 20min do segundo tempo, Damião (I), aos 24min do segundo tempo, D´Alessandro (I), aos 45min do segundo tempo.

Arbitragem: Felipe Gomes da Silva-RJ, auxiliado por Dilbert Pedrosa Moisés-RJ e José Amilton Pontarolo-PR.

Cartões amarelos: Arlan, Bruno, Dirceu (A), Bolatti, Damião, D´Alessandro (I).

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis.


Outras notícias
Loja Virtual