17/07/2011

Inter perde para o São Paulo no Beira-Rio

O Internacional foi surpreendido na noite deste domingo pelo São Paulo e acabou derrotado por 3 a 0, em jogo válido pela 10ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Casemiro, Fernandinho e Carlinhos Paraíba. O time colorado parte em busca da reação diante do Avaí, na próxima quinta-feira, em Florianópolis.

Chances para os jovens do meio pra frente

O Inter foi a campo sem três jogadores em relação ao confronto diante do Corinthians, quinta-feira passada: Juan e Oscar, na seleção sub-20, e Zé Roberto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Entram então Índio, na zaga, Ricardo Goulart, no meio-campo, e Alex, no ataque. Ricardo Goulart foi um dos destaques do Inter-B nos jogos do Gauchão, enquanto Alex, contratado ao Fluminense no começo da temporada, teve a chance de começar uma partida do Brasileirão pela primeira vez.


Ricardo Goulart teve a oportunidade de começar a partida diante do São Paulo

Erro de arbitragem contra o Inter

O time de Falcão teve a primeira grande chance do jogo, mas foi prejudicado pela arbitragem. Aos 9min, em um contra-ataque em velocidade, D´Alessandro deu grande passe para Leandro Damião, que entraria livre na área, mas o bandeira marca impedimento. Damião estava em posição normal, mas o auxiliar errou bisonhamente para o azar do Inter.

São Paulo começa a dominar

O time paulista parecia mais entrosado e bem posicionado no campo e começou a dominar o jogo em seguida. Aos 14min, Rogério Ceni cobrou falta no ângulo e Muriel fez grande defesa pra escanteio. Aos 19min, Casemiro marcou o gol de cabeça, depois de cobrança de falta de Rivaldo para a área. O jogador saltou livre na área e concluiu com precisão.

Inter tenta reagir com os laterais

O time colorado tentou reagir em três lances com seus laterais. Aos 24min, Kléber deu bom lançamento para Damião. O centroavante lutou contra dois marcadores na área, ganhou a jogada e tentou colocar de pé esquerdo, mas a bola foi por cima. Quatro minutos depois, Nei foi à linha de fundo e cruzou bem para Damião cabecear no canto. Rodolfo salvou na pequena área, com Rogério Ceni já batido. No rebote, Guiñazu arriscou de fora da área por cima. Aos 33min, Kléber cobrou falta da entrada da área, e a bola passou muito perto do ângulo com Rogério Ceni torcendo para a bola sair.

Time paulista chega ao segundo gol

Com o time colorado projeto à frente em busca do empate, o São Paulo se aproveitou dos espaços para o contra-ataque com os rápidos Dagoberto e Fernandinho. Aos 39min, Fernandinho ganhou na velocidade da zaga colorada, entrou na área e colocou por cima de Muriel com categoria. 2 a 0. Aos 42min, Dagoberto avançou pelo meio e tentou chutar colocado de fora da área, mas a bola saiu ao lado.

Duas mudanças para a etapa final

Em busca da reação na partida, o técnico Paulo Roberto Falcão fez duas modificações para o segundo tempo: entraram Fabrício e Elton e saíram Ricardo Goulart e Bolatti. As mudanças surtiram efeito, o Inter entrou pressionando em busca da virada. O time jogava com muita garra e deixava o São Paulo no seu campo. Mas na hora do último passe ou da conclusão, o time não conseguiu ser efetivo.


Guiñazu lutou muito no meio-campo, mas Inter não conseguiu superar o time paulista

Chances criadas

Aos 6min, Fabrício deu bom passe para Damião, que foi à linha de fundo e cruzou para Alex cabecear para defesa de Rogério Ceni. Dez minutos depois, D´Alessandro acertou um chute forte no gol, mas Rogério Ceni conseguiu defender com dificuldade. Aos 18, novamente D´Alessandro arriscou da entrada da área ao lado do gol.
Aos 20min, saiu Alex para a entrada de Gilberto, na última mudança colorada no jogo. Dois minutos depois, Gilberto cruzou da direita e Damião cabeceou para defesa de Ceni.

Grande defesa de Ceni e terceiro gol no finalzinho

Aos 29min, Leandro Damião, da entrada da área, conseguiu um chute surpreendente no cantinho, mas Rogério Ceni foi lá e conseguiu a grande defesa pra escanteio. Aos 31min, Rivaldo saiu e entrou Cícero no São Paulo. Aos 39, Carlinhos Paraíba foi a campo no lugar de Fernandinho. O novo jogador foi efetivo e acabou marcando o terceiro gol aos 48min do segundo tempo em chute rasteiro no cantinho.

Vestiário

"Ninguém gosta de perder em casa, mas infelizmente é uma derrota que fica marcada", lamentou o zagueiro Bolívar.

"Começamos de forma desorganizada no primeiro tempo, melhoramos no segundo tempo, mas infelizmente não conseguimos a vitória", analisou o vice-presidente de futebol, Roberto Siegmann.

"Tivemos um primeiro tempo muito ruim e o São Paulo foi bem superior. No segundo tempo, conseguimos compactar, tivemos mais volume e uma presença maior. Em nenhum momento faltou empenho dos nossos jogadores, que lutaram bastante. O adversário teve mais qualidade que a gente", afirmou o técnico Falcão.

Ficha Técnica:

Internacional (0): Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Bolatti (Elton), Guiñazu, Ricardo Goulart (Fabrício) e D´Alessandro; Alex (Gilberto) e Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

São Paulo (3): Rogério Ceni; Jean, Xandão, Rodolfo e Juan; Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro e Rivaldo (Cícero); Fernandinho (Carlinhos Paraíba) e Dagoberto. Técnico: Milton Cruz.

Gols: Casemiro (SP), aos 19min do primeiro tempo, Fernandinho (SP), aos 39min do primeiro tempo, Carlinhos Paraíba (SP), aos 48min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Kléber, Bolívar, Índio, Damião, Fabrício (I), Rodolfo (SP).

Público: 13.630 (11.800 pagantes). Renda: R$ 188.645,00.

Arbitragem: Wagner Reway (MT), auxiliado por Erich Bandeira (Fifa/PE) e Joadir Pimenta (MT).

Local: Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual