28/04/2011

Para repetir 1989, Inter encara desafio em Montevidéu

Por Marcos Bertoncello (texto)
e Alexandre Lops (fotos)
Enviados especiais a Montevidéu-URU

O confronto contra o Peñarol marca um reencontro histórico favorável para o time do Inter. Apesar do amistoso disputado em 2010, a última vez que as equipes mediram forças em partidas oficiais foi em 1989, pela Copa Libertadores da América, e justamente nas oitavas de final da competição. O Colorado goleou os uruguaios por 6 a 2 no Beira-Rio e obteve vitória, também em Montevidéu, por 2 a 1.


Clubes duelaram em amistoso realizado ano passado em Rivera

Com vasta superioridade no placar agregado, o Inter do então técnico Abel Braga carimbou passagem às quartas de final para enfrentar o Bahia. Objetivo este colocado para o grupo de Paulo Roberto Falcão neste ano que, desta vez, começará jogando fora de casa e decidindo classificação dentro de seus domínios. A equipe que goleou o Peñarol naquele ano teve Taffarel; Luís Carlos Winck, Nórton, Aguirregaray e Casemiro; Norberto, Luís Fernando (Ado) e Luís Carlos Martins; Heider, Nílson e Edu (Diego Aguirre).

Diego Aguirre

Atual técnico da equipe uruguaia, Diego Aguirre já vestiu a camiseta do Internacional e mais: atuou no jogo épico contra seu clube de coração em 1989 e, por exemplo, no 'Gre-Nal do Século' vencido pelo Inter no mesmo ano. Foi dele o segundo gol colorado na partida em Montevidéu, a de volta das oitavas de final. 'La Fiera', como é conhecido por aqui, era atacante e passou por vários clubes uruguaios. No Brasil, defendeu as cores de Inter, São Paulo e Portuguesa. Ídolo da torcida do Peñarol, Aguirre tem em seu currículo de jogador a Copa Libertadores da América de 1987, conquistada pelos carboneros com gol dele nos acréscimos do segundo tempo contra o América de Cali. Para potencializar ainda mais o carinho com a torcida do Peñarol, como treinador, ele foi campeão uruguaio em 2003 e do Torneio Clausura de 2010 de maneira invicta, o que fez o time disputar a Libertadores deste ano.

Retrospecto contra uruguaios

O jogo contra o Peñarol será o 12º do Inter contra times uruguaios pela Copa Libertadores. Desde 1980, foram seis vitórias, quatro empates e duas derrotas, com 24 pontos conquistados em 36 possíveis, o que significa um aproveitamento superior a 60%.

> Veja a goleada de 6 a 2 sobre o Peñarol


Outras notícias
Loja Virtual