27/04/2011

D'Alessandro encontra seu ídolo

Por Marcos Bertoncello (texto)
e Alexandre Lops (fotos)
Enviados especiais a Montevidéu-URU

O treino já havia terminado e o ônibus com o grupo do Inter se dirigia ao hotel da concentração. Mas havia alguém especial esperando os atetas na frente do Sheraton, aqui em Montevidéu. Ex-jogador e ídolo de Internacional nos anos 80, o uruguaio Rubén Paz fez questão de desejar bom jogo para a equipe e rever os companheiros de Clube. Ele conseguiu mais que isso. Quando D'Alessandro desceu pelas escadas do ônibus e viu Paz, a emoção foi grande. O argentino saiu gritando 'Uruguai!' até cumprimentá-lo. Isso tudo porque D'Ale tem como seu maior ídolo justamente Rubén Paz.


D'Alessandro pede uma foto com seu ídolo Rubén Paz

"Lembro do meu pai me levando para os jogos na Argentina e este cara (Rubén Paz) me marcou muito. Ele jogava demais no Racing e seu futebol sempre me encantou", elogia D'Alessandro, que não titubeou para pedir que o fotógrafo do Clube, Alexandre Lops, tirasse uma foto deles. Os dois conversaram por poucos minutos e, na saída do argentino, Paz reconheceu: "é um grande jogador, que está em falta no futebol mundial. Pode-se perceber que ele é extremamente necessário para a equipe", destaca.

Confronto contra o Peñarol

Ainda no Centenário e altamente solicitado pela imprensa uruguaia, o meia colorado falou sobre a expectativa do confronto. "Estamos concentrados para esta partida. O jogo é difícil e não estamos tendo muito tempo para trabalhar. Por isso, o resultado é fundamental", disse D'Alessandro.

Um pouco da história de Rubén Paz

Meia cerebral é aquele que pensa o jogo, distribui as jogadas, arma as ações ofensivas de um time e, normalmente, é o jogador diferenciado. Durante os anos que defendeu o Internacional, Ruben Paz foi este jogador. Portador de uma técnica apurada, o camisa 10 foi ídolo da torcida, jogou duas Copas do Mundo e se só parou de atuar aos 47 anos de idade. Ruben Paz foi contratado pelo então presidente Frederico Arnaldo Ballvé, em fevereiro de 1982. Logo em sua estreia, já mostrou qualidade na goleada de 5 a 0 do Inter sobre Goiás, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano. Paz foi considerado um dos melhores meias do mundo na década de 80. Jogando pelo Internacional teve atuações dignas de um craque. Na final do Campeonato Gaúcho de 1982 ele foi o principal jogador em campo na vitória do Inter sobre o Grêmio por 2 a 0. Sua atuação nessa partida é lembrada até hoje pelos torcedores colorados. O rival tinha um time composto por bons jogadores e vinha animado pela conquista de título recente, mas o Internacional se impôs não dando chances ao adversário.


Rubén Paz em ação contra o Grêmio nos anos 80


Outras notícias
Loja Virtual