09/03/2003

INTER ENVOLVE GRÊMIO E VENCE POR 1 A 0

Colorado foi superior durante todo o clássico e a vitória veio naturalmente

   O Internacional não deu chance para o Grêmio e venceu pela segunda vez consecutiva no ano o clássico Gre-Nal. O centroavante André marcou o gol da vitória que garantiu o time colorado na fase final do Gauchão.

   Os minutos que antecederam o Gre-Nal foram de mistério nas escalações de ambas as equipes. Pelo lado colorado, a dúvida era se Clemer teria condições de jogar, já que o goleiro havia lesionado o polegar direito no treino de sexta-feira. Do outro lado, a incerteza das presenças de Tinga, Rodrigo Fabri e Claudiomiro, que de acordo com o regulamento, deveriam cumprir suspensão automática, mas ameaçavam ignorar a punição em razão da absolvição no Tribunal de Justiça Desportiva. Final das contas: Luiz Müller no lugar de Clemer, que não passou no teste de avaliação minutos antes da partida, e o trio de supensos tricolores em campo.

    O Inter entrou em campo com uma postura defensiva sólida e uma ataque rápido e envolvente, coordenado pelo jovem Diego. Com intensa movimentação em campo, foram dele as principais jogadas de perigo criadas pelo Inter na partida. Aos 13 minutos, Diego invadiu a área driblando a zaga gremista, foi derrubado e pediu pênalti, mas o árbitro Carlos Simon não entrou na dele. Aos 36 minutos de jogo, quando o Grêmio estava completamente acuado em campo, Vinícius sofreu uma falta na frente da grande área. O zagueiro André Cruz cobrou com categoria, a bola explodiu no travessão, e Danrlei, já batido no lance, viu o centroavante André escorar o rebote para o fundo da rede. A euforia tomou conta do Beira-Rio, que se converteu todo em um mesmo sentimento: a alegria de ser colorado. Inter 1 a 0.

    Na segunda etapa, o time treinado por Muricy Ramalho manteve a pegada e esteve mais próximo de ampliar o placar do que o Grêmio de empatar a partida. Aos 2 minutos, Roger, já exausto de marcar o habilidoso Diego, entrou forte no garoto e foi expulso de campo. A partir de então, o Inter cadenciou o jogo, valorizando a posse de bola, mas sem abrir mão das investidas contra o gol de Danrlei. Aos 18 minutos, Diego sentiu cãibra na perna direita e Jéfferson Feijão entrou no seu lugar, criando ótimas oportunidades de gol. Final de jogo, Inter classificado à fase final do Gauchão com o ótimo aproveitamento de 10 pontos obtidos em cinco jogos. No próximo dia 16 o colorado enfrentará o Juventude em local ainda indefinido. A partida definirá o primeiro colocado do grupo, que nas semifinais enfrentará o segundo da chave 2.

    O Internacional jogou o Gre-Nal com: Luiz Müller, Wilson, André Cruz e Vinícius; Thiago Mattos, Sangaletti, Claiton, Diego Gavilán (Flávio) e Ismael; Diego (Jéfferson Feijão) (Fernando Cardozo) e André. Público presente no Estádio Beira-Rio: 38411 torcedores. Renda: R$ 366 058.


Outras notícias
Loja Virtual