06/04/2011

Jaguares, um adversário para lá de motivado

Por Felipe Silveira
Direto do México

Invicto em seus domínios nesta Libertadores – venceu Emelec e Jorge Wilstermann no Estádio Victor Manuel Reyna –, o Jaguares de Chiapas quer repetir a dose contra o Inter nesta quarta-feira. O time mexicano não vai bem no campeonato nacional (é o último colocado), porém, na última rodada venceu o líder Pumas em casa por 3 a 1 e ganhou moral às vésperas do jogo válido pela Libertadores.

Prova disso é que o clube estampou em seu site oficial uma provocação ao Inter. Escrito em espanhol, o texto dizia: “Balam Bill. A vingança é um prato que se serve frio. Te esperamos campeão (SIC)”. A chamada também continha o mascote do clube, um jaguar, segurando uma espada e vestindo uma roupa alusiva ao filme Kill Bill, de Quentin Tarantino, além do símbolo do Inter logo abaixo. Vale lembrar que no jogo de ida o time colorado goleou os mexicanos por 4 a 0 no Beira-Rio.


Jaguares quer a revanche contra o Inter na partida desta noite em Tuxtla Gutiérrez

O capitão Bolívar comentou a provocação feita pelo clube de Chiapas: "É nornal que eles queiram dar o troco em casa após a derrota sofrida em Porto Alegre. Mas a gente sabe que se ganha é dentro de campo", disse.

Já o técnico Celso Roth minimizou o fato, além de destacar os pontos positivos do Jaguares. "Isso faz parte do futebol. Todo mundo tem o direito de querer vencer, desde que isso esteja dentro da técnica e da regra do jogo. Eles têm um time que toca muito bem a bola e provou isso na primeira partida. O Pumas veio aqui achando que iria encontrar um jogo normal e foi surpreendido. O Jaguares marcou demais. Estamos atentos a tudo isso para fazer uma boa partida", garantiu.

Na terceira posição do Grupo 6, com seis pontos, o Jaguares precisa vencer para seguir vivo na competição continental.


Outras notícias
Loja Virtual