23/02/2005

INTER PERDE EM NOVO HAMBURGO: 2 A 1

O Inter entrou em campo com uma mudança. Augusto Recife começou a partida no lugar de Gavilán, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A iniciativa do jogo foi colorada. Aos 6 minutos, Granja cruzou e a bola sobrou para Diego chutar na zaga. Dois minutos depois Tinga tentou surpreender o goleiro de fora da área, mas Luciano defendeu. Aos poucos, o Novo Hamburgo passou a ameaçar com chutes de fora da área. Aos 8min30seg, Cléverson concluiu com muita força e Clemer fez defesa extraordinária. Aos 11min50seg, Rafael Sobis recebeu grande passe na área e chutou na rede, pelo lado de fora, com muito perigo.

A partir daí, o jogo ficou bastante equilibrado com poucas chances de gol para os dois lados. No Inter, Diego e Rafael Sobis se movimentavam bastante e levavam vantagem sobre a marcação. Aos 22, Diego arriscou de fora da área e a bola passou perto. Aos 34, Preto concluiu também de fora da área e Clemer salvou o Inter com boa defesa. Dois minutos depois, em mais um chute de fora da área, Cleverson quase acertou o canto do goleiro colorado.

Na etapa final, o jogo foi eletrizante. Logo aos três minutos, Luís Gustavo chutou cruzado, Adão desviou, Clemer fez grande defesa e a bola sobrou para Cléverson livre só tocar para o gol: 1 a 0. Aos 11, Cléverson cruzou para Luís Gustavo concluir e o goleiro colorado fazer outra boa defesa. Dois minutos depois, Muricy retirou o líbero Sangaletti e colocou o atacante Rodrigo Paulista em busca da virada. A reação começou três minutos depois, quando Sobis fez grande jogada e chutou, a bola desviou na zaga e sobrou para Jorge Wagner bater por cima.

Aos 17min30seg, Jorge Wagner cobrou falta e Fernandão cabeceou no travessão. Aos 20, Diego tabelou com Rodrigo Paulista e foi derrubado na área por Neuri: pênalti. Na cobrança, Sobis chutou forte, mas o goleiro Luciano fez grande defesa. Apesar do lance negativo, Sobis não se abalou, demonstrou personalidade e empatou a partida, aos 34, em um chute cruzado da entrada da área. A bola ainda bateu nas costas de Sandro Blum e entrou no alto da goleira.

Aos 38min, Fernandão tocou de cabeça para Sobis chutar no canto e Luciano defender. Aos 42, Rodrigo Paulista cruzou e a bola sobrou para Diego concluir rasteiro, mas a bola foi para fora. Aos 44min30seg, o zagueiro Sandro Blum tocou com a mão na bola na área, mas o juiz preferiu marcar falta de Fernandão no lance. Aos 45, Preto apanhou sobra dentro da área e chutou no canto, sem chances para Clemer: 2 a 1. O Inter ainda buscou o empate, aos 46min30seg, quando Granja cruzou e Fernandão chutou por cima. Foi o último lance de perigo.
 
Novo Hamburgo (2): Luciano; Tiago, Sandro Blum, Rosalvo e Luís Henrique; Neuri, Pedro Ayub, Preto e Luís Gustavo (Sandro Gaúcho); Cléverson (Polaco) e Adão (Naldinho). Técnico: Gilmar Iser.

Internacional (1): Clemer; Índio, Sangaletti (Rodrigo Paulista) e Wilson; Granja, Recife, Tinga, Fernandão e Jorge Wagner; Diego e Rafael Sobis. Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Cléverson (NH), aos 3min do segundo tempo, Rafael Sobis (I), aos 34min do segundo tempo, Preto (NH), aos 45min do segundo tempo. Cartões amarelos: Luís Henrique, Neuri, Adão, Luciano, Sandro Blum e Preto (NH), Tinga (I). Arbitragem: Paulo Felipe, auxiliado por Marcos Ibañez e Marcelo Barison. Local: Estádio Santa Rosa, em Novo Hamburgo.


Outras notícias
Loja Virtual