14/02/2011

Um ano depois, agora é a vez de Lauro

Por Felipe Silveira (texto) e Alexandre Lops (foto)
Enviados/Guayaquil

Há quase um ano, o Inter começava uma campanha que culminaria com a conquista do bicampeonato da América. Foi no dia 23 de fevereiro, no Beira-Rio, justamente contra o Emelec, mesmo adversário da estreia desta quarta-feira, só que desta vez no Equador.  O goleiro Pato Abbondanzieri, recém contratado na época, ganhou a titularidade e esteve em campo na vitória, de virada, por 2 a 1. Agora, quase 365 dias depois, é o goleiro Lauro que tem a missão de defender o time colorado diante dos equatorianos. 

“Há um ano eu estava ansioso pela estreia na Libertadores, mas não como titular. Hoje é bem diferente, tem um gosto todo especial estar no time que começará a luta pelo tricampeonato. Trabalhei muito para chegar aqui”, disse Lauro após o primeiro treino realizado em Guayaquil, na tarde desta segunda.


Lauro está pronto para estrear na Libertadores da América

O novo dono da camisa 1 do Campeão de Tudo sabe que a tarefa não será fácil, afinal, todo mundo quer fazer frente ao atual dono do continente. Mas Lauro apega-se à experiência adquirida na última temporada e ao momento que está vivendo para fechar o gol, assim como fez na campanha da Copa Sul-Americana de 2008, quando foi um dos principais jogadores da conquista do título inédito.

“Desembarcamos em Guayaquil ouvindo todos os repórteres enaltecerem que somos os atuais campeões. Isso é bom, porque faz com que os adversários tenham mais respeito. Por outro lado, todo mundo vai querer tirar uma casquinha. É preciso estar muito atento, mas estou bem confiante e preparado. Sou mais experiente agora, sei o que tenho que fazer dentro de campo. A sequência de jogos que estou tendo está sendo positiva”, avalia o goleiro colorado.

Contra o Emelec, Lauro, 30 anos, fará a sua partida de número 102 pelo Inter.


Outras notícias
Loja Virtual