30/12/2010

Obras com comprometimento ambiental

Clube vai reciclar os materiais que sobrarem das obras de modernização

O Internacional está demonstrando mais uma lição de cidadania. Que as obras de modernização do Complexo Beira-Rio visam preparar o estádio para a Copa do Mundo de 2014 todo mundo já sabe. Porém, o Campeão de Tudo vai além. Preocupado com a sustentabilidade ambiental, o Clube vai reciclar resíduos da obra com o intuito de reutilizá-los na própria reforma do Complexo.


Consciência ambiental: britador móvel possibilita a reciclagem de resíduos da obra do Beira-Rio

Para tanto, o Inter está perto de fechar contrato com a empresa Reciclar, que dispõe de um equipamento chamado britador móvel. A máquina, que está em fase de testes desde a última quarta-feira (29/12) no Beira-Rio, foi instalada atrás do campo suplementar A. Todos os resíduos provenientes da demolição da arquibancada inferior - que está em pleno curso, nesta primeira etapa concentrada na parte onde ficam as sociais – são transportados por caminhões até o britador, onde são triturados e transformados em brita. A estimativa é de que sejam produzidas cerca de 450 toneladas do material por dia neste processo.

“Este mecanismo tem dupla finalidade. Primeiro porque estamos aproveitando os restos da obra, algo que é recomendado pelas políticas de sustentabilidade ambiental. Além disso, o Clube também estuda a possibilidade de criar um tijolo ecológico com o distintivo do Inter, que seria vendido como lembrança da construção do estádio há 41 anos. Tem este valor histórico que também pode ser explorado, além da reciclagem do material da obra”, destaca o vice-presidente de patrimônio Emídio Ferreira.

Secretário da Secopa elogia iniciativa colorada

O secretário da Secopa Ricardo Gothe visitou as obras de modernização do Beira-Rio na tarde desta quinta-feira. Gothe observou de perto a demolição da arquibancada e a operação do britador móvel. “É uma iniciativa muito interessante do Inter. Ela está completamente adequada à política ambiental, pois não se deve transportar os resíduos da obra para fora do canteiro. A ideia é sempre transformar, e não transportar. O Inter está seguindo esta recomendação para garantir o selo verde”, elogiou o gestor. A Secopa é o órgão que coordena todas as ações do município para a Copa do Mundo de 2014.


Emídio Ferreira (E) explicou o funcionamento do britador para Ricardo Gothe


Outras notícias
Loja Virtual