10/12/2010

Mundial: TP Mazembe é o adversário da estreia

Por Marcos Bertoncello
da Redação/Porto Alegre

O Internacional já tem adversário definido para sua estreia no Mundial de Clubes da FIFA. Trata-se do africano TP Mazembe, da República Democrática do Congo, que passou pelo Pachuca, do México, pelas quartas de final. A partida foi realizada às 20h (horário local) desta sexta-feira, no estádio Mohammed bin Zayed, em Abu Dhabi, e o time alvinegro derrotou os mexicanos por 1 a 0, com gol de Bedi.


TP Mazembe surpreendeu o Pachuca e passou de fase no Mundial

Internacional e Mazembe se enfrentam na próxima terça-feira (14/12), às 14h (horário de Brasília), valendo uma vaga na final do Mundial. O volante Sunzu é o desfalque da equipe africana, por ter recebido cartão vermelho no jogo desta sexta. A tão aguarda estreia do Colorado nos Emirados Árabes está cada vez mais próxima de ocorrer. Vale lembrar que o time de Celso Roth atuará como visitante nesta partida. Passando à decisão, será o mandante.

O Mazembe

Quatro vezes campeão da Liga dos Campeões da África, o Mazembe disputa seu segundo Mundial de Clubes da Fifa. Em 2009, os africanos ficaram com o sexto lugar: perderam para o Pohang Steelers (Coreia do Sul) nas quartas de final e, no jogo valendo o quinto lugar, foi derrotado pelo Auckland City (Nova Zelândia). Por isso, o clube já está fazendo história.

A equipe do senegalês Lamine N'Diaye atuou contra o Pachuca nesta sexta-feira e mostrou ser um time ofensivo. Apesar de não contar com um homem de referência no ataque, o Mazembe usa a força e a velocidade de seu trio de frente para chegar ao gol adversário: Kaluyikuta, Singuluma e Kabangu. Este que foi um dos destaques contra os mexicanos. O gol da classificação nasceu dos pés dele, que, aos 20min da etapa inicial, lançou Bedi na área. O camisa 13 fuzilou a meta adversária, estufando as redes.

No sistema defensivo, o Mazembe tem algumas deficiências e, por pouco, não levou o gol do empate do Pachuca. Méritos do goleiro Kidiaba (foto ao lado vibrando), principal responsável pela manutenção do resultado. Em pelo menos duas oportunidades, o camisa 1 foi decisivo na partida. O capitão Mihayo, zagueiro pela esquerda, é outro jogador importante na zaga africana.

Time que enfrentou o Pachuca: Kidiaba; Nlulukuta, Mihayo, Kimwaki e Kasusula; Sunzu, Ekanga (Kasongo) e Bedi; Kaluyituka (Kanda), Kabangu (Tshani) e Singuluma. Com o desfalque de Sunzu, o defensor Tshani é uma alternativa para substituir o jogador contra o Inter.

Fotos: Site da Fifa


Outras notícias
Loja Virtual