02/10/2010

Brasileirão: Inter goleia Guarani e diminui a distância para o líder

O Internacional  conquistou mais uma importante vitória no Brasileirão, na noite deste sábado, no Beira-Rio. Goleou o Guarani por 3 a 0, com gols de Daniel, Glaydson e Giuliano, todos no segundo tempo, e chegou aos 44 pontos. Está na quarta colocação, agora a oito pontos do líder Fluminense.

Não restam dúvidas. O Inter segue forte na briga pelo título do Brasileirão após vencer mais um jogo em casa. Os resultados da 27ª rodada foram favoráveis ao time colorado, que viu a distância para os primeiros colocados da tabela diminuir. No momento, o Fluminense lidera com 52 pontos, seguido por Corinthians (49) e Cruzeiro (48). Com 44 pontos na quarta posição, o Inter ainda tem um jogo atrasado para disputar com o Santos, no dia 13 de outubro, na Vila Belmiro.


Vibração colorada: Inter foi o único time do G-4 que venceu nesta rodada

Se o primeiro tempo foi repleto de dificuldades em função da boa atuação do Guarani, que marcou forte e chegou com qualidade no ataque, a etapa final teve um panorama completamente diferente. O time voltou modificado e com muita gana para buscar a vitória. Os gols acabaram saindo ao natural, e assim como havia sido no primeiro turno, o Inter goleou por 3 a 0 a equipe de Campinas.

Adversário complica o jogo

Foi o Inter que tomou a iniciativa nos primeiros minutos. O time colorado saía em velocidade para o ataque, principalmente em jogadas pelos lados do campo. Aos 8min, Nei cruzou da direita e Alecsandro cabeceou para defesa do goleiro Douglas. Aos 10min, o Guarani respondeu em jogada similar: Ricardo Xavier desviou de cabeça e a bola passou perigosamente ao lado da trave esquerda. Aos 14min, D’Alessandro cobrou falta nas mãos de Douglas.

Aos poucos, o Guarani equilibrou a partida e passou a chegar com força na frente. Aos 18min, Mazola cobrou um escanteio com muito efeito e Renan teve que espalmar para fora. Aos 22min, Mazola aproveitou rebote na entrada da área e chutou com perigo, mas o lance foi anulado por impedimento, pois Fabão, que tentava o desvio no meio do caminho, estava em posição irregular na pequena área colorada. O Inter, por sua vez, encontrava dificuldades para finalizar, já que a marcação adversária era cerrada no meio-campo.


D'Alessandro luta contra a marcação: não foi fácil no primeiro tempo

Rara chance de gol

Aos 36min, D’Alessandro conseguiu vencer o marcador, invadiu a área pela direita e tocou para o lado, onde Alecsandro apareceu para dividir com o zagueiro. O chute saiu mascado, para escanteio, na melhor chance colorada na etapa inicial.

Guarani carimba o travessão

Aos 41min, o Guarani assustou novamente: Baiano desviou um cruzamento da esquerda e a bola explodiu no travessão. O time de Campinas pressionou nos minutos finais. O Inter apenas se defendia. Em uma rara escapada, aos 45min, Alecsandro desviou de cabeça para fora, no último lance do primeiro tempo.

Time modificado para a etapa final

No intervalo, Daniel e Glaydson entraram nos lugares de Sorondo e Wilson Matias, que deixaram o jogo por lesão. O time migrou para o esquema 4-4-2, com Nei atuando na lateral esquerda e Daniel pela direita. Juan formou a dupla de zaga com Bolívar.

Inter abre o placar

E justamente Daniel, que recém havia entrado no jogo, tabelou com Giuliano, invadiu a área e chutou cruzado, sem chances para Douglas. Golaço do jovem lateral, o seu primeiro com pelo time principal do Inter!

Glaydson faz 2 a 0

Aos 15min, Edu quase ampliou. O meia recebeu passe de Giuliano e chutou desviado, com muito perigo, para escanteio. Aos 18min, D’Alessandro alçou a bola para a área em uma cobrança de falta e Glaydson (foto) apareceu por trás da zaga, em posição legal, para desviar com o pé para o fundo da rede. 2 a 0! O volante comemorou muito o seu primeiro gol com a camisa colorada. Assim como foi no primeiro gol, um jogador que veio do banco de reservas foi decisivo no placar.

Inter soberano no jogo

O time do técnico Celso Roth dominava a partida, Marcava com eficiência e jogava com facilidade no plano ofensivo. O Guarani tentava diminuir a vantagem em chutes de longa distância, mas não obtinha sucesso. O adversário chegou pela primeira vez com força no segundo tempo aos 29min, quando Mário Lúcio entrou na área pela esquerda e chutou cruzado. A bola acertou o travessão colorado pela segunda vez na partida.

Giuliano marca golaço e fecha goleada

Aos 35min, Giuliano recebeu passe no interior da área, se livrou do zagueiro, e chutou no ângulo de Douglas para ampliar: 3 a 0! A grande atuação do Inter no segundo tempo era recompensada com um placar elástico. Aos 41min, D’Alessandro quase fez o quarto gol em um chute que passou raspando a trave.

Com o resultado, o Inter conquistou a 13ª vitória no Brasileirão. Na próxima quarta-feira, o adversário é o Ceará, em Fortaleza.

“Foi um jogo complicado. A partir do momento que sai o gol, as coisas melhoram. Agora é pensar no próximo jogo", projetou Bolívar.

“O primeiro tempo a gente não foi bem. No segundo tempo, o Inter conseguiu a vantagem e o resultado que interessava", observou D’Alessandro.
 
“Nós temos que pensar no rendimento global da equipe no campeonato como um todo. Nós perderemos vários jogadores, por problemas de lesão e jogadores que estarão na seleção. É uma semana difícil com viagem longa, mas seja qual for o time, temos que manter o nível de atuação”, afirmou o vice-presidente de futebol Fernando Carvalho.

“Enquanto há esperança a gente vai sonhar com o brasileiro. A gente tem que manter o espírito e buscar o título sem deixar de pensar no Mundial que é o principal objetivo”, afirmou Glaydson.

“O título é uma consequência do trabalho que vem sendo realizado. Eu achei que ia ser campeão brasileiro ano passado e não conseguimos. Vamos seguir trabalhando jogo a jogo e continuar pensando no mesmo jeito na busca pelo título”, avaliou D’Alessandro.

"Hoje não foi um jogo bom no primeiro tempo. Teve um determinado momento do jogo que o Guarani teve uma presença muito grande no nosso campo. Na segunda etapa já foi um Inter mais parecido com aquilo que todos conhecemos. O Guarani estava bem estruturado e aproveitando os nossos erros. Acertamos no vestiário e conseguimos ganhar o jogo”, disse Celso Roth.

Internacional (3): Renan; Nei, Bolívar, Sorondo (Daniel) e Juan; Wilson Matias (Glaydson), Guiñazu, Giuliano, Edu (Andrezinho) e D’Alessandro; Alecsandro. Técnico: Celso Roth.

Guarani (0): Douglas; Rodrigo Heffner, Fabão, Ailson (Aislan) e Marcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Baiano (Diego Barbosa), Mário Lúcio; Mazola e Ricardo Xavier (Rômulo). Técnico: Vágner Mancini.

Gols: Daniel (I), aos 6min do segundo tempo, Glaydson (I), aos 18min do segundo tempo, Giuliano (I), aos 35min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Nei, D’Alessandro (I); Paulo Roberto (G). Expulsão: Mário Lúcio (G).

Público: 10.819 (9.159 pagantes). Renda: R$ 129.040,00.

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR), auxiliado por José Amilton Pontarolo (PR) e Moisés Aparecido de Souza (PR).

Local: Estádio Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual