19/12/2004

DE VIRADA E NA RAÇA RUMO À COPA SUL-AMERICANA

A emoção tomou conta de jogadores, dirigentes, torcedores e do técnico Muricy Ramalho tão logo terminou a partida que garantiu a classificação para a Copa Sul-Americana de 2005. Com lágrimas nos olhos, Muricy acenou para os torcedores e agradeceu o apoio deles. ?Fiquei muito emocionado com a torcida. A minha intenção é permanecer no Inter para a próxima temporada?, disse Muricy, que deve acertar a sua permanência no Inter ao longo da semana.


Muricy Ramalho comemora a classificação ao final do jogo

O apoio dos torcedores foi grande mesmo. Durante a segunda etapa, a torcida que enfrentou o temporal que caiu em Porto Alegre antes da partida empurrou o Inter para a vitória. ?O craque do ano é o torcedor colorado por tudo que fez no ano. Hoje (domingo), ele deu mais uma demonstração dessa paixão?, afirmou o presidente Fernando Carvalho, que prometeu boas notícias aos colorados ao longo da semana.

Mas toda a festa do final do jogo esteve ameaçada de não acontecer durante a partida. O Inter teve dificuldades, principalmente no primeiro tempo. O Paraná, mesmo sem vários titulares, marcou bem e não cedeu espaços. O Inter buscava o gol com a movimentação de Rodrigo Paulista, Rafael Sobis e Diego ou com as cabeçadas dos zagueiros em lances de bola parada.


Diego briga pela bola: atacante participou do lance que originou o gol da virada

Aos 2min40seg, Cleiton Xavier entrou na área pela esquerda e cruzou para Rafael Sobis concluir para fora. Aos 15, Chiquinho cobrou escanteio e Edinho cabeceou livre para fora. O Paraná só conseguia ameaçar em chutes de fora da área. Foi assim aos 17min com Canindé e aos 33min40seg, com Cristian. Nas duas conclusões a bola foi para fora.

Aos 22min45seg, Rodrigo Paulista cruzou e Wilson cabeceou livre, buscando o canto. A bola passou a centímetros do gol. Aos 24min40seg, em cobrança de escanteio, Vinícius concluiu de cabeça, a bola tocou no chão, subiu e quase entrou no ângulo.

Aos 30min, quase o gol colorado. Rafael Sobis pegou o rebote fora da área e acertou um lindo chute. A bola, no entanto, bateu no travessão. Aos 38min30seg, Cristian entrou na área e cruzou,  para Vinícius salvar de carrinho. Aos 44min50seg, Marabá driblou Wilson e passou para Marcel livre na área chutar e marcar o gol paranaense: 1 a 0.


No intervalo, o técnico Muricy Ramalho retirou o zagueiro Wilson e colocou Wellington. Com isso, Edinho foi para a zaga e Wellington entrou no meio-campo. A modificação deu certo. O Inter pressionou durante toda a segunda etapa e criou várias chances de gol. A primeira delas surgiu aos quatro minutos, quando Sobis entrou na área pela direita e cruzou para Rodrigo Paulista de primeira por cima.


Inter reagiu no segundo tempo e virou o placar

Aos oito minutos, Chiquinho chutou na entrada da área e o goleiro defendeu. Um minuto depois, Diego ganhou de João Paulo na velocidade, entrou na área e chutou para fora, na saída do goleiro Darci. Dois minutos depois, Chiquinho cruzou e Edinho cabeceou para fora. Um minuto depois, Sobis entrou na área e chutou para boa defesa de Darci. Aos 13min30seg, Cleiton Xavier cruzou e Wellington concluiu com muita força, de primeira, e o goleiro Darci fez defesa sensacional. Cerca de 20 segundos depois Chiquinho foi puxado dentro da área, mas o juiz não marcou o pênalti.

A pressão seguiu a ponto de o técnico do Paraná buscar fechar ainda mais o time aos 19 minutos, quando retirou o meia Cristian e colocou o lateral Edinho. No Inter, Muricy empurrou ainda mais o time para frente, retirando o líbero Sangaletti e colocando em campo o centroavante Gaúcho.

Aos 21min30seg, Cleiton Xavier chutou de fora da área, a bola desviou em um zagueiro e quase entrou no ângulo. Aos 25, Rodrigo Paulista concluiu e Darci salvou para escanteio. Aos 29min30seg, o começo da virada. Rodrigo Paulista roubou a bola, entrou na área, driblou o goleiro e chutou para empatar (confira abaixo a seqüência lance). Quatro minutos depois, Sobis chutou de fora e Darci defenceu. Aos 34min, Marcel cabeceou livre e André defendeu com segurança. No ataque seguinte, Diego chutou cruzado e Emerson fez gol contra, de carrinho.


Rodrigo Paulista invade a área...


dribla o goleiro...


e marca o gol de empate

A partir daí, foi o começo da festa colorada no Beira-Rio. Tão logo o árbitro encerrou a partida, os jogadores se abraçaram. O técnico Muricy Ramalho entrou no campo e festejou muito. ?Todo mundo está de parabéns: torcida, jogadores, direção, todo mundo?, afirmou Rafael Sobis. ?Graças a Deus, estamos na Sul-Americana?, festejou Diego, que, ao lado de Sobis e do goleiro Renan, apresenta-se à seleção brasileira sub-20 para a disputa do Sul-Americano da categoria. Futebol profissional no Inter agora só em 2005.

Internacional (2): André; Wilson (Wellington), Sangaletti (Gaúcho) e Vinícius; Cleiton Xavier, Gavilán, Edinho, Sobis e Chiquinho; Diego e Rodrigo Paulista (Bolívar). Técnico: Muricy Ramalho.

Paraná (1): Darci; Goiano, Emerson, João Paulo e Vicente; Axel, Messias, Cristian (Edinho) e Canindé (João Vítor); Marcel e Maranhão. Técnico: Paulo Campos.

Gols: Marcel (P), aos 44min50seg do primeiro tempo, Rodrigo Paulista (I), aos 29min30seg do segundo tempo, Emerson (I, contra), aos 34min30seg do segundo tempo. Cartões amarelos: João Paulo, Vicente e Messias (P). Renda: R$ 83.431,00. Público: 15.870 (13.293 pagantes). Arbitragem: Edilson Pereira de Carvalho (FIFA-SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Adriano Augusto Lucas (SP). Local: Estádio Beira-Rio.

Fotos: Daniel Boucinha 


Outras notícias
Loja Virtual